Fies 2019/1: MEC prorroga novamente pré-seleção da lista de espera

Por Atualizado em 30/04/2019 14:54

O Ministério da Educação (MEC) informou nesta terça-feira, dia 30 de abril, que está prorrogado o prazo para pré-seleção do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) 2019/1. A previsão é de que as convocações se encerrem no dia 10 de maio. Não é a primeira vez que o MEC prorroga esse prazo, que estava previsto para encerrar hoje, dia 30 de abril.

O que os candidatos pré-selecionados devem fazer?

O participante que for pré-selecionado por meio da lista de espera do Fies deverá acessar o Site do Fies e complementar a inscrição para poder contratar o financiamento no prazo de cinco dias úteis, contando a partir da divulgação da pré-seleção no FiesSeleção. A lista de espera é válida apenas para a modalidade Juros Zero.

Quando concluir a inscrição no FiesSeleção, o candidato deverá comparecer à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) e validar as informações em até cinco dias, contados a partir do dia da complementação da inscrição no Fies.

Em até dez dias, contados a partir do terceiro dia útil à data da validação da inscrição pela CPSA, o candidato deverá comparecer a um agente financeiro, com a documentação exigida e especificada nos normativos vigentes para fins de contratação e, uma vez aprovada pelo agente financeiro, formalizar a contratação do financiamento.

Fies 2019/1

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), edição 2019/1, é voltada para os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010 e alcançaram média de 450 pontos e nota acima de zero na redação.

Todos os candidatos tiveram a oportunidade de escolher até três cursos ao se inscreverem na modalidade do Fies ou P-Fies.

Em 2019 o programa passou por modificações promovidas pelo MEC, que dividiu o programa nas modalidades: FIES, sem juros e voltado para estudantes com renda familiar de até três salários-mínimos por pessoa; P-FIES, com juros variáveis e estabelecidos pelos bancos, e voltado para estudantes com renda familiar de até cinco salários-mínimos por pessoa.

O MEC ofereceu 100 mil vagas na modalidade Juros Zero e 450 mil vagas para o P-Fies.


Avalie esta postagem

Comentários