Inep pode adiar Enem 2020, segundo O Globo

De acordo com matéria publicado no jornal O Globo, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) pode adiar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 devido à suspensão das aulas decorrente da pandemia do coronavírus. A previsão inicial é de que o Enem 2020 Regular seja aplicado no dia 1º e 8 de novembro, enquanto a edição do Enem Digital 2020 fosse aplicada nos dias 11 e 18 de outubro. Algumas das propostas estudadas indicam o adiamento da aplicação do exame em, no mínimo, 15 dias. Porém, há discussões internas que visam adiar a data em 20 dias.

“A análise é de que como o exame tem a intenção de avaliar o ensino médio não faria sentido aplicá-lo na data prevista uma vez que o cronograma das escolas estaria atrasado e o conteúdo completo não teria sido ministrado aos alunos”, aponta a matéria publicada pelo jornal O Globo, nesta quarta-feira, 25 de março.

Além da aplicação da prova, provavelmente todo calendário pode sofrer mudanças, já que poderia ser preciso adaptar as datas de pedido de isenção e de inscrição, de forma a garantir que todos tenham acesso, o que não seria possível em período de quarentena. Apesar das discussões, a decisão final só pode ser tomada por Abraham Weintraub, ministro da Educação.

Edital do Enem 2020

De acordo com a matéria, o edital do Enem 2020 seria finalizado na segunda quinzena de março, uma vez que a equipe responsável está trabalhando para que licitações e processos relativos ao exame não sejam prejudicados pelo período de quarentena. Essa mesma equipe considerou difícil de manter a data atual. De acordo com a matéria, ainda, a realização do exame apenas em 2021 não estaria descartado.

Caso ocorra alguma alteração no cronograma do Enem 2020, o cronograma do Sistema de Seleção Unificado (Sisu) e outros programas do governo também poderão ser modificados.

Em nota enviada para a imprensa, o MEC disse que:

“Até o momento, os cronogramas das próximas edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Programa Universidade para Todos (Prouni) e do Programa de Financiamento Estudantil (Fies) estão mantidos.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.