Dicas de português

Agradeço os cumprimentos


Dicas de Português

Agradeço os cumprimentos

É isto que se faz: agradecemos os cumprimentos, as flores, a recomendação, e não pelos cumprimentos e pela recomendação.
O verbo agradecer tem dupla regência: é transitivo direto de coisa e indireto de pessoa. Em outros termos: você agradece alguma coisa [objeto direto] a alguém [objeto indireto]. Nem sempre é mencionada a pessoa a quem se agradece algo. Mas se precisar ou quiser mencioná-la, você a introduz com a preposição a, antes ou depois do objeto:
   - Agradeço ao senhor / à senhora as flores que me enviou.
   - Agradecemos a Deus as bênçãos recebidas.
   - Vou agradecer ao chefe sua carta de recomendação.
   - Todos quiseram agradecer o bom atendimento ao garçom.
Quando for o caso de substituir a pessoa/substantivo por um pronome pessoal, diga:
   - Agradeço-lhes a recomendação.
   - Devo agradecer-lhe os cumprimentos.
   - Agradecemos a ele o bom atendimento.
A introdução de ‘pelo’ na frase se explica porque é essa a preposição usada com os adjetivos ‘obrigado’ e semelhantes:
   - Muito obrigada pelas flores.
   - Estou agradecido por tudo.
   - Ficamos gratos por/pela sua compreensão.
Mas no caso do verbo agradecer, teríamos (do ponto de vista rigoroso da gramática, repito) dois objetos indiretos se disséssemos "Agradeço a V.Sa. pela recomendação".

Agradecimento com adjetivo e substantivo

Se quem agradece é homem, diz OBRIGADO; se é mulher, OBRIGADA. E quando o agradecimento parte de vários homens ou de várias mulheres? Usa-se o plural? Vejamos: "Vamos bem, obrigados."(?) ou "Muito obrigadas."(?) Fica estranho, sem dúvida. Não se recomenda. A saída para o grupo é fazer um rodeio, empregar outras fórmulas:
   - Estamos gratos/gratas.
   - Ficamos muito agradecidos.
   - Estamos reconhecidas pela homenagem.
   - Transmitimos a todos nossos agradecimentos / nosso reconhecimento / nossa gratidão.
Outra solução é substantivar a expressão "muito obrigado", que daí serve para homem e mulher ou homens e mulheres indistintamente:
   - A todos, o nosso muito-obrigado.
   - Recebam nosso muito-obrigado por tudo, exclamaram as garotas.
   - Gostaria de expressar (o) meu muito-obrigado.
Detalhe a observar: o uso do hífen quando se forma o substantivo composto. E sabe-se que se trata de um substantivo pela anteposição do artigo – que pode aparecer explicitamente ou ficar oculto – e do pronome possessivo.

*Maria Tereza de Queiroz Piacentini, autora dos livros "Português para Redação" e "Só Vírgula", é diretora do Instituto Euclides da Cunha,www.linguabrasil.com.br

Vestibulando Web - Copyright 1999-2011. Todos os direitos reservados.
Agradeço os Cumprimentos

Ponto.Br