Como justificar a ausência no Enem 2018?

Por Atualizado em 01/04/2019 16:58

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) abriu nesta segunda-feira, dia 1º de abril, o período de solicitação de isenção do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), edição 2019. De acordo com o edital do Enem 2019, o candidato que faltou às provas do Enem 2018 e deseja realizar a edição de 2019 deverá justificar sua ausência para ter direito à solicitação de isenção de taxa deste ano, que será de R$ 85,00.

Justificativa de ausência Enem 2018

De acordo com Edital do Enem 2019, se o estudante conseguiu a isenção para o Enem 2018 e faltou aos dois dias de prova, precisará justificar sua ausência entre as 10h do dia 1º de abril às 23h59 do dia 10 de abril, no site do Enem. O estudante deverá anexar documentos que comprovem a necessidade de ter faltado à prova.

Resultado da justificativa de falta do Enem 2018

A divulgação do resultado será realizada no dia 17 de abril. Se a justificativa for recusada ou sequer informada, o candidato terá de pagar a taxa de inscrição em 2019. Este ano o valor cobrado será de R$85,00.

Documentos para a justificativa de ausência no Enem 2018

Conforme informações do Inep, estão abaixo os documentos que serão aceitos para justificativa de ausência:

  • Assalto/Furto – Boletim de Ocorrência Policial legível, com nome completo; CPF ou RG do participante envolvido com o relato do assalto/furto que deve ter ocorrido nos dias 4 ou 11 de novembro de 2018; antes das 13h (horário de Brasília).
  • Acidente de Trânsito – Boletim de Ocorrência Policial legível, com nome completo; CPF ou RG do participante envolvido com o relato do acidente de trânsito que deve ter ocorrido nos dias 4 ou 11 de novembro de 2018; antes das 13h (horário de Brasília).
  • Casamento – Certidão de Casamento legível; ocorrido entre os dias 31/10/2018 e 11/11/2018, com nome completo do participante
  • Morte na Família – Certidão de Óbito ocorrido entre os dias 28/10/2018 e 11/11/2018; do cônjuge ou companheiro; pai; mãe, ou responsável legal; avô; avó; irmão; filho ou enteado; com documentação que comprove o parentesco.
  • Maternidade – Certidão de Nascimento ou de adoção legível que contemple os dias 4 ou 11 de novembro de 2018, em que conste o nome completo da participante.
  • Paternidade – Certidão de Nascimento ou de adoção legível que contemple os dias 4 ou 11 de novembro de 2018, em que conste o nome completo do participante.
  • Acompanhamento de cônjuge ou companheiro – Documento, expedido por autoridade constituída, que comprove o acompanhamento de cônjuge ou companheiro deslocado para outra cidade, entre o dia 18/05/2018 até o dia 11/11/2018.
  • Privação de liberdade – Mandado de prisão ou documento congênere que ateste privação de liberdade nos dias 4 ou 11 de novembro de 2018, contendo nome completo do participante, identificação e assinatura do responsável pelo órgão competente.
  • Internação/repouso/atendimento médico ou odontológico – Atestado Médico ou Odontológico legível, com o nome completo do participante especificando a necessidade da internação/repouso ou CID que contemple os dias 4 e/ou 11 de novembro de 2018. O documento deve conter o número do Conselho Regional de Medicina – CRM; ou Registro do Ministério da Saúde – RMS ou do Conselho Regional de Odontologia – CRO; ou do Conselho Regional de Enfermagem – COREN ou ainda do Conselho Regional de Serviço Social – CRESS e a assinatura do médico ou do odontólogo ou do responsável. Também serão aceitos
    atestados de acompanhamento de familiar: do cônjuge ou companheiro, pai, mãe ou responsável legal, avô, avó, irmão, filho ou enteado, com documentação que comprove o parentesco.
  • Emergência médica – Atestado Médico ou Odontológico legível, com o nome completo do participante, especificando a emergência médica/ odontológica ou o CID os dias 4 ou 11 de novembro de 2018. O documento deve conter o número do Conselho Regional de Medicina – CRM; ou o Registro do Ministério da Saúde – RMS ou do Conselho Regional de Odontologia – CRO ou do Conselho Regional de Enfermagem – COREN; ou ainda do Conselho Regional de Serviço Social – CRESS e assinatura do médico, odontólogo; ou responsável. Também serão aceitos, atestados de acompanhamento de familiar: do cônjuge ou companheiro, pai, mãe ou responsável legal, avô, avó, irmão, filho ou enteado com documentação que
    comprove o parentesco.
  • Trabalho – Declaração de exercício de atividade profissional que contemple os dias 4 ou 11 de novembro de 2018; com número do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica – CNPJ, identificação da empresa e assinatura do empregador responsável pela declaração.
  • Deslocamento a trabalho – Declaração de exercício de atividade profissional assinada, contendo justificativa do deslocamento; que contemple os dias 4 e/ou 11 de novembro de 2018, com número do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica – CNPJ, identificação da empresa e assinatura do empregador responsável pela
    declaração.
  • Intercâmbio acadêmico – Documento assinado, em língua portuguesa, da Instituição de Ensino Internacional que comprove intercâmbio internaciona, contendo identificação da Instituição de Ensino, nome completo do participante, e o período do curso, que contemple os dias 4 e/ou 11 de novembro de 2018.
  • Atividade curricular – Declaração ou documento assinado que comprove a participação do estudante; em atividade curricular que contemple os dias 4 e/ou 11 de novembro de 2018, no Brasil ou no exterior.

Como justificar a ausência no Enem 2018?
5 (100%) 1 vote[s]

Comentários