Questões sobre Sistema Nervoso e Neurônio

Por Atualizado em 08/06/2020 10:05

O tecido nervoso possui origem ectodérmica e tem a importante função de captar estímulos e desencadear respostas a eles. A principal célula nervosa é o neurônio, que pode ser dividido em 3 partes principais: corpo celular (com núcleo e nucléolo bem desenvolvidos, além de abundante quantidade de mitocôndrias, retículo rugoso e complexo golgiense), os dendritos (ramificações relacionadas com a captação de estímulos) e o axônio (longo prolongamento, responsável pela condução de impulsos nervosos).

A condução depende de 2 íons; o sódio e o potássio. Quando o neurônio está em repouso, encontra-se polarizado (com maior concentração de sódio no meio extracelular; no meio intracelular há maior concentração de potássio). Durante a propagação do impulso nervoso há uma inversão de cargas na membrana do neurônio, em decorrência do fluxo desses íons. A passagem do impulso nervoso de um neurônio para outro é efetuado nas sinapses, que se caracterizam pela ausência de contato físico entre as células.

As fibras nervosas podem ser mielínicas (com estrato mielínico –>  conduzem o impulso nervoso com maior velocidade) ou amielínicas (conduzem o impulso nervoso mais lentamente).
Ao estudar o tema sistema nervoso, o vestibulando deve ter atenção às partes constituintes do neurônio, bem como suas funções e, ainda, deve compreender o mecanismo de transmissão do impulso nervoso e o funcionamento de uma sinapse.

Propusemos várias questões envolvendo esses tópicos. Bons estudos e sucesso nas provas!

01) (Unifor/2018)  “E se ajudássemos os neurônios a “reparar” os danos causados pela esclerose múltipla? Esta é a pista que está sendo explorada por cientistas franceses para conter o avanço da esclerose múltipla, doença autoimune e degenerativa, para a qual ainda não há cura. O desafio terapêutico consiste em prevenir o avanço das deficiências e, uma das vias para conseguir isso, é a reparação da bainha de mielina, que é destruída progressivamente pela doença.

Fonte: https://correiobraziliense.com.br/app/noticia/ciencia-e-saude/2017/05/31/interna_ciencia_saude,599187/a-esclerose-multipla-e-a-pista-da-reparacao-dos-neuronios.
Acesso em 02 set.2017 (com adaptações)

A busca pela reparação da bainha de mielina na esclerose múltipla se justifica pelo fato de que nessa doença ocorre
A) aumento das expansões da membrana plasmática do axônio dos neurônios afetados na tentativa de melhorar a captação dos estímulos.
B) propagação do impulso nervoso nos dois sentidos da fibra nervosa causando, assim, um colapso do sistema nervoso.
C) diminuição da velocidade ou interrupção da propagação dos impulsos nervosos nos neurônios afetados pela doença.
D) aumento do tamanho das fendas sinápticas entre os neurônios afetados, dificultando a transmissão dos impulsos nervosos entre essas células.
E) superprodução de neurotransmissores como mecanismo compensatório para facilitar a condução do impulso nervoso entre um neurônio e outro.

02) (FATEC) O gráfico a seguir mostra a variação do potencial da membrana do neurônio quando estimulado.

O potencial de ação para um determinado neurônio
A) varia de acordo com a intensidade do estímulo, isto é, para intensidades pequenas temos potenciais pequenos e para maiores, potenciais maiores.
B) é sempre o mesmo, porém a intensidade do estímulo não pode ir além de determinado valor, pois o neurônio obedece à ‘lei do tudo ou nada’.
C) varia de acordo com a ‘lei do tudo ou nada’.
D) aumenta ou diminui na razão inversa da intensidade do estímulo.
E) é sempre o mesmo, qualquer que seja o estímulo, porque o neurônio obedece à ‘lei do tudo ou nada’.

03) (CESMAC/2016) Nos seres humanos, o tecido nervoso constitui o principal sistema de integração corporal. Considerando a natureza do impulso nervoso, analise as afirmativas abaixo:
1) em um neurônio em repouso, a superfície interna da membrana plasmática se encontra eletricamente mais positiva que a externa.
2) o potencial de ação compreende a diferença dos potenciais elétricos entre as duas faces da membrana plasmática de neurônios estimulados.
3) a despolarização, observada em neurônios estimulados, percorre a membrana sempre do axônio para os dendritos.
Está(ão) correta(s):
A) 1, 2 e 3
B) 1 e 2 apenas
C) 2 e 3 apenas
D) 3 apenas
E) 2 apenas

04) (Cesgranrio) Observando o esquema anterior, que representa um neurônio em repouso, podemos afirmar que, nestas condições

A) se a membrana do neurônio for atingida por um estímulo, as quantidades de íons Na+ e K+ dentro e fora da membrana se igualam.
B) devido à diferença de cargas entre as faces externa e interna, o neurônio está polarizado.
C) a ocorrência do impulso nervoso depende de estímulos de natureza elétrica.
D) a quantidade de íons K+ é menor na parte interna do neurônio devido à sua saída por osmose.
E) as concentrações dos íons Na+ e K+ se fazem sem gasto de energia, sendo exemplo de transporte ativo.

05)  (Unimontes) Os axônios são prolongamentos maiores cuja função é transmitir impulsos nervosos do corpo celular para outras células, permitindo, desse modo, a ligação entre células. Essa passagem da informação de um neurônio para outra célula é feita através das sinapses. A figura abaixo ilustra esse processo. Analise-a.

Considerando a figura e o assunto abordado, analise as afirmativas abaixo e assinale a alternativa CORRETA.
A) As sinapses químicas ocorrem apenas nas junções entre as terminações dos axônios e os músculos, sendo chamadas placas motoras.
B) As vesículas sinápticas liberam os neurotransmissores, através da membrana, pelo processo de difusão facilitada.
C) A maioria dos medicamentos antidepressivos age produzindo uma diminuição da disponibilidade dos neurotransmissores na fenda sináptica.
D) O citoplasma dos axônios não possui ribossomos, sendo as proteínas axonais sintetizadas no corpo celular.

06)  (Pism – UFJF/2018)  O consumo abusivo de álcool e o uso de maconha, cocaína e outras drogas ilícitas são considerados sérios problemas de saúde pública, já que prejudicam o funcionamento do sistema nervoso dos usuários. O consumo dessas drogas altera a transmissão do impulso nervoso, afetando a comunicação entre os neurônios em regiões específicas do cérebro. Sobre o funcionamento do tecido nervoso assinale a alternativa INCORRETA:
A) Os neurônios são as células fundamentais do tecido nervoso, portanto, problemas no seu funcionamento podem prejudicar o raciocínio, o aprendizado e a memória.
B) Neurotransmissores são substâncias químicas responsáveis pela comunicação entre os neurônios.
C) Dopamina, acetilcolina e noradrenalina são exemplos de neurotransmissores cujas produção e liberação podem ser afetadas pelo uso de drogas.
D) O consumo de álcool afeta o funcionamento normal dos neurônios, podendo levar à sonolência e diminuição dos reflexos, além da perda da coordenação motora.
E) Os neurônios se conectam por meio de pontos de contato entre si, denominados “pontes de hidrogênio”, onde ocorre a liberação de mensageiros químicos chamados de “hormônios”.

07) (CEFET-MG) O mecanismo de recepção e transmissão de estímulo nervoso se dá através de fibras nervosas mielínicas ou amielínicas, onde a rapidez de propagação difere entre elas. O fato de as fibras mielínicas propagarem o impulso nervoso mais rapidamente que as amielínicas, pode ser explicado pelas seguintes ocorrências:
I. despolarização da fibra nervosa no nódulo de Ranvier;
II. propagação saltatória dos impulsos na fibra nervosa;
III. propagação contínua dos impulsos ao longo da fibra nervosa;
IV . inversão de cargas iônicas na fibra nervosa, quando em repouso.

As afirmativas incorretas são apenas:
A) I e II
B) I e IV
C) II e III
D) II e IV
E) III e IV

08) (UFOP) As várias atividades do organismo dependem do perfeito funcionamento do sistema nervoso: os neurônios levam informações da periferia para o SNC e vice-versa. Para exercerem essas atividades, os neurônios apresentam certas características, que não estão bem definidas em:
a) As informações entre neurônios se dão por sinapses.
b) O impulso nervoso sempre é conduzido do corpo celular para o axônio, para passagem de informações entre neurônios.
c) Os mediadores químicos estão sempre armazenados no corpo celular dos neurônios.
d) A bainha de mielina torna a condução do impulso nervoso mais rápida nos neurônios.

09) (UFJF) Alguns anestésicos locais agem impedindo a despolarização da membrana plasmática dos neurônios. A sensação de dor é, então, eliminada em função da
A) modificação da fenda sináptica.
B) ruptura da bainha de mielina dos neurônios.
C) diminuição do número de sinapses.
D) inibição da secreção do neurotransmissor.
E) inversão no sentido do impulso nervoso.

10) (FADIP/2017 – Medicina) A contração de um músculo esquelético ocorre quando as terminações axônicas de um nervo liberam sobre ele uma substância neurotransmissora que se liga a receptores da membrana da fibra muscular, gerando, nela, um potencial de ação que desencadeia o processo de contração. Essa substância neurotransmissora liberada pelo axônio, nas sinapses neuromusculares, é conhecida por:
A) Adrenalina.
B) Serotonina.
C) Acetilcolina.
D) Noradrenalina.

10) (UECE/2019) Atente para o seguinte enunciado: Os sintomas incluem descoordenação motora e demência progressivas devido à perda prematura de neurônios do sistema nervoso central. Manifesta-se por volta dos 40 anos de idade. É hereditária e a chance de um filho(a) da pessoa afetada desenvolver a doença é de 50%.

O enunciado acima descreve uma doença degenerativa rara conhecida como
A) mal de Alzheimer.
Bmal de Parkinson.
doença de Huntington.
D) esclerose múltipla.

12) (PUC-MG)  Observe o esquema da célula nervosa representada.

Assinale a afirmativa INCORRETA.
A) Nas partes 1 e 4, podem ocorrer sinapses químicas, dependentes de moléculas neurotransmissoras como a acetilcolina.
B) Moléculas produzidas em 2 podem ser transportadas até 4 através do citoesqueleto.
C) Em 3, observa-se um envoltório membranoso chamado de bainha de mielina, presente apenas em axônios dos neurônios do sistema nervoso central.
D) A parte 5 é responsável pela condução do impulso nervoso, que é unidirecional e dependente dos íons sódio e potássio.

13) (UFSC/2018) Uma alternativa para o diagnóstico e tratamento do mal de Alzheimer foi descoberta por cientistas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Em animais de laboratório, a estratégia consistiu em restabelecer a comunicação de sinais nervosos interrompida e, com isso, restaurar a memória. O alvo do estudo não foram os neurônios, mas um outro tipo de célula do sistema nervoso, os astrócitos. Sem eles, as mensagens químicas que permitem ao cérebro comandar o organismo não são enviadas. As ilustrações abaixo demonstram as características do estudo.

“O que descobrimos não significa a cura, mas uma estratégia para conter o avanço da doença. Também pode ser um indicador do Alzheimer, quando as perdas de função cognitiva ainda não são evidentes”, destaca a coordenadora do estudo, Flávia Alcântara Gomes, do Instituto de Ciências Biomédicas da UFRJ.
Disponível em: <https://oglobo.globo.com/sociedade/saude/cientistas-da-ufrj-descobrem-um-caminho-para-deter-mal-de-alzheimer-21474904>. [Adaptado]. Acesso em: 21 jan. 2018.

Sobre o tecido nervoso, é correto afirmar que:
01.a propagação do impulso nervoso em um axônio mielinizado não é influenciada por nenhum tipo de gliócito.
02.os astrócitos são essenciais para o funcionamento normal das sinapses químicas entre os neurônios.
04.os prolongamentos dos oligodendrócitos e das células de Schwann podem formar a bainha de mielina nos neurônios.
08.o mal de Alzheimer afeta unicamente os neurônios, ocasionando a perda progressiva da memória e a incapacidade de tomar decisões.
16.o Sistema Nervoso Central, formado pelo encéfalo e pela medula espinhal, possui apenas células nervosas, entre elas os neurônios e os gliócitos.
32.nas sinapses químicas entre os neurônios, observa-se um espaço sináptico onde ocorre a liberação de neurotransmissores que se ligam a proteínas receptoras da membrana pós-sináptica.
Soma:

14) (UFJF) Há diversas drogas e doenças que afetam o funcionamento dos neurônios. Considerando o funcionamento dessas células, responda as questões a seguir.
A) A maioria dos anestésicos locais age bloqueando os canais de sódio dos neurônios. Qual é a relação entre o bloqueio desses canais e o efeito anestésico?

B) O diabetes mellitus reduz a mielinização dos neurônios. Quais as consequências disso sobre o processo de transmissão do impulso nervoso?

C) Alguns tipos de inseticidas orgânicos, como os fosforados e os carbamatos, impedem a degradação da acetilcolina na sinapse neuromuscular, o que provoca a contração contínua dos músculos afetados. Explique por que ocorre essa contração muscular contínua.

15) (UNICAMP) Com a manchete “O Vôo de Maurren”, O Estado de São Paulo noticiou, no dia 23 de agosto de 2008, que a saltadora Maurren Maggi ganhou a segunda medalha de ouro para o Brasil nos últimos Jogos Olímpicos. No salto de 7,04m de distância, Maurren utilizou a força originada da contração do tecido muscular estriado esquelético. Para que pudesse chegar a essa marca, foi preciso contração muscular e coordenação dos movimentos por meio de impulsos nervosos.
A) Explique como o neurônio transmite o impulso nervoso ao músculo.

B) Para saltar, é necessária a integração das estruturas ósseas (esqueleto) com os tendões e os músculos. Explique como ocorre a integração dessas três estruturas para propiciar à atleta a execução do salto.

16) (UERJ)  Nas células nervosas, essa diferença é denominada potencial de repouso, pois um estímulo é capaz de desencadear uma fase de despolarização seguida de outra de repolarização; após isso, a situação de repouso se restabelece. A alteração de polaridade na membrana dessas células é chamada de potencial de ação que, repetindo-se ao longo dos axônios, forma o mecanismo responsável pela propagação do impulso nervoso.
O gráfico a seguir mostra a formação do potencial de ação.

Descreva as alterações iônicas ocorridas no local do estímulo responsáveis pelos processos de despolarização e repolarização da membrana dos neurônios.

Resolução das questões sobre Sistema Nervoso e Neurônio

01) O estrato mielínico (bainha de mielina) atua como isolante elétrico, de modo que a despolarização do neurônio não ocorre nos locais em que ele se encontra; as despolarizações ocorrem somente nos nós neurofibrosos (nódulos de Ranvier), o que dá ao impulso  nervoso um caráter saltatório (maior velocidade de propagação).
Resp.: C

02) O impulso nervoso obedece à lei do “tudo ou nada”. Ao atingir uma intensidade mínima capaz de excitar o neurônio (essa intensidade é chamada de limiar excitatório), o impulso nervoso se propaga com velocidade máxima.
Resp.: E

03)
1) Falsa. Em um neurônio em repouso, a superfície interna é carregada negativamente e a superfície externa é carregada positivamente.
2) Verdadeira.
3) Falsa. O sentido de condução do impulso nervoso é dos dendritos para o axônio.
Resp.: E

04) Em um neurônio em repouso, a face interna da membrana fica carregada negativamente e a face externa fica carregada positivamente; diz-se, então que a membrana está polarizada.
Resp.: B

05)
A) Falsa. As sinapses químicas são as mais comuns do corpo. Em músculos lisos e no músculo estriado cardíaco ocorrem sinapses elétricas.
B) Falsa. A liberação dos neurotransmissores ocorre por exocitose.
C) Falsa. Os antidepressivos agem normalizando a quantidade de neurotransmissores na fenda sináptica.
D) Verdadeira.
Resp.: D

06) Nas sinapses não há contato entre dois neurônios; a comunicação ocorre por meio da liberação de substâncias chamadas neurotransmissores.
Resp.: E

07) Estão ERRADAS as afirmações III e IV.
III. Nas fibras mielínicas a despolarização ocorre somente nos nódulos de Ranvier (nós neurofibrosos);
IV. Não ocorre inversão de cargas quando o neurônio está em repouso.
Resp.: E

08) Os mediadores químicos (neurotransmissores) ficam armazenados em vesículas localizadas nas extremidades do axônio.
Resp.: C

09) Ao inibir a despolarização da membrana do axônio, não há o estímulo para que ocorra liberação do neurotransmissor na fenda sináptica.
Resp.: D

10) A contração muscular deve-se à liberação de acetilcolina na placa motora (junção neuromuscular). Receptores específicos, localizados na fibra muscular, reconhecem esse neurotransmissor como sinal para a contração.
Resp.: C

11)
Mal de Alzheimer: caracteriza-se por uma neurodegeneração progressiva, afetando a área cognitiva, apresentando como sintoma característico a perda da memória recente.
Mal de Parkinson:  Ocorre morte de neurônios responsáveis pela produção de dopamina, relacionados aos movimentos do corpo. Como sinais característicos surgem rigidez muscular e tremores involuntários.
Doença de Huntington: trata-se de uma doença genética e degenerativa, que se caracteriza por perda de neurônios de células do “gânglio da base”, afetando capacidade motora, cognitiva e psiquiátrica.
Resp.: D

12) O estrato mielínico (bainha de mielina) é encontrada em fibras do sistema nervoso central e do sistema nervoso periférico.
Resp.: C

13) 01. Falso. A propagação do impulso nervoso sofre influência do estrato mielínico, produzido por oligodendrócitos (células de Schwann).
02. Verdadeira.
04. Verdadeira.
08. Falso. O mal de Alzheimer afeta tanto neurônios como células da glia (gliócitos).
16. Falso. Há, também, as meninges e o líquor (líquido cefalorraquidiano). Há, ainda, vasos sanguíneos (nutrição das células do sistema nervoso).
32. Verdadeira.
Soma =2 + 4 + 32 = 38

14) A) Com o bloqueio dos canais de sódio não há despolarização da membrana do neurônio; logo, não há formação de um potencial de ação – não há condução de impulso nervoso.
B) A velocidade de condução do impulso nervoso torna-se mais lenta, uma vez que o estrato mielínico atua como isolante elétrico, o que faz com que a velocidade de condução do impulso nervoso torne-se mais rápida.
C) Sem a degradação da acetilcolina, ela permanecerá por mais tempo na fenda sináptica se associando aos seus receptores. Em consequência disto, a membrana plasmática da célula muscular será despolarizada com maior frequência, o que acarretará mais abertura de canais de cálcio do retículo sarcoplasmático, mantendo os níveis de cálcio citoplasmático altos e, consequentemente, o processo de contração.

15) A) O neurônio comunica-se com o músculo através de uma sinapse, denominada placa motora. A chegada do impulso nervoso à placa motora, desencadeia a liberação do mediador químico acetilcolina na fenda sináptica. Esse mediador é que excitará a membrana muscular.
B) Os músculos estão unidos aos ossos pelos tendões. Para execução do salto, ocorre a contração do músculo, que promove, por meio dos tendões, a movimentação dos ossos.

16) Os canais de sódio abrem-se imediatamente após o estímulo, permitindo a entrada de cargas positivas (Na+) na célula e a despolarização da membrana, e fecham-se em seguida. Os canais de potássio abrem-se mais lentamente do que os canais de sódio, permitindo a saída de cargas positivas (K+) do citosol da célula e a repolarização da membrana, e fecham-se em seguida.


Newslatter

Cadastro Newsletter Assine nossa Newsletter Gratuitamente As notícias que você não pode perder diretamente em seu email. Inscreva-se e recebe a Newsletter.

Comentários