Vestibulandoweb

A opção Certa!


Palavra do Professor


"Aprender é descobrir aquilo que você já sabe. Ensinar é lembrar aos outros que eles sabem tanto quanto você!"


"Não há saber mais ou saber menos: Há saberes diferentes!"

- Paulo Freire

"Se não puder se destacar pelo talento, vença pelo esforço!"

- Dave Weinbaum

"Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância!"

- Sócrates

"Triste não é mudar de idéia. Triste é não ter idéia para mudar!"

- Francis Bacon


Engenharia Fisica

É a aplicação de conhecimentos da Física na pesquisa e no desenvolvimento de materiais e tecnologias. É uma profissão muito nova no Brasil. A primeira turma formou-se em 2004. Com profundo conhecimento de Física, esse profissional faz a ponte entre as várias áreas da ciência e as tecnologias modernas, como os supercondutores. Pode criar, desenvolver e aplicar dispositivos que utilizam raios laser em equipamentos médicos e biomédicos. Nas indústrias química e petroquímica, projeta e testa novos equipamentos. Pode atuar, ainda, nas áreas de eletrônica, ótica linear e não linear, novos materiais, energia e meio ambiente.

Mercado de Trabalho

Está em alta o mercado para o engenheiro físico. Como ainda existem poucos profissionais com essa graduação no Brasil, muitas vezes faltam candidatos para preencher vagas. Por ter uma formação generalista, ele se encaixa em diversos setores, principalmente nos de meio ambiente, energia, tecnologia, finanças, medicina, logística e transporte. Mas sua atuação se estende a outras áreas, como a financeira, que demanda conhecimento aprofundado de matemática; tecnologia da informação, que envolve aplicações de software e hardware; telecomunicações; e indústria farmacêutica. Citibank, Unibanco, Siemens, Motorola, Votorantim, Alcoa e Petrobras são exemplos de empresas com espaço para esse profissional, cujas habilidades estão diretamente ligadas à pesquisa e ao desenvolvimento tecnológico. Na indústria de equipamentos médicos, as chances de colocação também aumentam.

Esse engenheiro é procurado para trabalhar tanto na parte de desenvolvimento e criação de novas soluções, em que coloca as técnicas da física a serviço da medicina, como no setor de vendas. As regiões Sul e Sudeste são consideradas as mais promissoras por causa da grande concentração de empresas e indústrias, mas a demanda pelo especialista cresce ainda no Nordeste.

Salário médio inicial: R$ 2.300

O Curso

O curso oferece uma formação abrangente e tem disciplinas de várias áreas do conhecimento. Das ciências humanas, por exemplo, o aluno estuda filosofia da ciência e sociologia do trabalho. Ele também recebe uma sólida formação em ciência básica por meio do estudo de matemática, física e química. O currículo de boa parte dos cursos dá ao estudante a possibilidade de concentrar sua formação em setores específicos, como materiais, eletrônica e mecânica, conforme seu interesse. O estágio profissional é obrigatório e deve ser cumprido no penúltimo semestre de curso, em período integral. Exige-se ainda uma monografia de conclusão de curso. Duração média: cinco anos.

O que você pode fazer?

Energia 
Produzir equipamentos, componentes e tecnologias de captação e transmissão de energia solar, elétrica e nuclear. 

Meio ambiente 
Desenvolver dispositivos e técnicas para monitoramento e controle das condições ambientais. 

Novos materiais 
Criar e utilizar novos materiais para sensores e atuadores (magnéticos, elétricos e óticos) e para sistemas microeletrônicos. 

Ótica linear e não linear 
Desenvolver e aplicar dispositivos óticos para uso nas telecomunicações, em pesquisas e na medicina. 

Supercondutores 
Criar e projetar materiais e dispositivos a partir de cerâmicas supercondutoras para aplicações industriais e biomédicas.


Recomende a Vestibulando Web aos seus amigos

Seu nome:
Seu e-mail:
Nome do seu amigo:
E-mail do seu amigo:
Mensagem:

Vestibulando Web - Copyright 1999-2010. Todos os direitos reservados.

Ponto.Br