Inep renova parceria com 5 universidades portuguesas para uso do Enem

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) renovou, neste mês de junho, sua parceria com cinco instituições de ensino superior de Portugal. Com esse acordo, pessoas que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) podem ser admitidas em universidades portuguesas.

Atualmente, mais de 50 instituições portuguesas utilizam as notas do Enem como critério para alunos brasileiros que desejam estudar no país europeu. Este mês, a parceria foi renovada com a Universidade da Beira Interior e com os Institutos Politécnicos de Beja, Leiria, Santarém e Castelo Branco.

Os critérios específicos, bem como as notas de corte para admissão e pesos das provas são definidos pelas próprias instituições.

Os interessados em concorrer a uma vaga no ensino superior português através do Enem não podem ter nacionalidade de algum dos países membros da União Europeia ou estar residindo legalmente em Portugal há mais de dois anos. As inscrições são realizadas exclusivamente pela internet.

Algumas universidades não cobram taxas pela inscrição na candidatura, mas os valores podem chegar a 110 euros. A depender do curso almejado, o candidato pode ter que pagar também pelo teste de aptidão física e desportiva ou com exame médico.

Todas as instituições cobram mensalidade ou anuidade. Algumas delas cobram, anualmente, uma taxa de matrícula. Há, ainda, a possibilidade de aluno incluir alojamento e alimentação no valor da mensalidade ou anuidade.

Os candidatos com as melhores notas podem ser contemplados com bolsas ou descontos nos valores, conforme determinação de cada universidade.

É importante lembrar que, em Portugal, o termo “licenciatura” diz respeito a todas as graduações, não correspondendo ao grau brasileiro que permite exercer o magistério. A validação dos diplomas portugueses deve ser realizada no Brasil conforme a legislação nacional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.