Questões sobre Especiação

Por Atualizado em 04/02/2020 16:37

O tema especiação refere-se à formação de novas espécies. Apesar da complexidade do tema, até mesmo porque não é tão simples estabelecer quando um organismo pertence a uma dada espécie ou a outra, no ensino médio o assunto é cobrado com questões básicas, que envolvem o conhecimento do conceito biológico de espécie e os passos de uma especiação por isolamento geográfico.
Assim, ao estudar o assunto o aluno deve ter em mente que o primeiro passo desse processo é a separação de uma população original em duas ou mais populações diferentes que, devido a ação diferencial do ambiente e mutações aleatórias, acabam se tornando diferentes uma da outra, a tal ponto que não mais passam a produzir descendentes férteis – dizemos que as duas populações encontram-se isoladas reprodutivamente.
Há mecanismos de isolamento pré-copulatórios e mecanismos de isolamento pós-copulatórios. Propusemos várias questões envolvendo esses tópicos. Bons estudos e sucesso nas provas!

01) (CEFETMG/2009) Em algumas regiões brasileiras, existem exemplares de Euphorbia heterophylla, uma planta daninha bastante prejudicial à lavoura de soja e que pode ser resistente a herbicidas. Se, após alguns anos, não existir mais o fluxo de genes entre as plantas susceptíveis e resistentes a herbicidas dessa espécie, então ocorrerá:
a) seleção natural.
b) irradiação adaptativa.
c) isolamento geográfico.
d) recombinação gênica.
e) isolamento reprodutivo.

02) (UFMG/2007) Comportamentos que favorecem a dispersão também promovem, geralmente, a especiação. É CORRETO afirmar que, entre os comportamentos que costumam favorecer a especiação, se inclui:
a) a ocupação de novos nichos.
b) a territorialidade.
c) o cuidado com a prole.
d) o sedentarismo.

03) (FUVEST) Qual a condição inicial básica para que ocorra o processo de formação de raças?
a) Isolamento reprodutivo
b) Isolamento geográfico
c) Seleção natural
d) Esterilidade dos descendentes
e) Superioridade do híbrido

04) (VUNESP) Assinale a complementação correta para a frase abaixo.
Duas populações de uma mesma espécie, vivendo em ambientes diferentes e isoladas geograficamente:
a) poderão formar duas espécies, se persistir o isolamento.
b) terão obrigatoriamente o mesmo conjunto gênico (genético).
c) não poderão alterar seus conjuntos gênicos com o passar do tempo por estarem isoladas.
d) nunca poderão formar raças diferentes
e) obrigatoriamente terão que se extinguir.

05) (PUC-SP) Duas populações de pássaros morfologicamente semelhantes e designadas por A e B vivem em ecossistemas diferentes. Na área de transição entre esses ecossistemas pode, ocasionalmente, ocorrer cruzamento entre membros das populações A e B com descendentes férteis.
A partir da análise dessa situação, um estudante aventou as seguintes hipóteses:
I  . As populações A e B podem ser subespécies ou raças de uma mesma espécie.
II . As populações A e B podem estar em fase de especiação.
III. O DNA das populações A e B apresenta grande semelhança quanto às seqüências de bases nitrogenadas.

Pode-se considerar:
a) apenas I viável.
b) apenas II viável
c) apenas III viável
d) II e III viáveis
e) I, II e III viáveis.

06) (UFLA- JULHO/2001) São condições necessárias ao aparecimento de novas espécies:
a) A existência de diferenças genéticas dentro das populações, o isolamento geográfico e o reprodutivo.
b) A não-ocorrência de mutação e seleção natural.
c) A existência de recombinação genética e a ação da seleção natural.
d) A não-existência de diferenças genéticas dentro das populações e o isolamento reprodutivo.
e) A não-ocorrência do isolamento reprodutivo e mutação.

07) (UECE/2007)  Reportagem recente deu conta do nascimento de gatos com cara de cães resultante do suposto cruzamento entre uma gata e um cão. Analise as seguintes afirmativas, a partir do conhecimento científico atual:
I – Do cruzamento entre cães e gatos é possível nascer quimeras por não haver isolamento reprodutivo entre eles, caracterizado por ambas as espécies pertencerem à mesma Ordem.
II – Híbridos de cães e gatos não acontecem porque há isolamento reprodutivo entre tais espécies animais, as quais pertencem a categorias taxonômicas diferentes como é observado, já no nível Família (‘Canidae’ e ‘Felidae’).
III – O burro é um híbrido viável entre o jumento e a égua; entretanto não produz descendência, haja vista não acontecer a sinapse cromossômica no processo meiótico de formação dos seus gametas.

São corretas:
a) apenas I e II
b) apenas II e III
c) apenas I e III
d) I, II e III

08) (UFRS/2006)  Leia as seguintes afirmações sobre a especiação geográfica.
I – Para que ocorra a formação de uma nova espécie, é necessário o isolamento reprodutivo, seguido pelo isolamento geográfico.
II – As populações geograficamente isoladas sofrem alterações nos seus conjuntos gênicos, o que pode conduzir à formação de uma nova espécie.
III – A barreira que leva ao isolamento geográfico pode ser física ou etológica.

Quais são corretas?
a) Apenas I.
b) Apenas II.
c) Apenas I e III.
d) Apenas II e III.
e) I, II e III.

09) (Fuvest) Sobre as diversas raças de cães, pode- se dizer que:
a) pertencem todas a uma mesma espécie, originada pela hibridação de espécies ancestrais diferentes.
b) há diferentes espécies originadas de uma mesma espécie ancestral.
c) há três espécies diferentes que englobam, respectivamente, os cães de porte grande, médio e pequeno.
d) há uma única espécie cuja diversificação em raças ocorreu pela seleção artificial.
e) há categorias taxionômicas que ainda não estão definidas.

10) (FGV/2005) Embora os cangurus sejam originários da Austrália, no início dos anos 80, o biólogo norte-americano James Lazell chamou a atenção para a única espécie de cangurus existente na ilha de Oahu, no Havaí. A espécie é composta por uma população de várias centenas de animais, todos eles descendentes de um único casal australiano que havia sido levado para um zoológico havaiano, e do qual fugiram em 1916. Sessenta gerações depois, os descendentes deste casal compunham uma nova espécie, exclusiva da ilha Oahu. Os cangurus havaianos diferem dos australianos em cor, tamanho, e são capazes de se alimentar de plantas que seriam tóxicas às espécies australianas.

Sobre a origem desta nova espécie de cangurus, é mais provável que:
a) após a fuga, um dos filhos do casal apresentou uma mutação que lhe alterou a cor, tamanho e hábitos alimentares. Esse animal deu origem à espécie havaiana, que difere das espécies australianas devido a esta mutação adaptativa.
b) após a fuga, o casal adquiriu adaptações que lhe permitiram explorar o novo ambiente, adaptações essas transmitidas aos seus descendentes.
c) os animais atuais não difiram geneticamente do casal que fugiu do zoológico. As diferenças em cor, tamanho e alimentação não seriam determinadas geneticamente, mas devidas à ação do ambiente.
d) o isolamento geográfico e diferentes pressões seletivas permitiram que a população do Havaí divergisse em características anatômicas e fisiológicas de seus ancestrais australianos.
e) ambientes e pressões seletivas semelhantes na Austrália e no Havaí permitiram que uma população de mamíferos havaianos desenvolvesse características anatômicas e fisiológicas análogas às dos cangurus australianos, processo este conhecido por convergência adaptativa.

11) (PUC-SP/2003) Uma barreira geográfica separou a população A em dois grupos designados por A1 e A2. Com o decorrer do tempo A1 e A2 foram se diferenciando e deram origem, respectivamente, a duas populações designadas por B1 e B2.
Indivíduos de B1 e B2 foram levados para laboratório e, cruzados, produziram todos os descendentes estéreis e com sérios problemas genéticos.

Com relação à descrição acima, foram aventadas as seguintes hipóteses:
I. A1 e A2 podem ter passado por estágios em que deram origem a sub-espécies;
II. B1 e B2 podem ser duas espécies distintas;
III. As proteínas produzidas por indivíduos das populações A1 e A2 devem apresentar maior semelhança entre si do que as produzidas por B1 e B2.

Pode-se considerar
a) apenas I e II viáveis.
b) apenas I e III viáveis.
c) apenas II e III viáveis.
d) I, II e III viáveis.
e) apenas uma delas viável.

12) (UFMA/2007) Relacione os tipos de isolamento reprodutivo com seus respectivos conceitos listados abaixo e, em seguida, assinale a alternativa correta.
I. Isolamento Estacional
II. Isolamento Comportamental
III. Isolamento Gamético
IV. Isolamento Mecânico
V. Isolamento Ecológico

(  ) Duas populações vivem na mesma área geográfica, mas em diferentes microambientes.
(  ) Fenômeno fisiológico que impede a sobrevivência dos gametas masculinos de uma população no sistema reprodutor feminino da outra.
(  ) Mecanismo onde não ocorre ajuste entre as peças genitais do casal por causa das diferenças anatômicas.
(  ) Mecanismo que ocorre quando duas populações, mesmo ocupando o mesmo habitat, se reproduzem em épocas diferentes.
(  ) Fenômeno que ocorre quando há diferença de comportamento entre as espécies, particularmente nos rituais de acasalamento.

a) I – II – III – IV – V
b) V – III – IV – I – II
c) III – I – IV – V – II
d) V – III – II – I – IV
e) I – V – II – III – IV

Gabarito das Questões sobre Especiação

01 – E; 02 – A; 03 – B; 04 – A; 05 – E; 06 – A; 07 – B; 08 – B; 09 – D; 10 – D; 11 – D; 12 – B


Cadastro Newsletter Assine nossa Newsletter Gratuitamente As notícias que você não pode perder diretamente em seu email. Inscreva-se e recebe a Newsletter.

Comentários