Como saber se eu tenho direito ao PIS 2022; confira

Todos os anos, milhões de brasileiros aguardam ansiosamente pelos pagamentos do PIS. Porém, especialmente para quem está recebendo o benefício pela primeira vez, é comum ficar com aquela dúvida: Como saber se eu tenho direito ao PIS 2022?

Mas atenção! Não adianta ficar com essa dúvida no ar sem procurar por uma solução. Nesse sentido, o cidadão precisa buscar as informações corretas para saber se, de fato, ele tem direito a receber o benefício ou não. Afinal, no caso de ter direito, este é um valor adicional que pode ajudar – e muito – no orçamento mensal do trabalhador. Ao menos, no mês em que ele vai receber o dinheiro.

Logo a seguir, veja como é fácil saber se você tem, ou não, direito a receber os valores do PIS 2022.

O que é o PIS?

Hoje em dia, o PIS é o maior programa de iniciativa do Governo Federal com o objetivo de beneficiar os trabalhadores que são empregados por empresas privadas. É também chamado de Abono Salarial.

É conhecido como se fosse o 14º salário para muitos trabalhadores que são registrados em CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas). Ou seja, de carteira assinada.

Nesse sentido, é muito importante ressaltar que, ao ter a sua carteira assinada pela primeira vez, o empregador precisa cadastrar o seu funcionário no programa do PIS. E dessa forma, ao estar dentro dos requisitos que são estabelecidos pelas leis trabalhistas do Brasil, o trabalhador vai receber o seu Abono Salarial do PIS a cada ano, desde que continue a estar trabalhando de carteira assinada, e não informalmente ou como pessoa jurídica (CNPJ).

Como saber se tenho direito ao PIS 2022?

Em primeiro lugar, para se ter direito ao PIS, o trabalhador deve ter, no mínimo, 5 (cinco) anos registrados no programa.

Além disso, também tem direito a receber o PIS, todo trabalhador que trabalhou no ano anterior ao atual por, pelo menos, 30 (trinta) dias registrados em carteira. Esse tempo de 1 (um) mês trabalhado em carteira assinada já é o suficiente para receber o abono salarial do PIS.

Para que se tenha direito ao PIS, o trabalhador também deve ter uma renda per capita mensal de, no máximo, 2 (dois) salários mínimos, o que neste ano de 2022, corresponde ao valor de R$ 2.420 reais por mês. Ou seja, o trabalhador que contar com uma renda per capita que é maior do que R$ 2.420 reais mensais não tem direito a receber os valores anuais do PIS.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.