Estudar Fotografia: entenda como funciona a profissão

Com o avanço das redes sociais e da tecnologia de ponta, as imagens se tornaram fundamentais para a boa comunicação visual. Nesse sentido, a fotografia também ganhou novos ares, indo para além de um simples registro afetivo e ganhando notoriedade e importância para o jornalismo e para a publicidade. Mas, afinal, vale a pena estudar para ser um fotógrafo?

Apesar de não ser uma profissão nova, atualmente existem poucos cursos superiores no Brasil de fotografia, podendo ser de dois tipos: bacharelado ou tecnológico.

Estudar fotografia: entenda como funciona a profissão

Com o objetivo de formar profissionais capazes de atuar na produção fotográfica em diferentes setores do mercado, as aulas garantem uma formação teórica, mas com bastante prática e humanização. Afinal, muito além de registrar momentos, é preciso captar exatamente, a mensagem que deve ser passada.

O que faz um fotógrafo?

De um modo geral, o profissional elabora e tira as fotografias, sejam elas estáticas ou dinâmicas. Mas, muito além da captação de imagens com o uso de câmeras, o fotógrafo domina o uso de máquinas, lentes e filmes e conhece técnicas de revelação, ampliação e tratamento de imagens.

Em franca expansão, o mercado para esse profissional é bastante amplo e concorrido. A boa notícia, é que existem diferentes formas e frentes de atuação, que permite que o profissional trabalhe com:

  • Arquitetura;
  • Direção de arte;
  • Fotografia de pessoas – ensaios gestante, ensaios smash the cake e ensaios newborn, por exemplo;
  • Fotografia de eventos – como casamentos, formaturas e festas infantis;
  • Fotografia corporativa, publicitária e de marketing;
  • Ensaios de Moda;
  • Fotojornalismo, entre outros.

O que é preciso para ser um fotógrafo?

Para se tornar um bom fotógrafo, é importante entender que as fotografias são como a arte e, por isso, é necessário gostar de registrar e eternizar momentos, sejam eles pessoais, históricos, paisagísticos, entre outros.

Além disso, é preciso ter conhecimentos técnicos, proatividade, criatividade e experiência, assim como gostar de trabalhar e lidar com pessoas.

Ainda, apesar de não ser mandatório, o curso de ensino superior pode ser fundamental para quem deseja ingressar nesse ramo, especialmente para ter conhecimento de questões mais técnicas, como manusear os equipamentos e desenvolver as habilidades necessárias.

Nesse sentido, há, no entanto, muitos cursos livres e até mesmo especializações que permitem essa profissionalização e são ideais para quem deseja dar uma guinada na carreira ou transformar completamente a sua vida e mudar de área de atuação.

Um bom fotógrafo também precisa estar disposto a investir em equipamentos, como câmeras, tripés, iluminação, entre outros. Apesar do alto custo, eles são essenciais para o desempenho do trabalho e para a própria credibilidade do profissional.

Como está o mercado de trabalho para fotógrafo?

Assim como acontece em outras carreiras, o mercado de fotografia está em expansão e tem registrado uma alta concorrência. No entanto, a profissão tem uma vantagem: há uma enorme gama de possibilidades de atuação, o que permite maior flexibilidade e, de quebra, muitas oportunidades.

Atualmente, grande parte dos profissionais atuam de forma autônoma, oferecendo seus serviços para pessoas físicas e jurídicas. Com um estúdio fixo ou não, para alcançar o sucesso é preciso percorrer um longo caminho e investir no aprendizado constante.

Isso porque, com novas tecnologias surgindo a todo momento, o profissional deve se manter atualizado sempre que possível. Afinal, quem sabe fazer diferente, se destaca dos demais.

É importante ressaltar, ainda, que esta é uma profissão que sempre será necessária, independentemente do contexto. Por isso, se ainda está em dúvida se é isso mesmo que quer, converse com um profissional do ramo e entenda como e o porquê você gosta tanto de tirar fotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.