Estudar Medicina: entenda como funciona a profissão

Por Atualizado em 09/07/2020 14:04

A área médica é, sem dúvida alguma, uma das profissões mais importantes e necessárias. É este profissional o responsável por indicar e realizar tratamentos, cirurgias e medicamentos que levem a cura das várias enfermidades que afligem o ser humano. A grande demanda de médicos em postos e hospitais torna ela uma profissão bastante concorrida.

Quem deseja estudar medicina deve, antes de tudo, conhecer a profissão, seus campos de atuação e a área de especialização em que pretende atuar. Continue a leitura para saber mais sobre o assunto!

O que um profissional médico faz?

Consultas médicas, atendimentos, pericias, encaminhamentos, solicitações de exames, operações cirúrgicas, prevenção e tratamento de doenças são algumas responsabilidades de um médico dentro de um hospital em qualquer lugar do mundo. 

Responsabilidades essas que o menor dos problemas pode colocar em risco a vida de um paciente. Como médico, o profissional prioriza, acima de tudo, a vida dos pacientes. Buscando a melhor maneira de levar até eles a cura que necessitam. 

É possível a quem estuda medicina exercer outras funções ligadas a área como serviços sociais, ensino, programas sociais e pesquisas clínicas. 

Médicos que atuam na área de cirurgiões possuem horários bem rígidos, dependendo do tipo de cirurgia, diariamente esse profissional pode chegar a realizar até 15 operações diárias. 

Além disso, atuar em setores que gerem desconforto para o profissional é bastante comum, ocasionando altos níveis de estresse. Médicos também possuem funções diferentes em hospitais, muitos trabalham com exames que necessitam de produtos médicos específicos para realização de exames e interagem constantemente com elementos químicos tóxicos ou radiatividade, como dos Raio X.

Qual é o mercado para quem estuda medicina?

Criar uma carreira na área médica não é difícil. O profissional médico não encontrará dificuldades para conseguir ser contratado considerando a grande demanda por médicos nos últimos anos.

Além dos altos salários, o profissional médico deve ter a competência necessária da sua área de atuação, importante demonstrar seus conhecimentos amplos e se superar ao exercer a profissão. 

Embora a demanda seja alta, a necessidade de experiência é o que dificulta a contratação. No entanto, muitos alunos investem em ao menos dois anos de residência, onde seus conhecimentos serão postos a prova ao lado de profissionais já reconhecidos da área.

Aqui no Brasil, são ao menos seis anos de estudos e mais 2 de residência que proporcionam ao profissional a experiência necessária para iniciar uma carreira no meio público ou privado, seja em hospitais particulares ou consultórios próprios. 

Áreas de atuação na medicina

Quem decide estudar medicina precisa saber de duas coisas importantes. A primeira é que boa parte da sua vida desde o início dos estudos será focada inteiramente na área da saúde, a segunda coisa é que existem mais de 53 especializações médicas que você pode escolher para atuar, por exemplo:

  • Medicina do Trabalho;
  • Otorrinolaringologia;
  • Clínica Médica;
  • Cardiologia;
  • Pediatria;
  • Ortopedia e Traumatologia;
  • Obstetrícia;
  • Medicina Intensiva;
  • Medicina preventiva e social;
  • Anestesiologia;
  • Oftalmologia;
  • Infectologia;
  • Ginecologia -Psiquiatria;
  • Dermatologia;
  • Radiologia e Diagnóstico por Imagem;
  • Cirurgia Geral;
  • Cirurgia Plástica;

É importante que saiba que a área que escolher pode afetar seu modo de trabalho, por exemplo, determinada especialização lhe proporciona exercê-la em um consultório próprio e outra necessita que sua atuação seja em emergências e plantões em hospitais.

Quais as chances de um profissional médico ser contratado no Brasil?

Como já foi dito aqui, existe grande demanda pela profissão em todo o país com bons salários e muitas áreas de especialidades para atuar. Segundo o Conselho Federal de Medicina, aproximadamente 99% dos médicos são contratados. 

Essa porcentagem aumentou em 2020 com a chegada da pandemia do Covid-19 onde a necessidade de mais profissionais foi requisitada pelos hospitais públicos e privados. No Brasil, os estados Centro-Oeste, Sul e Sudeste são as regiões onde a contratação de médicos é mais alta no país. 

O que é preciso para atuar na medicina?

Se você pretende estudar medicina, aqui está um fato importante. Após formar-se nos cursos, o aluno recém formado precisará adquirir um registro no Conselho Regional de Medicina, o qual só poderá ser obtido após algumas obrigatoriedades serem cumpridas, como:

  • Ter feito estágio no SUS;
  • Ter feito estágio nos serviços de urgência;
  • Ter feito estágio nos serviços de emergência. 

Além disso, a carga horária a ser cumprida nos estágios é de 30% do internado. A cada dois anos, o governo avaliará os alunos dos cursos de medicina que fará uma classificação destinado aos programas de residência médica.


Newslatter

Cadastro Newsletter Assine nossa Newsletter Gratuitamente As notícias que você não pode perder diretamente em seu email. Inscreva-se e recebe a Newsletter.

Comentários