Questões sobre Grupos Sanguíneos

01) (Enem/2017 – 2ª aplicação) Uma mulher deu à luz o seu primeiro filho e, após o parto, os médicos testaram o sangue da criança para a determinação de seu grupo sanguíneo. O sangue da criança era do tipo O+.
Imediatamente, a equipe médica aplicou na mãe uma solução contendo anticorpos anti-Rh, uma vez que ela tinha o tipo sanguíneo O.

Qual a função dessa solução de anticorpos?
A) Modificar o fator Rh do próximo filho.
B) Destruir as células sanguíneas do bebê.
C) Formar uma memória imunológica na mãe.
D) Neutralizar os anticorpos produzidos pela mãe.
E) Promover a alteração do tipo sanguíneo materno.

02) (Unichristus/2018)

Com relação aos testes de determinação de grupos sanguíneos ilustrados, pode-se inferir que o tipo sanguíneo referente à(s) lâmina(s)
A) L1 possui aglutinogênio A.
B) L2 possui aglutinina anti-A.
C) L3 não possui aglutinina anti-B.
D) L4 possui aglutinogênios A e B.
E) L1 e L2 não possuem aglutininas.

03) (Fagoc/2018) “Um homem tem apenas o aglutinogênio A nas hemácias e sua esposa naturalmente apresenta no plasma a aglutinina anti-B.” É correto afirmar que desse relacionamento tiveram um filho que apresenta qual tipo sanguíneo?
A) A.
B) B.
C) AB.
D) A ou B.

04) (Unisc/2016) Uma mulher com sangue tipo AB deu à luz uma criança com sangue tipo B. Dois homens reivindicaram a paternidade. Um tem sangue tipo A e, o outro, tipo B. Considerando estes dados, qual alternativa está correta?

A) Somente o indivíduo com sangue B pode ser o pai da criança.
B) Somente o indivíduo com sangue A pode ser o pai da criança.
C) Devido à incerteza acerca do genótipo de cada homem, qualquer um deles poderia ser o pai da criança.
D) Nenhum dos indivíduos poderia ser o pai da criança.
E) O indivíduo com sangue tipo A pode ser o pai da criança somente se possuir o genótipo homozigoto IAIA.

05) (IFBA/2018) De acordo com a tabela dos variados tipos sanguíneos humanos do sistema ABO, abaixo, responda: quais os tipos de heranças genética que são encontradas na expressão da variedade dos tipos sanguíneos humanos? Escolha a alternativa correta.

A) Dominância/recessividade e Codominância.
B) Dominância/recessividade e genes letais.
C) Dominância/recessividade e dominância incompleta.
D) Dominância incompleta e alelos múltiplos.
E) Codominância e dominância incompleta.

06) (UFTM/2012.2) Analise a genealogia.

Ana e Théo são irmãos e não sabiam os seus respectivos tipos sanguíneos. Antes de se submeterem ao teste sanguíneo, seria possível deduzir algumas informações, com base nessa genealogia.

Assim, pode-se afirmar corretamente que
A) a probabilidade de Ana gerar uma criança do grupo AB e Rh positivo é 1/4.
B) Théo pertence ao grupo sanguíneo receptor universal e pode ser Rh positivo.
C) Ana pertence obrigatoriamente ao grupo sanguíneo B e Rh positivo.
D) a probabilidade de Théo pertencer ao grupo doador universal é 1/2.
E) Ana poderia gerar uma criança com eritroblastose fetal para o fator Rh.

07) (IFMG) Joana e Mário se casaram e pretendem ter filhos no ano que vem. Mário é albino e possui sangue “tipo O”. Joana não é albina e possui sangue do “tipo A”, mas seu pai, assim como Mário, é albino e possui sangue “tipo O”. Qual é a probabilidade de o primeiro filho desse casal ser um menino albino com sangue “tipo A”?
A) 1/4
B) 1/16
C) 1/8
D) 1/2

08) (UFRGS/2017) Um casal tem dois filhos. Em relação ao sistema sanguíneo ABO, um dos filhos é doador universal e o outro, receptor universal.

Considere as seguintes possibilidades em relação ao fenótipo dos pais.
I – Um deles pode ser do grupo A; o outro, do grupo B.
II – Um deles pode ser do grupo AB; o outro, do grupo O.
III – Os dois podem ser do grupo AB.

Quais estão corretas?
A) Apenas I.
B) Apenas II.
C) Apenas III.
D) Apenas II e III.
E) I, II e III.

09) (UNESP/2013) No romance Dom Casmurro, de Machado de Assis, Bentinho vive uma incerteza: Ezequiel, seu filho com Capitu, é mesmo seu filho biológico ou Capitu teria cometido adultério com Escobar?
O drama de Bentinho começa quando, no velório de Escobar, momentos houve em que os olhos de Capitu fitaram o defunto, quais os da viúva. Escobar havia sido o melhor amigo de Bentinho e fora casado com Sancha, com quem tivera uma filha.
Suponha que, à época, fosse possível investigar a paternidade usando os tipos sanguíneos dos envolvidos. O resultado dos exames revelou que Bentinho era de sangue tipo O Rh, Capitu era de tipo AB Rh+ e Ezequiel era do tipo A Rh. Como Escobar já havia falecido, foi feita a tipagem sanguínea de sua mulher, Sancha, que era do tipo B Rh+, e da filha de ambos, que era do tipo AB Rh.

Com relação à identificação do pai biológico de Ezequiel, a partir dos dados da tipagem sanguínea, é correto afirmar que
A) permaneceria a dúvida, pois os tipos sanguíneos de Sancha e de sua filha indicam que Escobar ou tinha sangue tipo O Rh+, e nesse caso ele, mas não Bentinho, poderia ser o pai, ou tinha sangue tipo AB Rh, o que excluiria a possibilidade de Escobar ser o pai de Ezequiel.
B) permaneceria a dúvida, pois os tipos sanguíneos dos envolvidos não permitem excluir a possibilidade de Bentinho ser o pai de Ezequiel, assim como não permitem excluir a possibilidade de Escobar o ser.
C) permaneceria a dúvida, pois, no que se refere ao sistema ABO, os resultados excluem a possibilidade de Escobar ser o pai e indicam que Bentinho poderia ser o pai de Ezequiel; mas, no que se refere ao sistema Rh, os resultados excluem a possibilidade de Bentinho ser o pai e indicam que Escobar poderia sê-lo.
D) seria esclarecida a dúvida, pois, tanto no sistema ABO quanto no sistema Rh, os resultados excluem a possibilidade de Bentinho, mas não de Escobar, ser o pai de Ezequiel.
E) seria esclarecida a dúvida, pois os tipos sanguíneos de Ezequiel e da filha de Sancha indicam que eles não poderiam ser filhos de um mesmo pai, o que excluiria a possibilidade de Escobar ser o pai de Ezequiel.

10) (Mackenzie/2015) Uma mulher pertencente ao tipo sanguíneo A teve uma criança pertencente ao tipo B que sofreu eritroblastose fetal ao nascer. O pai da criança é receptor universal e também teve eritroblastose fetal.
A probabilidade desse casal ter uma criança com o mesmo fenótipo da mãe é de
A) 1/2.
B) 1/8.
C) 3/4.
D) 1/4.
E) 0.

Gabarito das Questões sobre Grupos Sanguíneos

01) Os anticorpos anti-Rh aplicados na mãe destruirão as células sanguíneas Rh+ do bebê, que chegaram à circulação materna, sem que o sistema imunológico da mãe seja ativado e produza anticorpos anti-Rh.
Resp.: B

02) Em L3 houve aglutinação com anti-A e com anti-B, indicando que o indivíduo possui os dois aglutinogênios (A e B). Logo, trata-se de um indivíduo AB e, como possui os dois aglutinogênios, não possui as aglutininas anti-A e anti-B..
Resp.: C

03) O homem pertence ao grupo sanguíneo A, tal como sua esposa (se ela tem apenas as aglutininas anti-B é porque ela tem o aglutinogênio A).
Dessa forma, eles podem ser homozigotos (IAIA) ou heterozigotos (IAi). Se forem homozigotos, terão somente filhos do tipo sanguíneo A.
Se o casal for heterozigoto (IAi x IAi) pode ter descendente do tipo O.
Dessa forma, desse casal podem surgir descendentes do grupo sanguíneo A e do grupo sanguíneo O.
Resp.: A

04) Fazendo os cruzamentos:

É possível sair um descendente do grupo B, se o homem for heterozigoto (em vermelho).

É possível sair um descendente do grupo B, se o homem for heterozigoto.
Resp.: C

05) Entre os alelos IA e IB verifica-se um caso de codominância, uma vez que ambos se manifestam no indivíduo heterozigoto (grupo sanguíneo AB). Já o alelo i é recessivo em relação a IA e a IB.
Resp.: A

06) Analisando o heredograma, constata-se que se o filho de Ana é B+ e o pai dele é A, o alelo IB que ele recebeu só pode ter vindo de Ana. Da mesma forma, o alelo D que condiciona a formação do fator Rh também é de origem materna.

Resp.: C

07) Genótipo do casal:
Joana: Aa (o pai dela é albino, ou seja, aa) IAi ( o pai dela é do tipo O, ou seja, ii)
Mário: aaii
Considerando a característica albinismo, tem-se:
Aa x aa => 50% Aa (normais) e 50% aa (albinos)
Considerando o tipo sanguíneo:
IAi x ii => 50% IAi (grupo A) e 50% ii (grupo O)
P (primeiro filho ser menino, albino e tipo A)= ½ x ½ x ½ = 1/8
Resp.: C

08) O filho doador universal pertence ao tipo sanguíneo O (genótipo: ii). Já o filho receptor universal pertence ao tipo sanguíneo AB (genótipo IAIB).
Diante disso, conclui-se que um dos pais tem genótipo IAi enquanto o outro tem genótipo IBi.
Resp.: A

09) Bentinho: O => Genótipo: iirr
Capitu: AB+ => Genótipo IAIBR
Considerando apenas o sistema ABO, o cruzamento entre Capitu e Bentinho pode originar descendentes do grupo sanguíneo A e do grupo sanguíneo B, na mesma proporção (ii x IAIB => 50% para IAi e 50% para IBi). Quanto ao fator Rh, terão filhos Rh+ (Capitu tem pelo menos um alelo R) e poderão ter filhos Rh desde que Capitu seja heterozigota (Rr).
Como Ezequiel era A, pode ser filho de Bentinho e de Capitu.
Como Sancha (esposa do falecido Escobar) era B+ e a filha dela com Escobar era AB, conclui-se que Escobar era do grupo sanguíneo A ou AB, e Rh.
De posse dessas informações, não se pode excluir, com precisão, que Capitu não cometeu adultério com Escobar, pois, sendo ela AB+ e Escobar A ou AB, o casal poderia ter tido um filho A.
Resp.: B

10) Se a mulher teve uma criança com eritroblastose fetal, isso indica que a mulher é Rh.
Como ela pertence ao tipo sanguíneo A e teve uma criança do tipo B, ela é heterozigota para o sistema ABO (IAi).
O marido dela tem genótipo IAIB (grupo AB = receptor universal) e é Rh+ (teve eritroblastose fetal). Logo, a mãe dele é Rh e ele tem genótipo Rr.
Então tem-se o seguinte genótipo para o casal:
IAi rr x IAIBRr
Considerando o sistema ABO:
IAi x IAIB

P (sair A) = ½
Considerando o fator Rh:
rr x Rr => 50% rr (Rh) e 50% Rr (Rh+).
P (sair A) = ½ x ½ = ¼
Res.: D

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.