Questões sobre o Período Pré-Colonial

Por Atualizado em 01/04/2020 16:53

01) (UNESP/2020) Na Europa, as forças reacionárias que compunham a Santa Aliança não viam com bons olhos a emancipação política das colônias ibéricas na América.

[…] Todavia, o novo Império do Brasil podia contar com a aliança da poderosa Inglaterra, representada por George Canning, primeiro-ministro do rei Jorge IV. […] Canning acabaria por convencer o governo português a aceitar a soberania do Brasil, em 1825.
Uma atitude coerente com o apoio que o governo britânico dera aos EUA, no ano anterior, por ocasião do lançamento da Doutrina Monroe, que afirmava o princípio da não intervenção europeia na América.
(Ilmar Rohloff de Mattos e Luis Affonso Seigneur de Albuquerque. Independência ou morte: a emancipação política do Brasil, 1991.)

O texto relaciona
a) a restauração das monarquias absolutistas no continente europeu, a industrialização dos Estados Unidos e a constituição da Federação dos Estados Independentes da América Latina.
b) a influência da Igreja católica nos assuntos políticos europeus, o controle britânico dos mares depois do Ato de Navegação e o avanço imperialista dos Estados Unidos sobre o Brasil.
c) a disposição europeia de recolonização da América, o Bloqueio Continental determinado pela França e os acordos de livre-comércio do Brasil com os países hispano-americanos.
d) a penetração dos industrializados britânicos nos mercados europeus, a tolerância portuguesa em relação ao emancipacionismo brasileiro e a independência política dos Estados Unidos.
e) a reorganização da Europa continental depois do período de domínio napoleônico, os processos de independência na América e a ampliação do controle comercial mundial pela Inglaterra.

02) (FAMENA/2020) Observe as obras que representaram, posteriormente aos fatos, os processos de independência da Venezuela e do Brasil.

Nessas representações, pode-se observar
a) o caráter elitista dos movimentos emancipatórios.
b) a influência das ideias liberais vindas da Europa.
c) o uso de tropas coloniais com participação popular.
d) o exemplo da independência norte-americana

03) (FATEC/2019) Potosi e Vila Rica foram duas cidades economicamente importantes das Américas espanhola e portuguesa, respectivamente, uma vez que, do entorno delas, foram extraídos metais preciosos. A acumulação desses e de outros metais, o controle da balança comercial e o monopólio do comércio colonial foram parte de uma política econômica que fortaleceu Estados europeus e garantiu o seu desenvolvimento econômico posterior.

Assinale a alternativa que apresenta, corretamente, os metais extraídos do entorno dessas duas cidades coloniais e a política econômica à qual o texto se refere.

Metais extraídos Política econômica
a) Diamante e cobre Monetarismo
b) Ouro e diamante Monetarismo
c) Cobre e níquel Metalismo
d) Prata e ouro Mercantilismo
e) Níquel e prata Mercantilismo

04) (UFRGS/2019) Considere as afirmações abaixo, sobre os processos de colonização e as estruturas sociais das Américas nos séculos XVII e XVIII.

I – Nas colônias inglesas e francesas do Caribe, a unidade de produção predominante foi a pequena propriedade agrícola, em que trabalhavam camponeses livres, de origem majoritariamente europeia.
II – Nas colônias da Nova Inglaterra, predominaram as plantations monocultoras e exportadoras, em que a forma de trabalho principal era a mão de obra escravizada.
III- Na Nova França, atual Quebec, os colonizadores estabeleceram um sistema senhorial baseado no feudalismo francês, o que gerou uma grande concentração de terras e uma baixa atração de imigrantes para esses territórios.

Quais estão corretas?
a) Apenas I.
b) Apenas II.
c) Apenas III.
d) Apenas I e II.
e) I, II e III.

05) (FATEC/2019) O nome com que foi batizado o maior torneio entre clubes de futebol sul-americano homenageia o conjunto de líderes dos processos de independência dos países da América do Sul. Os principais “libertadores” foram Simón Bolívar e José de San Martín, que atuaram nos processos de independência de diversos países.
<https://tinyurl.com/y72ma2xo> Acesso em: 31.05.2018. Adaptado.

Sobre esses processos de independência, é correto afirmar que
a) Bolívar foi o responsável pela opção monarquista, adotada nas novas nações independentes.
b) Venezuela, Bolívia e Panamá se tornaram, a partir do ideal dos libertadores, uma nação única.
c) Bolívar fracassou em seu projeto de formação de uma grande nação pan-americana.
d) Argentina, Paraguai e Uruguai se uniram ao Brasil para a criação de uma grande nação monarquista.
e) San Martín ficou conhecido como “libertador” por seu papel na abolição da escravidão na Guatemala.

Gabarito das Questões sobre o Período Pré-Colonial

01) A questão se refere à onda reacionária que dominou a Europa após o término das Guerras da Revolução Francesa e Napoleônicas, contrastando com a conjuntura revolucionária liberal na América Latina e com o predomínio do capitalismo inglês em relação ao comércio mundial.
Resp.: E

02) As telas mostram salões suntuosos e pessoas vestidas com trajes típicos das elites coloniais, o que denota o caráter elitista dos movimentos citados.
Resp.: A

03) Embora classificada como “multidisciplinar”, a presente questão está adstrita à temática histórica, pois Potosí, no alto Perú (Bolívia atual) foi o maior centro argentífero da América Colonial Espanhola, assim como Vila Rica (atual Ouro Preto) era a sede administrativa da produção aurífera de Minas Gerais. A questão ainda faz referência a outro dado histórico quando define o mercantilismo – política econômica praticada pela quase totalidade dos Estados europeus na Idade Moderna.
Resp.: D

04)
I. Errada, porque as colônias citadas eram de exploração. Logo, predominavam as plantations monocultoras e exportadoras, em que a forma de trabalho principal era a mão de obra escravizada.
II. Errada, porque a colônia citada era de povoamento. Logo, a unidade de produção predominante foi a pequena propriedade agrícola, em que trabalhavam camponeses livres.

05) Simón Bolívar, patriota venezuelano responsável pela libertação de seu próprio país, da Colômbia, do Equador, do Peru e do Alto Peru (atual Bolívia, cuja a independência foi levada a cabo por Antonio José de Sucre, lugar-tenente de Bolívar). Todavia, o projeto bolivariano de formar uma grande união panamericana (a “Confederação dos Andes”) fracassou, devido às diferenças regionais e ao choque das ambições dos líderes políticos.
Resp.: C


Newslatter

Cadastro Newsletter Assine nossa Newsletter Gratuitamente As notícias que você não pode perder diretamente em seu email. Inscreva-se e recebe a Newsletter.

Comentários