Questões sobre Populações

Atualizada em: 25/03/2018

Populações. Simulado com questões atualizadas e comentadas de biologia sobre Populações.

01) (UEA/2015)  No início do mês de março deste ano, chegaram ao Brasil as ararinhas-azuis Carla e Tiago, que são irmãos.
Depois de cumprir quarentena, foram levados para um criatório onde estão outras nove ararinhas-azuis. A espécie é considerada extinta na natureza, existindo apenas 93 animais em cativeiro. (www.brasil.gov.br. Adaptado.)

O maior desafio para a reintrodução da ararinha-azul na natureza é

A) a recuperação da variabilidade genética, que se encontra reduzida nesta pequena população.

B) a adaptação aos diferentes tipos de alimento que não se encontram disponíveis em cativeiro.

C) a presença de diversas espécies predadoras no ambiente onde deverão ser soltas.

D) a inexistência de nichos ecológicos específicos que permitam boa adaptação dessas aves.

E) o desenvolvimento de características específicas para a adaptação dessas aves ao seu novo ambiente.

02) (UFRGS/2017)  Observe o gráfico abaixo, que representa o crescimento populacional de uma espécie animal, em que x corresponde ao tamanho populacional e t, ao tempo.

Em relação a essa população, é correto afirmar que

A) ela vive em um ambiente com recursos ilimitados.

B) a sua estabilidade ocorre, quando não há mais predadores.

C) a sua estabilidade ocorre, quando atinge o limite máximo de indivíduos.

D) a resistência do meio não influencia sua densidade.

E) o seu índice de mortalidade é zero.

03) (CESMAC/2014.2) O equilíbrio das populações de organismos no Planeta é fundamental para a manutenção da diversidade biológica. Sobre este tema, analise o gráfico de crescimento populacional abaixo.

Considerando este gráfico, é correto afirmar que:

A) em condições ideais, a curva de potencial biótico (1) demonstra a capacidade da população em crescer indefinidamente.

B) o crescimento real da população (2) é geralmente rápido, pois independe de fatores de resistência ambiental.

C) a resistência do meio (3) é calculada pelo tamanho populacional máximo suportado pelo ambiente.

D) a capacidade de carga do ambiente (4) é influenciada pela disponibilidade de alimento e espaço, que independe de competição ou predatismo.

E) o número máximo de indivíduos que uma população pode produzir ao longo do tempo é sempre inferior ao de seus predadores.

04) (FUVEST/2017)  A figura representa a estrutura de três populações de plantas arbóreas, A, B e C, por meio de pirâmides etárias. O comprimento das barras horizontais corresponde ao número de indivíduos da população em cada estágio, desde planta recém-germinada (plântula) até planta senescente

A população que apresenta maior risco de extinção, a população que está em equilíbrio quanto à perda de indivíduos e a população que está começando a se expandir são, respectivamente,

A) A, B, C.

B) A, C, B.

C) B, A, C.

D) B, C, A.

E) C, A, B.

05) (UFSJ/2010-2)  A interrupção da pesca em determinados períodos do ano, prática conhecida como defeso, é adotada como medida para evitar a redução das populações de peixe e garantir a exploração do pescado. Durante o período, o pescador profissional, tem direito ao benefício do seguro desemprego conforme previsto no Art. 1º da Lei nº 10.799, de 25 de novembro de 2003. Do ponto de vista da sustentabilidade, é CORRETO  afirmar que:

A) o ambiente marinho, por ser mais estável, apresenta grande produtividade primária, o que garante uma taxa de natalidade constante independente da taxa de mortalidade. Portanto, o defeso só é necessário na pesca fluvial.

B) a interrupção da pesca no período do defeso provoca diretamente o aumento da taxa de natalidade, o que, por sua vez, leva à redução da mortalidade, garantindo a manutenção das populações de peixe.

C) a interrupção da pesca no período de defeso reduz a taxa de mortalidade dos peixes adultos, possibilita maior número de acasalamentos e, consequentemente, aumento da natalidade.

D) existe relação direta ou indireta entre o defeso e o aumento da natalidade, sendo, portanto, apenas uma medida assistencialista para permitir ao pescador acesso ao seguro desemprego durante o período de interrupção da pesca.

06) (PISM/2014) O crescimento de uma população é resultante da natalidade, da mortalidade e de migrações. Comparando a dinâmica de uma população animal (borboleta da espécie Agraulis vanilla) à de uma população vegetal (ipê amarelo Tabebuia alba), temos como alternativa INCORRETA, no que se refere à taxa de mortalidade por predação:

A) Em ambas as populações, é variável de acordo com seus ciclos de vida.

B) Em ambas as populações, pode variar de acordo com a época do ano.

C) Na população de borboleta, é maior nas primeiras etapas do ciclo de vida.

D) Em ambas as populações, dependerá do número de indivíduos de seus predadores.

E) Na população de ipê, sempre será constante, pois seus indivíduos não conseguem fugir (locomover) de seus predadores.

07) (UEFS/2017)

O gráfico ilustrado apresenta três curvas gerais de sobrevivência para diferentes espécies de organismos.

Os organismos que apresentam a curva A, B e C, respectivamente, são

A) rato, tartaruga e seres humanos.

B) ostra, ser humano e tartaruga.

C) ser humano, ostra e tartaruga.

D) tartaruga, camundongo e ser humano.

E) camundongo, galinha e tartaruga.

08) (ENEM) O crescimento da população de uma praga agrícola está representado em função do tempo, no gráfico ao lado, onde a densidade populacional superior a P causa prejuízo à lavoura.

No momento apontado pela seta 1, um agricultor introduziu uma espécie de inseto que é inimigo natural da praga, na tentativa de controlá-la biologicamente.

No momento indicado pela seta 2, o agricultor aplicou grande quantidade de inseticida, na tentativa de eliminar totalmente a praga.

A análise do gráfico permite concluir que

A) se o inseticida tivesse sido usado no momento marcado pela seta 1, a praga teria sido controlada definitivamente, sem necessidade de um tratamento posterior.

B) se não tivesse sido usado o inseticida no momento marcado pela seta 2, a população de praga continuaria aumentando rapidamente e causaria grandes danos à lavoura.

C) o uso do inseticida tornou-se necessário, uma vez que o controle biológico aplicado no momento 1 não resultou na diminuição da densidade da população da praga.

D) o inseticida atacou tanto as pragas quanto os seus predadores; entretanto, a população de pragas recuperou-se mais rápido voltando a causar dano à lavoura.

E) o controle de pragas por meio do uso de inseticidas é muito mais eficaz que o controle biológico, pois os seus efeitos são muito mais rápidos e têm maior durabilidade

Gabarito das Questões sobre Populações

01) O tamanho muito reduzido da população acaba promovendo um cruzamento entre apenas os poucos indivíduos existentes, o que leva a uma redução da variabilidade genética da população.

Resp.: A

02) A curva apresentada é a sigmoide, clássica do crescimento populacional em condições reais, ou seja, com influência da resistência ambiental. Observa-se no gráfico que após um tempo o número de indivíduos estabiliza, muito próximo à linha pontilhada, que indica a capacidade de carga do meio, ou seja, o número máximo de indivíduos que o meio suporta.

Resp.: C

03) A curva indicada por 1 (uma curva exponencial) indica a capacidade de crescimento de uma população em condições ideias, ou seja, na ausência de resistência do meio (ausência de predadores, de parasitas, clima favorável, sem competição...).

Resp.: A

04) A população com maior risco de extinção é aquela que apresenta o menor número de jovens e o maior número de adultos e velhos; no caso, a população B.
A população que está em equilíbrio é aquela cuja pirâmide populacional é normal, com base larga e ápice mais estreita, indicada pela C. A população que está começando a se expandir é aquela em que há muitos jovens e poucos indivíduos adultos e velhos; no caso, A.

Resp.: E

05) Com o defeso, indivíduos adultos, que seriam capturados para o comércio e alimentação são preservados e, assim, podem reproduzir-se, o que garante a manutenção da espécie. É aplicada a espécies fluviais e marinhas; um bom exemplo de defeso marinho é a interrupção da pesca da lagosta em determinada época do ano.

Resp.:

06) A taxa de predação, tanto em borboletas como nos ipês, dependerá da época do ano, do número de predadores, da fase do ciclo de vida em que se encontram (no caso das borboletas é muito maior na fase de larva).

Resp.: E

07) A curva A refere-se a uma espécie de elevada taxa de mortalidade de jovens como, por exemplo, em tartarugas. A curva B mostra uma espécie cuja taxa de mortalidade não sofre grandes variações em função da idade do indivíduo (ex.: camundongos). Já a curva C refere-se a uma espécie que apresenta uma baixa taxa de mortalidade infantil, como na espécie humana.

Resp.: D

08) Após aplicação do inseticida, observa-se que a população da praga aumentou acentuadamente. Provavelmente o inseticida eliminou tanto a praga como o predador; contudo, a população da praga recuperou mais rapidamente.

Resp.: D

Fique atento às datas e cronogramas do Enem, SiSU e ProUni, pois são curtos os prazos de inscrições. Participe de nossas redes sociais e tenha acesso a vários materiais importantes: FacebookGoogle+ e Twitter. Compartilhe este material.

Recomendamos para você
Comentários