Questões sobre Doenças causadas por Protozoários


01) (Univag/2020)  O aparecimento de casos de leishmaniose no sul de Minas tem preocupado as autoridades em saúde. Em Lavras (MG), uma campanha de prevenção foi iniciada depois que uma menina de 13 anos foi identificada com a forma visceral, e mais letal, da doença. Em Poço Fundo (MG), pelo menos duas pessoas manifestaram a versão cutânea, mais branda, cujos sintomas são úlceras na pele.

(http://g1.globo.com. Adaptado.)

Causada por ___________ e transmitida ____________ , a doença infecciosa crônica é incomum na região.

Assinale a alternativa que completa, respectivamente, as lacunas do texto.
A) uma bactéria – pelo contato direto com sangue contaminado
B) um nematelminto – pela ingestão de água contaminada
C) um platelminto – pela ingestão de carne contaminada
D) um vírus – pela picada do mosquito prego
E) um protozoário – pela picada do mosquito flebótomo

02) (Unioeste/2017) A malária é uma parasitose que afeta mais de 200 milhões de pessoas em todo o Planeta, principalmente nas regiões tropicais. Com relação à malária e ao parasito causador desta endemia, assinale a alternativa CORRETA com relação aos tipos de reprodução do parasito ao longo de seu ciclo.

A) Reprodução assexuada no interior das hemácias humanas; reprodução sexuada no estômago do mosquito; reprodução assexuada no interior dos cistos presentes na parede gástrica do inseto.
B) Reprodução sexuada no interior das hemácias humanas; reprodução assexuada no estômago do mosquito; reprodução assexuada no interior dos cistos presentes na parede gástrica do inseto.
C) Reprodução sexuada no interior das hemácias humanas; reprodução sexuada no estômago do mosquito; reprodução assexuada no interior dos cistos presentes na parede gástrica do inseto.
D) Reprodução assexuada no interior das hemácias humanas; reprodução sexuada no estômago do mosquito; reprodução sexuada no interior dos cistos presentes na parede gástrica do inseto.
E) Reprodução assexuada no interior das hemácias humanas; reprodução assexuada no estômago do mosquito; reprodução sexuada no interior dos cistos presentes na parede gástrica do inseto.

03) (UFCSPA) A tabela abaixo indica doenças, agentes causadores e modo de transmissão, havendo apenas uma alternativa em que os elementos das três colunas estão corretamente associados. Assinale-a.

Doença Agente causador Modo de transmissão
A) Hepatite C Vírus Contaminação fecal em água ou alimentos
B) Giardíase Bactéria Ingestão de água ou alimentos contaminados
C) Raiva Bactéria Contato com saliva de animais doentes, através de mordeduras, arranhões ou lambeduras em pele lesada ou mucosa
D) Sífilis Bactéria Contato sexual
E) Dengue Vírus Picada da fêmea do mosquito Anopheles

04) (UFPI) Dentre as doenças humanas causadas por protozoários, estão a amebíase e a giardíase. Assinale a alternativa que mostra aspectos comuns a essas duas enfermidades.

A) Têm como forma de contágio o uso de objetos contaminados.
B) São causadas por protozoários do gênero “Entamoeba”.
C) Causam ulcerações graves na pele, principalmente no rosto, nos braços e nas pernas.
D) Requerem como medida preventiva, evitar o uso direto de sanitários públicos.
E) Apresentam como sintomas: diarreias e lesões na parede intestinal.

LEIA TAMBÉM  Questões sobre Interação Gênica

05) (UFPR/2015) Leia a notícia abaixo:

Leishmaniose na mira: famosos se unem em campanha contra a eutanásia canina
Uma campanha realizada em conjunto com as ONGs paulistanas Arca Brasil e Ampara Animal tem como objetivo mudar as políticas públicas que dizem respeito à leishmaniose em animais. As indicações atuais são de que todos os cães afetados sejam eutanasiados, muitas vezes sem contar com a chance de tentar um tratamento.

Revista Veja São Paulo. https://vejasp.abril.com.br/blogs/bichos/2013/08/leishmaniose-eutanasia-campanha-famosos/. 27 ago.2013.

A razão do sacrifício dos cães é que esses animais oferecem riscos à população, pois apresentam o parasita:
A) Na saliva e pode ser transmitido por meio da mordida.
B) Nas fezes e pode ser transmitido pela ingestão de alimentos contaminados.
C) Nas fezes e pode ser transmitido pela penetração ativa através da pele.
D) No sangue e pode ser transmitido pela picada de um carrapato.
E) No sangue e pode ser transmitido pela picada de um mosquito.

06) (FAI/2015) A leishmaniose (úlcera de Bauru) e a tripanossomíase (doença de chagas) são parasitoses cujos vetores são, respectivamente, o mosquito-palha e o barbeiro.

A leishmaniose e a tripanossomíase são doenças
A) transmitidas diretamente pela picada de mosquitos.
B) causadas por protistas flagelados.
C) classificadas como verminose e zoonose, respectivamente.
D) prevenidas por meio de campanhas de vacinação de animais domésticos.
E) prevenidas por meio de saneamento básico.

07) (UFVJM) Considere as doenças listadas a seguir.

I. Sífilis
II. Tricomoníase
III. Toxoplasmose
IV. Dengue

Sobre essas doenças, é CORRETO afirmar que
A I e II são bacterianas.
B) II e IV apresentam insetos vetores em seu ciclo.
C) II e III apresentam agentes etiológicos pertencentes ao mesmo filo e à mesma classe.
D) I e II são doenças sexualmente transmissíveis.

08) (Enem/2011) Um grupo internacional de cientistas achou um modo de “tapar o nariz” do mosquito do gênero Anopheles. As aspas são necessárias porque o inseto fareja suas vítimas usando as antenas. Os cientistas descobriram como ocorre a captação de cheiros pelas antenas e listaram algumas substâncias capazes de bloquear a detecção de odores que os mosquitos reconhecem. Essa descoberta possibilita, por exemplo, a criação de um repelente muito mais preciso contra o inseto.

Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br. Acesso em: 12 abr. 2010 (adaptado).

Se a descoberta descrita no texto for extensiva a outros insetos, pode ajudar a combater algumas doenças no Brasil, como, por exemplo,
A) dengue, febre amarela, doença de Chagas e leptospirose.
B) malária, meningite, peste bubônica e doença de Chagas.
C) doença de Chagas, dengue, febre amarela e leishmaniose.
D) dengue, cólera, lepra e peste bubônica.
E) malária, dengue, cólera e leptospirose.

LEIA TAMBÉM  Questões sobre Evidências da Evolução

09) (Enem/2018)  A utilização de extratos de origem natural tem recebido a atenção de pesquisadores em todo o mundo, principalmente nos países em desenvolvimento que são altamente acometidos por doenças infecciosas e parasitárias. Um bom exemplo dessa utilização são os produtos de origem botânica que combatem insetos.

O uso desses produtos pode auxiliar no controle da
A) esquistossomose
B) leptospirose
C) leishmaniose
D) hanseníase
E) aids

10) (UFSC/2018)  Em 2016, houve o registro de dois casos em Santa Catarina de leishmaniose visceral humana, de pessoas que contraíram a doença em outros estados. O primeiro caso autóctone de leishmaniose visceral humana em Santa Catarina foi confirmado no dia 16 de agosto de 2017 pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Santa Catarina (LACEN). Trata-se de um homem de 53 anos, morador de Florianópolis.
O cão, por ser um animal doméstico e intimamente próximo ao ser humano, representa um risco à saúde pública quando doente. Até maio deste ano, Florianópolis havia identificado 17 cães com diagnóstico positivo para leishmaniose visceral, resultando em cinco eutanasiados, conforme informações do Centro de Controle de Zoonoses municipal.
Disponível em: <http://www.dive.sc.gov.br/index.php/arquivo-noticias/579-dive-sc-orienta-sobre-medidas-de-da-leishmaniose-visceral>. [Adaptado]. Acesso em: 26 ago. 2017

Sobre a leishmaniose visceral, é correto afirmar que:
01. os cães representam um risco à saúde pública quando doentes, pois transmitem a leishmaniose visceral aos seres humanos.
02. a leishmaniose visceral é causada pelo vírus Leishmaniose chagasi.
04. em áreas com transmissão de leishmaniose, indica-se a utilização de coleiras repelentes de insetos nos cães.
08. deve-se ter cuidado ao descartar os resíduos domésticos, a fim de não favorecer o crescimento
populacional de mosquitos transmissores de doenças como a leishmaniose, a dengue e a zika.
16. nas áreas com casos confirmados de leishmaniose visceral canina, deve-se realizar a eutanásia em todos os cães da região.
32. considerando que a forma de transmissão da leishmaniose visceral é igual à forma de transmissão da larva do bicho-geográfico (Ancylostoma brasiliensis), devem-se evitar cães em praias e em parques infantis que contenham áreas com areia.

Gabarito das Questões sobre Protozoários

01) A leishmaniose é uma doença causada por protozoários flagelados do gênero Leishmania, cuja transmissão ao ser humano ocorre através da picada de mosquitos dos gêneros Phlebotomus  e Lutzomyia.

02) No ciclo do Plasmodium spp. (causador da malária) há uma fase assexuada no homem (fígado e hemácias) e uma fase sexuada (esporogonia) no tubo digestório do vetor (mosquito prego ou Anopheles). Na parede do estômago do inseto ainda ocorre uma reprodução assexuada, com liberação dos esporozoítos, que migram para as glândulas salivares do mosquito.
Resp.: A

03) Analisando cada opção, tem-se:
A) Falsa. A forma clássica de contaminação pela hepatite C é por relações sexuais com pessoa contaminada e transfusão sanguínea.
B) Falsa. A giardíase é uma doença causada por protozoários.
C) Falsa. Raiva é uma virose.
D) Verdadeira.
E) Falsa. O vetor é o mosquito Aedes aegypti.
Resp.: D

LEIA TAMBÉM  Exercícios Resolvidos de Biologia

04) Tanto a disenteria amebiana (amebíase) como a giardíase são duas protozooses cuja forma clássica de contaminação se dá pela ingestão de cistos em água ou alimentos contaminados. Ambos os protozoários causadores são parasitas intestinas e provocam diarreias e lesões na parede intestinal.
Resp.: E

05) Os cães são reservatórios naturais do protozoário Leishmania, causador da leishmaniose cutânea (úlcera de Bauru) e do calazar (leishmaniose visceral). O protozoário se localiza no sangue desses animais que, aos serem picados pelo vetor, acabam contaminando-o, favorecendo a disseminação do protozoário.
Resp.: E

06) Mosquito palha e barbeiro são vetores (transmissores), respectivamente, das leishmanioses e da doença de Chagas, duas doenças causadas por protozoários flagelados.
Resp.: B

07) Analisando cada alternativa, tem-se:
A) Falsa. Tricomoníase é uma protozoose.
B) Falsa. II é uma DST.
C) Falsa. Os agentes etiológicos pertencem a filos diferentes (apesar de os dois serem protozoários).
D) Verdadeira.
Resp.: D

08) Doença de Chagas, dengue, febre amarela e leishmaniose são exemplos de doenças transmitidas ao homem pela picada de insetos contaminados.
Resp.: C

09) 
Na esquistossomose, o hospedeiro intermediário é um caramujo e a contaminação é ativa, pela penetração de larvas cercárias pela pele.
A leptospirose é uma doença bacteriana em que a contaminação ocorre pela penetração da bactéria, presente na água (eliminada em urina de certos animais, principalmente, ratos) pela pele.
Na leishmaniose a contaminação ocorre pela picada de inseto.
A hanseníase é uma doença bacteriana em que a contaminação ocorre através do contato com secreções eliminadas pelo doente.
A aids é uma doença viral do grupo das sexualmente transmissíveis.
Resp.: C

10) 
01. Falsa. Os cães não transmitem o calazar (leishmaniose visceral) aos humanos (a transmissão ocorre pela picada do mosquito palha).
02. Falsa. A leishmaniose visceral é causada pelo protozoário Leishmania chagasi.
04. Verdadeira. Os cães são reservatórios naturais do parasita. O uso de coleiras repelentes reduz a probabilidade de algum mosquito contaminar o cão.
08. Verdadeira. O acúmulo de garrafas, latas, plásticos pode contribuir para a proliferação de insetos, ao acumular água da chuva e, dessa forma, proporcionar um aumento de certas doenças como a leishmaniose, a zika e dengue.
16. Falsa. O tratamento dos cães infectados e o uso de coleiras repelentes são medidas  que controlam a incidência da doença.
32. Falsa. A transmissão do bicho geográfico não envolve mosquitos (a contaminação é ativa pela penetração de larvas filarioides pela pele).
Resp.: 04 + 08 = 12
(Segundo dados da UFSC, essa questão apresentou índice de acerto de 11,74% (considerada uma questão difícil).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *