Como solicitar a aposentadoria no INSS?

De acordo com o Instituto Nacional do Seguro Social, o INSS, é possível solicitar a aposentadoria através de 4 canais diferentes, sendo eles: Telefone, Aplicativo, Site ou Pessoalmente.

Após o contribuinte ter preenchido todos os requisitos condicionados para a concessão de algum tipo de aposentadoria, seja ela por invalidez ou por idade, é possível que o requerimento seja feito de maneira simples e sem nenhum tipo de burocracia, por muitas vezes, até mesmo sem que haja a necessidade de o cidadão sair de sua casa e se deslocar até uma agência do INSS.

Quando o segurado decide que já está na hora de se aposentar, é importante que antes ele verifique quantas contribuições já fez, qual foram os valores de recolhimento, quais empresas trabalhou ao longo da vida.

Isto porque, cada contribuição conta para a concessão do benefício e para a soma do valor a ser disponibilizado á título de aposentadoria para o segurado da Previdência Social.

Essas informações mencionadas acima são contidas dentro do Extrato CNIS, que pode ser verificado através de download do documento pelo site oficial do INSS, através do aplicativo MEU INSS, ou ainda ser retirado diretamente nas agências do INSS.

É importante também verificar se as informações estão corretas, se os empregadores anteriores repassaram á Previdência Social os valores atualizados, se todos os trabalhos antigos estão com baixa em carteira. O extrato CNIS é basicamente todas as informações que a Carteira Profissional dispõe, em um único lugar, sem que haja a necessidade de ter todas em mãos.

Em casos em que os segurados executaram atividades que colocassem o trabalhador em risco prejudicial à saúde ou cidadãos que possuem o direito à aposentadoria rural, devem ter atenção quando aos documentos que o INSS solicita para a efetiva comprovação desses períodos.

Para fazer o requerimento da aposentadoria diretamente pelo site ou aplicativo oficial do INSS e, se já tiver cadastro, basta que o usuário ingresse com seu número de CPF e a senha. Na próxima tela, o contribuinte vai até a opção “aposentadoria” e escolha qual tipo vai solicitar, se é aposentadoria rural, por tempo de contribuição, por idade ou a aposentadoria da pessoa com deficiência.

Aqui, a informação correta é de extrema importância, pois de acordo com especialistas, se o trabalhador solicita um tipo de aposentadoria, mas, possui direito a outro, a falta de informação pode trazer prejuízo e até mesmo causar a negativa do INSS.

Já na tela de solicitação, após escolher o tipo de aposentadoria de acordo com o perfil do segurado, o INSS solicitará que o mesmo atualize os dados de contato para que não haja nenhum problema quando a autarquia precisar se comunicar com o trabalhador por algum meio de comunicação. Neste caso, é muito importante que os dados sejam inseridos de maneira correta e que estejam sempre atualizados, uma vez que, caso o INSS precise de algum documento complementar, é através desses dados que tentarão solicitar.

Essa tela de escolher a aposentadoria e atualizar os dados aparecem duas vezes durante a solicitação. Basta seguir adiante com o procedimento, clicando em avançar.

Na próxima tela, o INSS irá fazer uma série de perguntas para complementar o pedido, como: Tempo especial (quando o trabalhador exerceu atividades que causassem algum risco à saúde), se possui tempo de trabalho rural (no caso dos agricultores que trabalharam em regime informal), se o contribuinte possui algum tempo de trabalho no exterior (registrado em documentação, visto que a verificação deverá ser feita através do Ministério das Relações Exteriores), se o trabalhador exerceu atividade como professor,  em alguma área militar ou na iniciativa pública.

Em caso de assinalar alguma dessas alternativas e preencher alguma dessas condições, o INSS irá questionar se o candidato à aposentadoria autoriza a autarquia a alterar a data do pedido para a data em que o trabalhador preencheu as condições necessárias para se aposentar, para o caso de ainda não ter preenchido os requisitos, e também, o INSS pergunta se o segurado deseja requerer a pensão por morte. Escolha corretamente, o cidadão deverá escolher entre sim ou não para cada uma dessas perguntas.

Após responder todas os questionamentos, basta conferir os dados, escolher a agência que deseja receber o pagamento e aguardar que o pedido seja deferido.

Esse procedimento também pode ser feito por telefone, através do número 135, ou ainda, através das agências do INSS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.