Questões comentadas sobre Reino Monera

Atualizada em: 20/05/2017

Prepare-se para o Enem e Vestibulares resolvendo questões sobre Reino Monera.

Reino Monera

01) (CULTURA INGLESA/2014.2) Antibiogramas são exames de diagnóstico que conseguem testar a sensibilidade da bactéria causadora a infecção em um indivíduo e, consequentemente, o antibiótico mais indicado para o seu tratamento. Para obter um antibiograma, uma suspensão de bactérias de cultivo recente é inoculada na superfície de uma placa de ágar, à qual são adicionados discos de papel impregnados com concentrações iguais de antibióticos. Após a incubação em estufa, analisa-se o padrão de crescimento ou inibição ao redor de cada disco.

(www.interlabdist.com.br. Adaptado.)

A figura mostra o resultado de um antibiograma obtido na investigação de uma rinite causada por bactérias.

De acordo com os resultados mostrados no antibiograma, os antibióticos mais indicados para o tratamento dessa rinite são

A) 1 e 4

B) 2 e 6

C) 3 e 5

D) 2 e 3

E) 5 e 6

02) (Pequeno Príncipe/2016) Leia o texto a seguir, publicado na revista Superinteressante

O que arde nem sempre cura

A água oxigenada prejudica a cicatrização de um corte? Sim. No geral, o melhor é deixar o corpo cuidar sozinho do fechamento do talho. Basta limpar bem o local com água ou soro fisiológico, receita a cirurgiã plástica Lydia Massako Ferreira, da Universidade Federal de São Paulo. A ideia, muito difundida, de que substâncias que fazem a pele arder são boas para a cicatrização é errada. Elas agridem quimicamente a ferida e só devem ser usadas se há risco de infecção, aconselha Lydia. Assim, um corte com lâmina ou um joelho ralado no cimento não precisam mais do que uma boa lavada. A água oxigenada atrapalha a formação das fibras de colágeno que vão preencher o corte, avisa a dermatologista Núbia Rossetti. Ferimentos feitos com objetos enferrujados pedem cuidado maior. Nesses casos, a água oxigenada e outros antissépticos ajudam, mas deve ser avaliada a necessidade também de uma vacina antitetânica. Todas essas substâncias devem ser usadas, com certeza, quando já existe infecção, pois matam os microrganismos.

Disponível em: <http://super.abril.com.br/comportamento/o-que-arde-nem-sempre-cura>. Acesso em: 06/05/2016.

O texto relata que o uso de água oxigenada (peróxido de hidrogênio) em ferimentos não é interessante, pois sua oxidação poderia roubar elétrons das moléculas de colágeno produzidas pelos fibroblastos, atrapalhando a cicatrização do ferimento. Ainda assim, muitas pessoas utilizam a água oxigenada em ferimentos, buscando seu poder antisséptico. A água oxigenada possui essa ação porque

A) a reação química promovida pela catalase decompõe o peróxido de hidrogênio e isso afeta as bactérias anaeróbias.

B) os peroxissomos bacterianos não toleram a presença do peróxido de hidrogênio e isso leva à morte bacteriana.

C) a decomposição química do peróxido de hidrogênio acidifica a região, levando as bactérias aeróbicas à morte.

D) a catalase bacteriana decompõe a água oxigenada e o oxigênio liberado oxida a parede celular da bactéria,destruindo-a.

E) o peróxido de hidrogênio é uma substância existente no sistema imunológico e é sinalizadora para que macrófagos fagocitem as bactérias do ferimento.

03) (UECE/2016.2) As bactérias são seres unicelulares, procariotos, que têm formas de vida do tipo isolada ou em agrupamentos variados do tipo coloniais. Embora esses seres celulares sejam considerados pelo senso comum como “micróbios perigosos”, há muitas espécies importantes para o equilíbrio dinâmico dos seres vivos e destes com o meio ambiente. Assim sendo, muitos estudos e pesquisas são desenvolvidos na área da microbiologia, para melhor conhecer a maquinaria biológica das bactérias. Sobre a citologia bacteriana, é correto afirmar que

A) moléculas de DNA que ficam ligadas ao cromossomo bacteriano e costumam conter genes para resistência a antibióticos são denominadas de plasmídeos.

B) o capsídeo bacteriano, também conhecido como membrana celular, é constituído por substância química, exclusiva das bactérias, conhecida como mureína.

C) os pneumococos, bactérias causadoras de pneumonia, são espécies de bactérias que possuem, externamente à membrana esquelética, outro envoltório, mucilaginoso, denominado de cápsula.

D) externamente à membrana plasmática existe uma parede celular ou membrana esquelética, de composição química específica de bactérias — o ácido glicol.

04) (FUVEST/2010) Considere as seguintes características atribuídas aos seres vivos:

I. Os seres vivos são constituídos por uma ou mais células.

II. Os seres vivos têm material genético interpretado por um código universal.

III. Quando considerados como populações, os seres vivos se modificam ao longo do tempo.

Admitindo que possuir todas essas características seja requisito obrigatório para ser classificado como “ser vivo”, é correto afirmar que

A) os vírus e as bactérias são seres vivos, porque ambos preenchem os requisitos I, II e III.

B) os vírus e as bactérias não são seres vivos, porque ambos não preenchem o requisito I.

C) os vírus não são seres vivos, porque preenchem os requisitos II e III, mas não o requisito I.

D) os vírus não são seres vivos, porque preenchem o requisito III, mas não os requisitos I e II.

E) os vírus não são seres vivos, porque não preenchem os requisitos I, II e III.

05) (UFG 2012.2) As bactérias, ao se reproduzirem assexuadamente, originam dois indivíduos do mesmo tamanho e geneticamente idênticos. Já alguns levedos, para se reproduzirem, emitem uma pequena expansão na superfície da célula, que cresce e posteriormente se destaca, formando um novo indivíduo também geneticamente igual. Os dois tipos de reprodução descritos são, respectivamente,

A) cissiparidade e conjugação.

B) cissiparidade e brotamento.

C) fragmentação e gemiparidade.

D) conjugação e esporulação.

E) conjugação e cissiparidade.

06) (PISM/2011) “A presença de cianotoxinas em mananciais de abastecimento público tem se tornado um problema crescente no Brasil e existe uma preocupação, tanto dos governantes quanto da opinião pública, de que estas toxinas possam afetar a saúde humana, seja através do consumo de água contaminada, seja através do consumo de pescado. A ocorrência de casos de contaminação de humanos por água de abastecimento público já é um fato no Brasil, como a tragédia ocorrida em Caruaru (PE) em 1996 e um episódio de intoxicação de pacientes de hemodiálise no Rio de Janeiro em 2001”.

FERRÃO-FILHO. A.S. et al. Florações de cianobactérias tóxicas no Reservatório do Funil: dinâmica sazonal e consequências para zooplâncton. Oecologia brasiliensis, Rio de Janeiro, v. 13, n. 2, p. 346-365, fev. 2009.

As cianotoxinas são substâncias tóxicas produzidas por cianobactérias. Sobre cianobactérias, é CORRETO afirmar que

A) são sempre organismos marinhos.

B) não fixam nitrogênio, pois não habitam os solos.

C) são autótrofas fotossintetizantes, com clorofila a como pigmento principal.

D) estão incluídas no Reino Plantae, uma vez que cianobactérias ancestrais deram origem aos vegetais terrestres.

E) são organismos eucariontes autótrofos.

07)(PUC-RS/2015) Pesticidas do tipo bactericidas destroem procariotos por meio de diversos mecanismos: afetando a estrutura de _________, o agente inibe a formação da parede celular; destruindo _________, a toxina impede diretamente a síntese proteica; e, alterando enzimas transcricionais, a droga bloqueia a formação imediata de _________.

A) desmossomos – íntrons – RNA.

B) desmossomos – ribossomas – ATP.

C) glicocálix – fosfolipídeos – dupla hélice.

D) peptidoglicanos – ribossomas – RNA.

E) peptidoglicanos – fosfolipídeos – dupla hélice.

Gabarito das Questões comentadas sobre Reino Monera

01) Os halos escuros representam lugares onde as bactérias não se desenvolveram. Assim, analisando os resultados da placa, os antibióticos mais eficientes foram o de número 2 e o de número 6.

Resp.: B

02) Com a degradação da água oxigenada ocorre liberação de gás O2, letal para as bactérias anaeróbias estritas como, por exemplo, a bactéria causadora do tétano (Clostridium tetani).

Resp.: A

03) Em certas bactérias, além do cromossomo bacteriano, pode haver um DNA extracromossômico, denominado plasmídeo. Ele não contém genes essenciais à bactéria, mas, possui genes relacionados à resistência a antibióticos.

Resp.: A

04) Os vírus são organismos acelulares, logo, não se enquadram no item I. Tanto vírus como bactérias possuem um material genético e sofrem mutações. Assim, os itens II e III são válidos tanto para vírus como para bactérias, enquanto o item I é válido somente para bactérias.

Resp.: C

05) A forma de reprodução bacteriana descrita no texto é a cissiparidade (divisão binária simples). Já o processo citado, que ocorre em leveduras, é o brotamento, um processo assexuado que se caracteriza pela formação de um broto lateral.

Resp.: B

06) As cianobactérias são organismos procariontes, autótrofos. Possuem clorofila a  como principal pigmento fotossintetizante. Esse pigmento localiza-se em dobras da membrana, chamadas lamelas, dispostas no citoplasma.

Resp.: C

07) A parede celular das bactérias é constituída por peptoglicanos (açúcares + poucos aminoácidos). Muitos antibióticos atuam em nível de ribossomos, inibindo a síntese de proteínas bacterianas, muitas das quais, integrantes da parede celular.

Resp.: D

Fique atento às datas e cronogramas do Enem, SiSU e ProUni, pois são curtos os prazos de inscrições. Participe de nossas redes sociais e tenha acesso a vários materiais importantes: Facebook, Google+ e Twitter. Compartilhe este material.

Recomendamos para você
Comentários