Ser Jornalista: entenda como funciona a profissão

O jornalismo é um campo de estudo muito importante, no entanto, competitivo. Há diversas opções disponíveis para dedicar os estudos.

É possível se tornar um jornalista político, esportivo ou de entretenimento, por exemplo. Também existem carreiras no jornalismo investigativo ou de rádio.

Se existe alguma área no qual você já é apaixonado ou acha que tem facilidade, isso pode contribuir para uma carreira no jornalismo de sucesso.

Cada vez mais empresas tradicionais estão se adaptando a geração da internet, evolução que fez com que o jornalismo também tivesse que se desenvolver.

Com uma abertura no mercado de trabalho para os jornalistas, existem diversos meios e campos disponíveis para o profissional atuar.

O que faz um jornalista?

Um jornalista é a pessoa que pode escrever notícias do último momento ou sobre pessoas, lugares interessantes, eventos atuais ou tendências.

Estudar jornalismo é um campo bem prático de estudo em que os alunos são treinados a pesquisar, relatar e comunicar notícias através da internet, mídias impressas ou transmissão.

No currículo de um jornalista, normalmente há um misto de aprendizagem em sala de aula com bastante prática para que os alunos tenham o conhecimento e habilidades para entrar no mercado de trabalho.

Trabalham para estações de rádio, revistas, jornais, blogs ou mídias impressas. São responsáveis por transformar ideias em histórias.

Jornalistas também trabalham contando tópicos interessantes para o público e fornecendo essas informações com uma escrita simples de entender e envolvente.

Dessa forma, o jornalista deve ser uma fonte confiável de informações, sendo imparcial e distribuindo os fatos ao público de forma verdadeira e eficiente.

Os jornalistas podem trabalhar relatando eventos de interesse jornalístico ou ainda interessante para o público usando fatos.

É uma profissão de pessoas curiosas, que gostam de fazer perguntas e buscam constantemente por verdades, seja de cunho emocional ou mais intelectual.

Devem fazer uma boa pesquisa, verificar e examinar suas fontes. Também acompanham caminhos abertos e usam quaisquer ferramentas que encontram à sua disposição para criar as histórias mais interessantes e precisas possíveis.

Quais as áreas de atuação para quem estuda Jornalismo

Os jornalistas podem seguir uma diversidade bem grande de caminhos de carreira, seja em jornais, revistas, veículos da internet, televisão ou rádio.

Podem optar por trabalhar como repórteres, produtores de conteúdo ou editores. As habilidades de comunicação de um jornalista também funcionam muito bem nas áreas de marketing e relações públicas.

Durante a graduação, o estudante vai desenvolver suas habilidades para que possa noticiar informações nos principais meios de comunicação, aprendendo as diferentes formas de produzir conteúdo.

Além de uma atuação mais tradicional, como revistas, televisão, jornais, rádio como suas principais áreas de atuação, o profissional também pode atuar com comunicação empresarial.

Nesse caso, o jornalista pode trabalhar ao lado do time de Relações Públicas, como um porta-voz da organização. Também podem atuar ao lado dos profissionais de publicidade e propaganda.

Algumas ideias de áreas de trabalho em que o jornalista pode atuar:

  •         Jornalista de rádio
  •         Assistente editorial
  •         Editor de recursos de revista
  •         Jornalista de revista
  •         Jornalista de jornal
  •         Analista de risco político
  •         Subeditor de imprensa
  •         Publicação de editor / revisor
  •         Gerenciador de conteúdo da web
  •         Escritor

Outras áreas que jornalistas também podem trabalhar:

  •         Redator publicitário
  •         Redator digital
  •         Investigador de mercado
  •         Especialista em multimídia
  •         Oficial de relações públicas
  •         Escritor de ciência
  •         Tradutor

Assim, depois da formação, o jornalista pode seguir diversos caminhos em diferentes áreas de atuação.

Trabalhar como repórter é uma das mais conhecidas, mas também podem trabalhar escrevendo, com redação ou editando matérias.

Muitos profissionais atuam como redatores de conteúdo, escrevendo artigos sobre franquias de sorvete no Brasil por ter uma alta demanda sobre esse tipo de assunto.

Dessa forma, conquistam dinheiro escrevendo matérias sobre franquias de açaí no Brasil para grandes veículos de informação em um trabalho mais voltado para o freelance.

O mercado de trabalho para quem é Jornalista

O jornalismo tem um mercado de trabalho bem competitivo, principalmente para quem não tem conhecimento, habilidade e conexões suficientes.

Existem menos opções de emprego nas mídias de notícias convencionais. No entanto, existem muito mais empregos que exigem habilidades jornalísticas e comunicação em outras áreas.

A demanda de emprego para os graduados em jornalismo é alta já que existem muitos empregos em comunicação e mídia que demandam habilidades especializadas.

Assim, o jornalista tem habilidades de entrevista, pesquisa, redação, podcasting, edição de redes sociais ou visualização de dados. Além de habilidades de comunicação, trabalho em equipe, gerenciamento de tempo que fazem parte do currículo do jornalista.

Para quem tem essas habilidades e gosta da área de comunicação, há ótimas oportunidades de emprego.

Um dos principais motivos para ter novos empregos nas redes sociais é a facilidade da disseminação das notícias e os novos métodos de compartilhar conteúdos e seus hábitos de consumo.

Emissoras tradicionais e editoras impressas estão trabalhando online e agências menores de publicação de conteúdo buscam repórteres e editores que possam criar conteúdo para as suas mídias.

Portanto, o mercado de trabalho ainda tem uma demanda por profissionais que querem trabalhar na parte mais tradicional do jornalismo, com edição, reportagem ou leitura de notícias.

Ainda assim, existe demanda para trabalhar com comunicação em geral, seja unindo os conhecimentos com relações públicas ou publicidade.

As atividades de um Jornalista

Os jornalistas podem desenvolver suas atividades e conhecimentos nas mídias de notícias, enquanto outros procuram trabalhar com pesquisas sofisticadas, focando em outras habilidades de comunicação.

Na graduação, os alunos aprendem a:

  •         Pesquisar
  •         Analisar
  •         escrever
  •         Relatar notícias e eventos.

Também são capazes de gravar, editar, produzir áudio e vídeo, incluindo podcasts, vídeos curtos para redes sociais.

As atividades também envolvem

  •         operar sistemas de gerenciamento de conteúdo
  •         produzir conteúdo para redes sociais
  •         usar ferramentas de verificação de fatos
  •         Realizar extração de dados.

Assim, as atividades do jornalista envolvem mais do que entrevistar pessoas ou trabalhar como repórter.

Também tem noções de fotografia, vídeo e produção de conteúdo voltado para internet para trabalhar com comunicação institucional, assessoria de imprensa, jornalismo esportivo ou marketing de conteúdo.

Embora um mercado de trabalho competitivo, os jornalistas encontram uma maior diversificação nas suas áreas de atuação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.