enem 2011

Justiça determina que 13 questões sejam anuladas no Enem 2011


Palavra do Professor


"Aprender é descobrir aquilo que você já sabe. Ensinar é lembrar aos outros que eles sabem tanto quanto você!"


"Não há saber mais ou saber menos: Há saberes diferentes!"

- Paulo Freire

"Se não puder se destacar pelo talento, vença pelo esforço!"

- Dave Weinbaum

"Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância!"

- Sócrates

"Triste não é mudar de idéia. Triste é não ter idéia para mudar!"

- Francis Bacon

Justiça Federal do CE anula 13 questões do Enem para todo o Brasil

Atualizada em: 31/10/2011

A Justiça Federal do Ceará anulou na noite desta segunda-feira 13 questões do Ensino Nacional do Ensino Médio (Enem), aplicado nos dias 22 e 23 de outubro. A decisão ocorre em função do pedido feito pelo Ministério Público Federal no Ceará (MPF-CE), depois que alunos do Colégio Christus, de Fortaleza, tiveram acesso antecipado a cerca de 14 questões que foram cobradas no exame.

Com isso, as questões 32, 33, 34, 46, 50, 57, 74 e 87, da prova amarela do 1º dia de exame, e as 113, 141, 154, 173 e 180, do caderno amarelo do 2º dia, estão anuladas. A medida vale para o todo o Brasil. 


- Decisão sobre Enem afeta 99,9% que não têm nada a ver, diz Haddad

- Confira o gabarito oficial do Enem 2011


Confira a correspondência das questões anuladas entre os cadernos:

1º Dia

Rosa

Amarela

Azul

Branca

27

32

32

29

28

33

30

31

37

34

36

38

51

46

49

46

48

50

50

49

54

57

56

52

73

74

70

73

87

87

87

84

 

2º Dia

Azul

Amarela

Cinza

Rosa

113

113

110

115

148

141

148

143

151

154

151

152

176

173

178

180

179

180

173

174

 

"Não é o erro, mas o vazamento das questões que leva à nulidade das mesmas, por quebrar o princípio da isonomia. Assim, entendo razoável e proporcional, nesta oportunidade e neste momento processual, declarar a nulidade apenas das questões do certame Enem 2011 que foram objeto de vazamento e prévio conhecimento", justifica o juiz em trecho da decisão. O Ministério da Educação (MEC) considerou a decisão desproporcional e exagerada e disse que vai recorrer nos próximos dias.

Representantes do Ministério da Educação (MEC) reuniram-se, no início da tarde desta segunda-feira, com o juiz Luiz Praxedes, da 1ª Vara Federal do Ceará. A presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), Malvina Tuttmann, foi uma das participantes do encontro, em que foram apresentadas as alegações para que o exame não fosse anulado.

A solução defendida pelo MEC é de que os 639 alunos da escola cearense tivessem as provas anuladas e fizessem um novo teste no fim de novembro. Mas o procurador da República, Oscar Costa Filho, pediu à Justiça que o Enem fosse anulado.

O pré-teste é feito pelo Inep para avaliar se as questões em análise são válidas e qual é o grau de dificuldade de cada uma. Os cadernos de questões do pré-teste deveriam ter sido devolvidos após a aplicação e incinerados pelo Inep. A Polícia Federal investiga se houve fraude na aplicação do pré-teste. O MEC confirma que 14 questões que estavam na apostila foram copiadas de dois dos 32 cadernos de pré-teste do Enem aplicado no ano passado a 91 alunos da escola.


- Questão com exemplos e números iguais aos do Enem foi aplicada em MG dias antes da prova

- Procuradoria pedirá suspensão do Enem 2011 por suposto vazamento

- MEC admite que alunos tiveram acesso a 9 questões antes do Enem

- Colégio Christus diz ter questões em um banco de dados


HISTÓRICO

As provas do Enem registraram problemas nos dois últimos anos. Em 2010, a prova amarela teve questões embaralhadas, o que fez com que alguns estudantes marcassem as respostas no campo errado.

Já na edição do Enem de 2009, exemplares da prova foram roubados. A fraude adiou a realização do exame, que acabou marcado por abstenção recorde e erro no gabarito oficial. Quatro dos cinco envolvidos no vazamento foram condenados pela Justiça Federal.

Neste ano, cerca de 1.100 candidatos foram informados por telefone que o local da prova indicado no cartão de confirmação de inscrição estava errado.

Segundo o Inep, o problema atingiu apenas candidatos do Rio e consistiu na digitação errada do número do prédio. Os cartões indicaram o prédio da reitoria da Unirio, cerca de 200 metros de distância do prédio onde ocorreu a prova.

Leia mais...

» Informações sobre o Enem
» Edital do Enem 2013
» Informações sobre o SiSU
» Informações sobre o ProUni
» Siga a VestibulandoWeb no Twitter
» Siga a VestibulandoWeb no Facebook

Compartilhe este site com seus amigos!

Vestibulando Web - Copyright 1999-2011. Todos os direitos reservados.
Enem 2011

Ponto.Br