Barragem da Vale se rompe em Brumadinho (MG)

Por Atualizado em 25/01/2019 17:47

O Brasil vivenciou nesta sexta-feira, dia 25 de janeiro de 2019, mais um desastre ambiental em Minas Gerais. Em nota a mineradora Vale confirmou o rompimento da barragem na região de Mário Campos e Córrego do Feijão, no município de Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O acidente ocorre três anos após a tragédia de Mariana, o maior desastre ambiental do país que deixou 19 mortos.

Nas redes sociais, a prefeitura da cidade publicou um alerta para que a população não fique perto do leito Rio Paraopeba. Moradores informam que acessos à cidade estão fechados.

Veja vídeos do rompimento da barragem de Brumadinho

 

 

 

 

Segundo informações preliminares, a barragem que se rompeu é usada para recirculação de água da planta e contenção de rejeitos em eventos de emergência. No site da Vale, consta que ela tem cerca de um milhão de metros cúbicos. Em Mariana, foram 43,7 milhões de m³ de lama.

A nota informa que havia empregados na área administrativa, indicando a possibilidade, ainda não confirmada, de vítimas. Parte da comunidade da Vila Ferteco também foi atingida.

O Corpo de Bombeiros e Defesa Civil estão mobilizados no local para minimizar danos. De acordo com a Agência Nacional de Águas (ANA), a barragem de Brumadinho tinha baixo risco de acidente, mas alto potencial de danos.

“Ainda não há confirmação sobre a causa do acidente. A prioridade máxima da empresa, neste momento, é apoiar nos resgates para ajudar a preservar e proteger a vida de empregados, próprios e terceiros, e das comunidades locais”, diz a Vale na nota.

As barragens do Feijão e da Jangada, que integram o Complexo de Paraopeba, tinham ao menos 700 funcionários, segundo informou a Vale em um texto publicado em seu site em fevereiro do ano passado.

“A área administrativa da mina está dentro da Zona de Autossalvamento e por esse motivo foram realizadas reuniões de alinhamento e orientação com os empregados para apresentar as ações de otimização de nosso Plano de Ação de Emergência de Barragens de Mineração (PAEBM), realizadas ao longo do último ano”, informava a Vale no texto de fevereiro, em que cita o número de 709 funcionários que teriam participado ao todo das 13 reuniões.

Atividade do Estado de Minas Gerais

O governo do Estado de Minas Gerais informou que enviou uma força-tarefa para acompanhar e tomar as primeiras medidas. O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, determinou o envio de equipes de emergência do Ibama e grupos de coordenação de trabalho do ministério para Brumadinho.

Comparativo com o acidente de Mariana

No desastre de Mariana em 2015, foram despejados cerca de 43,7 milhões de m³ de lama, volume próximo do Pão de Açúcar, vazaram de instalações da mineradora no maior desastre ambiental do Brasil. O acidente ocorreu no dia 5 de novembro. Dezenove pessoas morreram, e cidades da região sofrem até hoje com os efeitos dos detritos tóxicos espalhados pelo mar de lama.

Fotos do desastre ambiental em Brumadinho

Barragem se rompe em Brumadinho, na Grande BH – Imagens aéreas dos bombeiros. (Foto: Divulgação/CBMMG)

Uma aenorave dos bombeiros sobrevoa a área afetada . (Foto: Divulgação/CBMMG)

Moradores informam que todos os acessos a cidade estão fechados. (Foto: Divulgação/CBMMG)

Barragem da Vale se rompe em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte. (Foto: Reprodução/Agência O Globo)

Instituto Inhotim

O Instituto Inhotim informou que, por segurança, está evacuando o museu. “Aguardamos informações oficiais sobre o rompimento da barragem”, informou o instituto, por meio de seu perfil na rede social Twitter.

Com 14 hectares de visitação, o parque, localizado no próprio município de Brumadinho, conta com um dos mais importantes acervos de arte contemporânea do país, além de uma coleção de espécies raras de todos os continentes.

Parque de Inhotim parque conta com um dos mais importantes acervos de arte contemporânea do país (Foto: Rafael L G Motta/Reprodução Facebook)


O portal VestibulandoWeb é um portal de educação dedicado à preparação para Vestibular e Enem. Contribuímos, também, com divulgação de informações sobre inscrições, Fies, Sisu, Prouni, Encceja. Criamos materiais, divulgamos provas e questões comentadas. Ajude-nos a criar e divulgar novos materiais. » APOIAR ESTA INICIATIVA


Comentários