Gráfica que imprime provas do Enem decreta falência

Por Atualizado em 02/04/2019 7:10

Neste dia 1º de abril, a gráfica responsável pela impressão das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) decretou falência. De acordo com a nota distribuída pela empresa aos funcionários, a organização justifica que não tinha condições de se manter diante do cenário atual do mercado editorial.

A notícia gera muitas dúvidas a respeito do cronograma do Enem 2019. Em geral, as provas são impressas com bastante antecedência em relação ao dia do exame, que este ano está marcado para os dias 03 e 10 de novembro.

As inscrições para o maior processo seletivo do Brasil estão previstas para 06 a 17 de maio, e nesta segunda-feira, 1º de abril, teve início o período para solicitar isenção da taxa de inscrição do Enem 2019. Aqueles candidatos que não obtiverem a isenção deverão pagar o valor de R$ 85.

Empresa contratada desde 2009

A RR Donneley é uma empresa multinacional com sede nos Estados Unidos, e que se tornou a gráfica responsável pela impressão das provas do Enem desde 2009. Ano passado foram impressos na gráfica cerca de 11 milhões de cadernos de questões para aplicação do exame e mais de 50 itens de material administrativo necessários para a aplicação do Enem, que vão desde folhas de coleta de biometria até etiquetas de identificação dos malotes.

De acordo com informações do Inep, as provas são impressas ao longo de dois meses, demandando um volume de 50 toneladas de papel por dia. Ao todo, são consumidas cerca de duas mil toneladas de papel.

Nota da gráfica na íntegra

“A RR Donnelley Editora e Gráfica Ltda decidiu, após considerar todas as opções, encerrar sua operação no Brasil. Entre os fatores que levaram o grupo a tomar esta medida estão as atuais condições de mercado na indústria gráfica e editorial tradicional, que estão difíceis em toda parte, mas especialmente no Brasil. Recentemente, a RR Donnelley perdeu um de seus principais clientes e registrou uma drástica redução no volume de trabalho contratado.

O grupo operou no Brasil por mais de 25 anos. Mas, uma análise meticulosa das finanças da empresa motivou nossa decisão. O requerimento de autofalência da RRD será processado e decidido pelo foro da comarca de Osasco/SP.

Para minimizar o impacto da falência, a empresa entrará em contato com o sindicato e avaliará a possibilidade de rescindir todos os contratos de trabalho já nos próximos dias. Isso permitirá o pronto levantamento dos valores depositados nas contas vinculadas do FGTS e habilitará os funcionários a solicitarem o seguro-desemprego, na forma da lei.”


O portal VestibulandoWeb é um portal de educação dedicado à preparação para Vestibular e Enem. Contribuímos, também, com divulgação de informações sobre inscrições, Fies, Sisu, Prouni, Encceja. Criamos materiais, divulgamos provas e questões comentadas. Ajude-nos a criar e divulgar novos materiais. » APOIAR ESTA INICIATIVA


Comentários