exercícios de Ondulatória

Exercícios de Física!




Compartilhe a VWP



Exercícios de Ondulatória - Questões de Física

Exercícios de Ondulatória

01)(UFT/2010.2) Um campo elétrico de amplitude máxima A se propaga no ar na direção y, na velocidade da luz (c = 3 x 108 m/s). A figura abaixo ilustra a curva da intensidade do campo elétrico, em função de y, que se situa no plano yz. Qual das afirmações está CORRETA:

onda

Pode-se, então, afirmar que:
a) A frequência de oscilação do campo é f = 50 MHz e a sua polarização é vertical na direção z.

b) A frequência de oscilação do campo é f = 5 GHz e a sua polarização é horizontal na direção x.

c) A frequência de oscilação do campo é f = 50 MHz e a sua polarização é circular.

d) A frequência de oscilação do campo é f = 5 GHz e a sua polarização é vertical na direção z.

e) A frequência de oscilação do campo é f = 10 GHz e a sua polarização é circular.

 

02) (UFMG/2006) Enquanto brinca, Gabriela produz uma onda transversal em uma corda esticada. Em certo instante, parte dessa corda tem a forma mostrada na figura a seguir. A direção de propagação da onda na corda também está indicada na figura. Assinale a alternativa em que estão representados CORRETAMENTE a direção e o sentido do deslocamento do ponto P da corda, no instante mostrado.

 

direcao propagacao ondas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

03) (UEPG/2011) No que se refere aos fenômenos ondulatórios, assinale o que for correto:

01) Ao passar de um meio para outro uma onda tem sua frequência alterada.

02) Quando uma onda se reflete em uma barreira, o ângulo de incidência é igual ao ângulo de reflexão.

04) Em uma onda transversal, os pontos do meio em que ela se propaga vibram perpendicularmente à direção de sua propagação.

08) A velocidade de propagação de uma onda depende do meio em que ela se propaga.

» Prova resolvida da Fuvest 2009
» Material teórico: introdução à Termometria.
» Cinemática: equação horária.
» Prova de física resolvida - UFV 2006 Discursiva.
» Cinemática: espaço e tempo.
» Fundamentos de Cinemática.
» Guia de estudo de Física. Veja dicas para não perder tempo.

04) (UFC/2007) Um fenômeno bastante interessante ocorre quando duas ondas periódicas de frequências muito próximas, por exemplo, f1 = 100 Hz e f2 = 102 Hz, interferem entre si. A onda resultante tem uma frequência diferente daquelas que interferem entre si. Além disso, ocorre também uma modulação na amplitude da onda resultante, modulação esta que apresenta uma frequência característica fo. Essa oscilação na amplitude da onda resultante é denominada batimento. Pelos dados fornecidos, pode-se afirmar que a frequência de batimento produzida na interferência entre as ondas de freqüências f1 e f2 é:

a) 202 Hz

b) 101 Hz

c) 2,02 Hz

d) 2,00 Hz

e) 1,01 Hz

 

05) (UPE/2010) Um pulso ondulatório senoidal é produzido em uma extremidade de uma corda longa e se propaga em toda a sua extensão. A onda possui uma freqüência de 50 Hz e comprimento de onda 0,5m. O tempo que a onda leva para percorrer uma distância de 10m na corda vale, em segundos:
a) 0,2
b) 0,4
c) 0,6
d) 0,7
e) 0,9

 

06) (PASES-UFV) Um gerador de ondas produziu uma onda transversal de freqüência f = 20,0 Hz, numa corda na qual se encontra dependurado um anel. A figura abaixo ilustra um “flash” da propagação da onda, em um dado instante.
 

pulso ondas

 

Sabendo-se que v =l f, onde v e l são, respectivamente, o módulo da velocidade e o comprimento da onda, pode-se afirmar que, a partir deste instante:
a) a frente de onda e o anel levarão 0,20 s para atingir a extremidade.
b) a frente de onda e o anel atingirão a extremidade em 5,00 s e 2,50 s, respectivamente.
c) nem a frente de onda nem o anel atingirão a extremidade.
d) o anel atingirá a extremidade em 0,10 s, mas a frente de onda nunca atingirá a extremidade.
e) a frente de onda atingirá a extremidade em 0,20 s, mas o anel nunca atingirá a extremidade.

 

07)(UFLA) A experiência de Young, relativa aos fenômenos de interferência luminosa, veio mostrar que:
a) A interferência pode ser explicada independentemente da estrutura íntima da luz.
b) A interferência só pode ser explicada com base na teoria corpuscular da luz.
c) A interferência só é explicada satisfatoriamente através da teoria ondulatória da luz.
d) Tanto a teoria corpuscular quanto a ondulatória explicam satisfatoriamente esse fenômeno.
e) Nem a teoria corpuscular nem a ondulatória conseguem explicar esse fenômeno.

 

08)(UFRGS/2011) Um feixe de luz monocromática de comprimento de onda igual a 600 nm, propagando-se no ar, incide sobre um bloco de vidro cujo índice de refração é 1,5. O comprimento de onda e a frequência do  feixe que se propaga dentro do vidro são, respectivamente:
a) 400 nm e 5,0 x 1014 Hz.
b) 400 nm e 7,5 x 1014 Hz.
c) 600 nm e 5,0 x 1014 Hz.
d) 600 nm e 3,3 x 1014 Hz.
e) 900 nm e 3,3 x 1014 Hz.

 

09)(UFRGS/2010) Considere as seguintes afirmações sobre os fenômenos ondulatórios e suas características:
I. A difração ocorre apenas com ondas sonoras.
II. A interferência ocorre apenas com ondas eletromagnéticas.
III. A polarização ocorre apenas com ondas transversais.
Quais estão corretas?
a) Apenas I
b) Apenas II
c) Apenas III
d) Apenas I e II
e) I, II e III.

 

10)(UFRGS/2010) A figura abaixo representa dois pulsos produzidos nas extremidades opostas de uma corda.

exercicios_ondulatoria_pulso_onda

Assinale a alternativa que melhor representa a situação da corda após o encontro dos dois pulsos:

pulsos de onda viajando

 

11) (UERJ/2011)  A sirene de uma fábrica produz sons com frequência igual a 2 640 Hz.
Determine o comprimento de onda do som produzido pela sirene em um dia cuja velocidade de propagação das ondas sonoras no ar seja igual a 1.188 km / h.

 

12) (UFRJ/2011) Um brinquedo muito divertido é o telefone de latas. Ele é feito com duas latas abertas e um barbante que tem suas extremidades presas às bases das latas. Para utilizá-lo, é necessário que uma pessoa fale na “boca” de uma das latas e uma outra pessoa ponha seu ouvido na “boca” da outra lata, mantendo os fios esticados.
Como no caso do telefone comum, também existe um comprimento de onda máximo em que o telefone de latas transmite bem a onda sonora.

Sabendo que para um certo telefone de latas o comprimento de onda máximo é 50cm e que a velocidade do som no ar é igual a 340m/s, calcule a frequência mínima das ondas sonoras que são bem transmitidas pelo telefone.

telefone com fio lata

 

 

Gabarito: 1-a, 2-b, 3- (02+04+08=14) , 4-d, 5-b, 6-e, 7-c, 8-a, 9-c, 10-b, 11-0,125m, 12-680Hz

 

Vestibulando Web - Copyright 1999-2011. Todos os direitos reservados.
Quem Somos? | Publicidade | Política de Privacidade - Exercícios de ondulatória

Ponto.Br