Vestibulandoweb

A opção Certa!


Palavra do Professor


"Aprender é descobrir aquilo que você já sabe. Ensinar é lembrar aos outros que eles sabem tanto quanto você!"


"Não há saber mais ou saber menos: Há saberes diferentes!"

- Paulo Freire

"Se não puder se destacar pelo talento, vença pelo esforço!"

- Dave Weinbaum

"Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância!"

- Sócrates

"Triste não é mudar de idéia. Triste é não ter idéia para mudar!"

- Francis Bacon


Engenharia Civil

O primeiro bimestre de 2008 registrou recorde na abertura de postos de trabalho na construção civil. Segundo o Ministério do Trabalho, o crescimento não está concentrado apenas em uma região, mas ocorre em todo o Brasil. O aumento do emprego é reflexo do aquecimento do mercado imobiliário e, também, do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal, que prevê a modernização e a construção de aeroportos, redes de saneamento básico, pontes, estradas e ferrovias, entre outras obras.  

Quem faz o curso de Engenharia Civil tem pela frente várias possibilidades de atuação profissional. Além de projetar, gerenciar e executar obras como casas, edifícios, pontes, viadutos, estradas, barragens, canais e portos, o engenheiro civil tem como atribuição a análise das características do solo, o estudo da insolação e da ventilação do local e a definição do tipo de fundações. Com base nesses dados, o profissional desenvolve o projeto, especificando as redes de instalações elétricas, hidráulicas e de saneamento do edifício e definindo o material que será usado. No canteiro de obras, chefia as equipes de trabalho, supervisiona prazos, custos, padrões de qualidade e de segurança. Cabe a ele garantir a estabilidade e a segurança da edificação, calculando os efeitos dos ventos e das mudanças de temperatura na resistência dos materiais. Ele pode ainda dedicar-se à administração de recursos prediais, gerenciar a infra-estrutura e a ocupação de um edifício. 

Mercado de Trabalho

O mercado para o engenheiro civil está em alta nas áreas de transporte, geotecnia, hidráulica e saneamento, construção civil, projetos e es-truturas. A previsão é que a demanda continue a crescer nos próximos anos. Profissionais da área essencialmente técnica, preparados para executar obras, têm sido os mais solicitados para o trabalho de infra-estrutura em todo o interior do Brasil. As oportunidades surgem em estatais, como a Petrobras, a Companhia Metropolitana de São Paulo (Metrô), a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos e a Sabesp. Em grandes indústrias, como a automobilística e a aeronáutica, o engenheiro civil encontra vagas no gerenciamento de projetos e de execução de obras. Nas capitais, há boas ofertas em empresas privadas no setor administrativo, já que o curso oferece base em administração e economia. As chances são maiores para quem tem especialização ou pós-graduação nas áreas efetivas da produção. Outro nicho em ascensão, especialmente na indústria automobilística, é o da engenharia de segurança, que trata da prevenção de acidentes nas empresas e de ergonomia. Os principais empregadores localizam-se no eixo Rio–São Paulo, mas há tendência de crescimento de mercado no interior de todo o país e nas capitais.

Salário médio inicial: R$ 2.300.

O Curso

Disciplinas como matemática, física, estatística, desenho e lógica são o forte do currículo. Portanto, prepare-se para exercitar suas habilidades em cálculo e desenho. Há atividades em laboratório e matérias das áreas de administração e economia que ensinam técnicas e métodos de gerenciamento de projetos e equipes. Nos três anos finais, você cursa disciplinas mais ligadas às áreas de especialização escolhidas: estruturas, construção civil, hidráulica e saneamento, transportes ou geotecnia. Para obter o diploma, o estágio é obrigatório. Em algumas escolas, também se exige um trabalho de conclusão de curso. Há instituições que oferecem formação direcionada a uma habilitação, como estruturas e fundações ou transportes.
A duração média do curso é de cinco anos.

O que você pode fazer?

Construção urbana 
Projetar, construir e reformar prédios e grandes instalações, como estádios esportivos, shopping centers e aeroportos. 

Estruturas e fundações 
Projetar e edificar fundações e estruturas de madeira, aço ou concreto, que dão apoio às construções, calculando o material necessário e as dimensões da obra. 

Gerência de recursos prediais 
Manter em ordem a infraestrutura de prédios e estabelecer padrões de qualidade, ocupação e uso do espaço. 

Hidráulica e recursos hídricos 
Projetar, gerenciar e executar obras de barragens, canais, reservatórios, sistemas de irrigação, drenagem ou obras costeiras. 

Saneamento 
Fazer o projeto e construir obras de saneamento básico, como redes de captação e distribuição de água e estações de tratamento de água e esgotos. 

Transportes 
Projetar e construir obras de infra-estrutura, como rodovias, ferrovias, viadutos, portos, metrôs e viadutos.


Recomende a Vestibulando Web aos seus amigos

Seu nome:
Seu e-mail:
Nome do seu amigo:
E-mail do seu amigo:
Mensagem:

Vestibulando Web - Copyright 1999-2010. Todos os direitos reservados.

Ponto.Br