Questões comentadas sobre Membrana Plasmática

Atualizada em: 24/05/2017

Prepare-se para o Enem e Vestibulares resolvendo questões sobre Membrana Plasmática

Membrana Plasmática

01) (UFRGS/2012) A membrana plasmática é uma estrutura que atua como limite externo da célula, permitindo que esta realize suas funções.

Com relação à membrana plasmática, considere as afirmações abaixo.

I. Sua estrutura molecular tem como componentes básicos lipídeos e proteínas.

II. Os fosfolipídeos apresentam uma região hidrofílica que fica voltada para o ambiente não aquoso.

III. O esteroide colesterol é um lipídio presente na membrana plasmática de células animais e vegetais.

Quais estão corretas?

A) Apenas I

B) Apenas II

C) Apenas I e III

D) Apenas II e III

E) I, II e III

02) (UFPI/2010) Observe o esquema representativo da membrana plasmática de uma célula eucariótica e marque a alternativa com informações corretas sobre o modelo mosaico fluido.

A) O mosaico fluido é descrito como uma bicamada de fosfolipídios (1), na qual as proteínas integrais (4) da membrana atravessam a bicamada lipídica. Os oligossacarídeos (2) estão fixados à superfície somente às proteínas, e o colesterol (5) age somente diminuindo a fluidez da membrana, de forma independente da sua composição em ácidos graxos.

B) As proteínas da membrana (3) estão incrustadas na dupla lâmina de colesterol, aderidas ou atravessando a membrana de lado a lado, como as proteínas transportadoras (4), que facilitam o transporte por difusão facilitada.

C) Os fosfolipídios (1) e os oligossacarídeos (2) que constituam o glicocálix estão associados às proteínas. As proteínas integrais (3) têm regiões polares que penetram na bicamada fosfolipídica, ao contrário das periféricas (4) que apresentam regiões apolares. O colesterol (5) pode somente aumentar a fluidez da membrana, não dependendo de outros fatores como a composição dos ácidos graxos.

D) Os fosfolipídios (1) conferem dinamismo às membranas biológicas e os oligossacarídeos (2) que constituem o glicocálix podem estar associados aos lipídios ou às proteínas. As proteínas integrais (3) têm regiões hidrofóbicas que penetram na bicamada fosfolipídica, ao contrário das periféricas (4) que apresentam regiões polares. O colesterol (5) pode aumentar ou diminuir a fluidez da membrana, dependendo de outros fatores como a composição dos ácidos graxos.

E) As proteínas da membrana estão incrustadas na dupla lâmina de fosfolipídios, aderidas (1) ou atravessando a membrana de lado a lado, como as proteínas periféricas (4), que facilitam o transporte por difusão facilitada. O colesterol (5) não interfere na fluidez da membrana, dependendo de outros fatores, como a composição dos ácidos graxos.

03) (CUSC/2014) A figura mostra um esquema da membrana plasmática.

Em relação às moléculas que integram a membrana, é correto afirmar que a letra indicada por

A) K permite a identificação de moléculas.

B) P é formada exclusivamente por aminoácidos.

C) R é formada por monossacarídeos.

D) L pode permitir a passagem de algumas substâncias.

E) J possui uma região apolar e polar.

04) (UFLA) Moléculas marcadas com um composto fluorescente são microinjetadas em uma célula epitelial. Dez minutos após a injeção, a presença dessas moléculas marcadas é detectada em células adjacentes não-injetadas. Essa observação constitui evidência de que essas células são unidas por

A) desmossomos

B) zonas de adesão

C) interdigitações

D) microvilosidades

E) junções do tipo “gap”.

05) (ENEM/2010) Para explicar a absorção de nutrientes, bem como a função das microvilosidades das membranas das células que revestem as paredes internas do intestino delgado, um estudante realizou o seguinte experimento:

Colocou 200 mL de água em dois recipientes. No primeiro recipiente, mergulhou, por 5 segundos, um pedaço de papel liso, como na FIGURA 1; no segundo recipiente, fez o mesmo com um pedaço de papel com dobras simulando as microvilosidades, conforme FIGURA 2. Os dados obtidos foram: a quantidade de água absorvida pelo papel liso foi de 8 mL, enquanto pelo papel dobrado foi de 12 mL.

Com base nos dados obtidos, infere-se que a função das microvilosidades intestinais com relação à absorção de nutrientes pelas células das paredes internas do intestino é a de:

A) manter o volume de absorção.

B) aumentar a superfície de absorção.

C) diminuir a velocidade de absorção.

D) aumentar o tempo de absorção.

E) manter a seletividade na absorção.

06) (CESGRANRIO) As células animais apresentam um revestimento externo específico, que facilita sua aderência, assim como reações a partículas estranhas, como, por exemplo, as células de um órgão transplantado. Esse revestimento é denominado:

A) membrana celulósica.

B) glicocálix

c) microvilosidades

D) interdigitações

E) desmossomos.

07) (UERJ/2017) Os diferentes tipos de transplantes representam um grande avanço da medicina. Entretanto, a compatibilidade entre doador e receptor nem sempre ocorre, resultando em rejeição do órgão transplantado. O componente da membrana plasmática envolvido no processo de rejeição é:

A) colesterol

B) fosfolipídeo

C) citoesqueleto

D) glicoproteína

Gabarito das Questões comentadas sobre Membrana Plasmática

01) I. Verdadeiro.

II. Falsa. A porção que fica voltada para o ambiente não aquosa é a hidrofóbica da molécula de fosfolipídio.

III. Falsa. Não ocorre colesterol em células vegetais.

Resp.: A

02) A membrana plasmática é formada por uma dupla camada de fosfolipídios, onde encontram-se mergulhadas moléculas de proteínas. Há proteínas integrais, com regiões hidrofóbicas, responsáveis pelo adentramento da proteína na bicamada lipídica, também hidrofóbica.  Associadas às moléculas de lipídios e às proteínas, no caso de células animais, encontram-se moléculas de açúcares, constituintes do glicocálix. Na membrana de células animais também ocorre colesterol, que reduz ou aumenta a fluidez da membrana de acordo, por exemplo, com a temperatura.

Resp.: D

03) Na figura, a letra L corresponde a uma proteína integral (atravessa a membrana). Em muitas situações, como no transporte ativo e na difusão facilitada, o transporte de substâncias pela membrana ocorre com a participação de proteínas.

Resp.: D

04) Os desmossomos, as interdigitações e as zonas de adesão são modificações (especializações) na membrana que aumentam a adesão entre as células.
As microvilosidades são evaginações da membrana, comuns em células do epitélio intestinal, cuja função é aumentar a área de absorção. As junções do tipo “gap” são formadas por proteínas (conexinas); pelo poro formado pela união de duas conexinas ocorre passagem de material de uma célula a outra.

Resp.: E

05) As microvilosidades são especializações da membrana que aumentam a área de absorção, conforme mostrado na figura da questão.

Resp.: B

06) O aumento da aderência entre duas células animais adjacentes pode ocorrer devido ao glicocálix, um revestimento de açúcares localizado externamente à membrana plasmática. Ele também protege a célula contra agressões químicas e mecânicas, reconhece o que é do organismo e aquilo que não é (ação antigênica), tem ação enzimática e ainda promove a inibição por contato (o contato físico entre duas células de um mesmo tecido dispara sinais químicos que inibem a mitose).

Resp.: B

07) O reconhecimento celular é feito pelo glicocálix, uma malha de açúcares (glicoproteínas e glicolipídios) localizada externamente à membrana plasmática. É a chamada ação antigênica, realizada pelo glicocálix.

Resp.: D

Fique atento às datas e cronogramas do Enem, SiSU e ProUni, pois são curtos os prazos de inscrições. Participe de nossas redes sociais e tenha acesso a vários materiais importantes: Facebook, Google+ e Twitter. Compartilhe este material.

Recomendamos para você
Comentários