Questões comentadas sobre histologia vegetal

Por Atualizado em 19/09/2019 15:54

01) (UNISC/2015) Os meristemas primários: procâmbio, meristema fundamental e protoderme originam, respectivamente, os seguintes tecidos vegetais:
A) parênquima, colênquima e esclerênquima, periderme, epiderme.
B) xilema e floema primários, epiderme, parênquima, colênquima e esclerênquima.
C) periderme, xilema floema secundários, parênquima, colênquima e esclerênquima.
D) xilema e floema primários, parênquima, colênquima e esclerênquima, epiderme.
E) felogênio, xilema e floema secundários, parênquima, colênquima e esclerênquima.

02) (UNIVAG/2014) O meristema é um tecido vegetal cujas células possuem alta capacidade de se dividir, dando origem aos diversos tecidos vegetais. Com relação a esse tecido e aos tipos de gemas por ele formados, é correto afirmar que
A) o meristema lateral, existente na maioria das eudicotiledôneas, é responsável pelo crescimento em espessura do caule dessas plantas.
B) o meristema apical, também localizado na raiz, tem seu desenvolvimento inibido pelo meristema lateral.
C) é composto por células indiferenciadas, as quais sofrem uma série de divisões celulares reducionais, promovendo crescimento das plantas.
D) o meristema subapical se localiza abaixo da epiderme e auxilia no crescimento do caule, estimulando seu meristema apical.
E) quando as células do meristema resultam da desdiferenciação de tecidos maduros, fala-se em meristema primário.

03) (Fupac/2015) Uma sobremesa  muito consumida no fim de ano aqui no Brasil é o “mingau de milho verde”, rico em carboidratos. Muitas pessoas gostam de acrescentar canela ao doce. Considerada como símbolo da sabedoria da antiguidade, a canela foi muito disputada por portugueses, holandeses e ingleses entre os séculos XVI e XVII.
A casca, que é utilizada como ingrediente, começa a soltar naturalmente da planta ( a árvore da qual é extraída pode atingir 9 m de altura) a partir do 3º ano de vida.

O principal tecido que compõe a parte da planta usada na alimentação é
A) epiderme
B) súber
C) xilema
D) esclerênquima
E) felogênio

04) (PUC-PR/2015) Em algumas plantas de interior, como a famosa “comigo-ninguém-pode”, após uma rega intensa, podemos observar que suas folhas “choram”, ou seja, começam a gotejar, o que comumente é uma explicação de “mau-olhado”. Um bom observador, entretanto, saberia que esse fenômeno está relacionado a uma estrutura da folha que elimina o excesso de água que a planta absorveu. Essa estrutura é o(a):
A) estômato.
B) lenticela.
C) plasmodesma.
D) hidatódio.
E) catafilo.

05) (São Lucas – RO/2016 – Medicina) As plantas apresentam tecidos de sustentação que têm a função de suportar as enormes pressões que estão sujeitas suas células. Um dos tipos de tecidos existentes que se encarrega da sustentação em folhas e caules em crescimento ou em órgãos adultos de plantas de porte pequeno, como as herbáceas, é conhecido por:
A) Colênquima.
B) Parênquima.
C) Aerênquima.
D) Clorênquima.
E) Esclerênquima.

06) (FPS/2018)  Nas angiospermas, os tecidos derivados dos meristemas primários são denominados tecidos primários. Em relação a esses tecidos, marque a alternativa incorreta.
A) A epiderme é geralmente uniestratificada, formada por células justapostas, achatadas, aclorofiladas e com grande vacúolo.
B) Os parênquimas são formados por células vivas, com parede celular delgada, e desempenham várias funções, como preenchimento de espaço, assimilação e reserva.
C) O colênquima é formado por células vivas, geralmente alongadas e com paredes espessadas de forma desigual, e é considerado um tecido de sustentação da planta.
D) O esclerênquima é um tecido de sustentação da planta formado por células vivas, com parede celular espessada principalmente pelo depósito de lignina.
E) O xilema é responsável pelo transporte da seiva bruta (água e sais minerais) e o floema é um tecido condutor de seiva elaborada (rica em substâncias orgânicas derivadas da fotossíntese).

07) (PUC-Campinas/2013) De cada um dos troncos de árvores de uma pequena alameda foi retirado um anel completo de sua casca. Depois de certo  tempo verificou-se que essas árvores morreram. O primeiro efeito, após a retirada do anel de casca, foi a
A) interrupção do fluxo de seiva elaborada para as raízes.
B) interrupção do fluxo de seiva bruta para as folhas.
C) morte das raízes por falta de nutrientes orgânicos.
D) cessação de absorção devido à morte das raízes.
E) cessação da fotossíntese devido à falta de “matéria-prima”.

08) (Fatec/2018)  As madeiras continuam sendo, no século XXI, um dos recursos naturais mais explorados pela humanidade.
Em decorrência da grande demanda por serviços ofertados por construtoras e mobiliárias, essas empresas buscam certificações que as qualifiquem, no mercado, perante as concorrentes.
Para obter certificação internacional, uma empresa precisa demonstrar que os produtos de madeira que comercializa são obtidos de reflorestamentos com plantas nativas. Assim sendo, considere que uma empresa brasileira venda móveis fabricados com a madeira representada na figura, que essa empresa alega ter vindo de um reflorestamento no estado do Tocantins.

A comercialização desses móveis
A) permitiria que a empresa obtivesse o certificado, já que a madeira apresenta alburno típico do crescimento primário de fanerógamas temperadas, que são nativas do Tocantins.
B) permitiria que a empresa obtivesse o certificado, já que a madeira apresenta alburno típico do crescimento secundário de briófitas temperadas, que são nativas do Tocantins.
C) permitiria que a empresa obtivesse o certificado, já que a madeira apresenta anéis típicos do crescimento secundário de briófitas tropicais, que são nativas do Tocantins.
D) impediria a empresa de obter o certificado, já que a madeira apresenta alburno típico do crescimento primário de fanerógamas tropicais, que não são nativas do Tocantins.
E) impediria a empresa de obter o certificado, já que a madeira apresenta anéis típicos do crescimento secundário de fanerógamas temperadas, que não são nativas do Tocantins.

09) (UDESC/2019-2) Nos vegetais o conjunto de vasos que conduzem a seiva elaborada constituem o chamado _____, enquanto os vasos que conduzem a seiva bruta constituem o chamado _______. Os vasos condutores do primeiro são constituídos por células ________ enquanto os do segundo por células ________.
Assinale a alternativa que completa, corretamente, as lacunas do texto acima.
A) clorênquima – floema – vivas – mortas
B) floema – xilema – vivas – mortas
C) colênquima – xilema – mortas – vivas
D) xilema – esclerênquima – mortas – vivas
E) xilema – colênquima – mortas – vivas

10) (PUC-RS/2018)  Algumas tribos indígenas da região da Amazônia costumam alimentar-se das sementes oleaginosas de Hevea brasiliensis, também conhecida como seringueira. A importância econômica dessa planta está fortemente vinculada à extração de látex para a produção de borracha, podendo ser utilizada também para a produção de óleos, vernizes, tintas e suplementos alimentares. A partir dessas informações, é possível concluir que
A) seu fruto não permite classificá-la como angiosperma.
B) suas folhas pecioladas permitem classificá-la como monocotiledônea.
C) seu látex, ao ser secretado, protege áreas de tecidos vegetais lesionadas.
D) suas sementes são oleaginosas devido a seu alto teor de carboidratos.

11) (Unicamp/2015) Seca faz cidades do interior de SP decretarem emergência.

 A falta de água enfrentada pelo Sudeste do país tem feito cada vez mais cidades de São Paulo e de Minas Gerais adotarem o racionamento, para reduzir o consumo de água, ou decretarem estado de emergência. Além do desabastecimento, a seca tem prejudicado também setores como a agricultura, a indústria, a saúde e o turismo dessas cidades.
(Adaptado de http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-estado/2014/07/07/seca-faz-cidades-do-interior-decretarem-emergencia.htm.
Acessado em 16/07/2014.)

A situação de seca citada na reportagem é determinada por mudanças no ciclo hidrológico, em que as plantas têm papel determinante, uma vez que representam uma fonte de vapor d’água para a atmosfera. Os vasos que conduzem a água das raízes até as folhas são os
A) floemáticos e a transpiração ocorre pelos estômatos.
B) floemáticos e a transpiração ocorre pelos tricomas.
C) xilemáticos e a transpiração ocorre pelos tricomas.
D) xilemáticos e a transpiração ocorre pelos estômatos.

Resolução das Questões sobre Histologia Vegetal

01) O procâmbio é um dos meristemas primários, cuja função é formar os vasos condutores (xilema e floema primários); o meristema fundamental forma parênquima, colênquima e esclerênquima, enquanto a protoderme é responsável pela formação da epiderme.
Resp.: D

02) O meristema lateral, também chamado de meristema secundário, é o responsável pelo crescimento em espessura (também chamado crescimento secundário) das eudicotiledôneas e das gimnospermas.
O crescimento em extensão (crescimento primário) é determinado pelo meristema primário, localizado no ápice caulinar, nas gemas axilares (inibidas pela auxina produzida pela gema apical) e na região subterminal da raiz.
Resp.: A

03) A casca que se solta, comum em árvores da família das mirtáceas, como o eucalipto e a goiabeira, corresponde ao súber. Trata-se de um tecido de revestimento (derivado do felogênio) e constituído por células mortas, suberificadas.
Resp.: B

04) O fenômeno citado é a gutação, que corresponde à eliminação de água líquida, por aberturas nos bordos foliares chamadas hidatódios. O fenômeno é favorecido por alta umidade no ar, temperatura amena e solo rico em água.
Resp.: D

05) O colênquima é o tecido responsável pela sustentação de ramos novos e pecíolos de folhas, flores e frutos. Suas células são vivas, clorofiladas e apresentam parede celular com reforço de celulose.
Resp.: A

06) A opção D está incorreta. O esclerênquima é um tecido de sustentação formado por células mortas, devido à impregnação de lignina.
Resp.: D

07) Com a retirada da casca, retirou-se o floema da planta, tecido responsável pela condução da seiva elaborada. Como consequência, houve interrupção do fornecimento de alimento às raízes, ocasionando a morte da planta.
Resp.: A

08) A certificação não seria concedida. O corte mostra claramente os anéis de crescimento, característicos de plantas de clima temperado e, portanto, não nativas do Tocantins.
Resp.: E

09) Os vasos que conduzem a seiva elaborado são os vasos do floema, constituídos por células vivas e anucleadas. Já os vasos do xilema, constituídos por células mortas são responsáveis pela condução de seiva bruta.
Resp.: B

10) Certas plantas como a seringueira possuem canais laticíferos, envolvidos com a produção de um látex com função protetora quando ocorre alguma lesão na planta. O látex obstrui a área lesionada, impedindo a entrada de micro-organismos, que podem ser patogênicos para a planta.
Resp.: C

11) A condução de água e minerais, que compõem a seiva bruta, ocorre pelos vasos do xilema (ou lenho). Já a transpiração ocorre, principalmente, pelos estômatos, presentes nas folhas.
Resp.: D


GUIA DO ENEM 2019

O Portal VestibulandoWeb reuniu as principais informações para quem vai fazer as provas do Enem 2019. Cadastre-se e receba o Guia do Enem 2019 em seu email, GRATUITAMENTE.


Comentários