Estudar na França usando nota do ENEM: Entenda como funciona

Você sabia que pode estudar na França usando nota do ENEM? É isso mesmo que você acabou de ler! É comum que exista uma procura pelas universidades do exterior para o ingresso através da nota obtida pelo ENEM. Mas o que pouca gente sabe é que dá para usar essa mesma nota para começar os estudos na França!

Como estudar na França usando nota do ENEM?

O que todo mundo sabe é que existem várias universidades portuguesas que têm acordos com o Brasil e promovem o aceite das notas de ENEM como uma maneira de ingressar em seus cursos. Além do país português, outros lugares como Canadá, Inglaterra e França, por exemplo, estão aceitando o ENEM como forma de ingresso.

Para que isso aconteça, não é importante somente a nota boa do ENEM. As exigências das universidades da França compreendem que o estudante tenha aprovação em alguma universidade do Brasil ou curso semelhante com aquele em que ele quer ingressar no país francês. Portanto, esse processo para fazer uso do ENEM para iniciar os estudos na França tem mais complicação quando em comparação a Portugal. Mas não é tão fora da realidade!

Além de ter realizado o ENEM e ter a aprovação em curso no Brasil, o concorrente precisa fazer a comprovação de que saber se comunicar na língua francesa – isso quando for efetuar a sua candidatura para estudar na França usando nota do ENEM.

Qual é a nota mínima?

Não houve o estabelecimento de uma nota mínima para que o estudante pudesse dar início aos seus estudos na França. O que acontece é que o concorrente precisa ter a aprovação numa universidade do Brasil – pública ou particular.

Esse curso em que foi aprovado precisa, ainda, ter semelhança ou equivalência ao curso que deseja estudar na França.

Custos para estudar na França

Caso o estudante queira se candidatar para estudar em uma universidade pública no país francês, será preciso efetuar o pagamento de inscrição que varia de 200 a 400 euros a cada ano letivo.

Os custos de vida no país consegue variar entre 700 a 1000 euros por mês.

Cursos disponíveis para ingresso

Isso depende de cada universidade. Como já dito, para fazer uso do ENEM para os estudos na França, será preciso da aprovação aqui no seu país de nascimento. Só será possível, então, que o candidato ingresse no curso do exterior se tiver sido aprovado em curso relacionado ao que pretender cursar lá.

É claro que cada universidade tem suas regras específicas. Portanto, é preciso fazer a verificação das informações no endereço eletrônico de cada uma delas. Para tanto, será preciso de um visto do estudante para o país francês.

É válido estudar na França?

Seja para um intercâmbio ou para permanência no país, o ideal é ter em mente que toda a mudança pode acrescentar muito na vida de qualquer pessoa. Portanto, é válido sim! Quando você reside em outro país que não o seu de origem, as mudanças são gigantes. É uma língua distinta, um sistema diferente, uma nova cultura. Mas além disso, dispor de um diploma da Europa, com certeza, abre oportunidades incríveis.

Se você tem essa chance, agarre-a! É claro que não é muito fácil ficar longe dos familiares, do seu país de origem, dos seus amigos. Alguns momentos serão mais complicados que outros, bem como alguns dias de sua estadia em outro país.

Mas ao fim, quando você consegue o seu diploma, percebe que todos os sacrifícios foram importantes e valeram realmente a pena! Abrace a oportunidade e tenha em mente todas as vantagens de estudar na França!

Artigo escrito pela Percursos Idioma, escola de cursos de francês em São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.