Estudar Teatro: entenda como funciona a profissão

Não é de hoje que o teatro tem um papel fundamental na vida das pessoas, do latim theatrón (lugar de contemplar), ele tem um valor cultural inegável, incentivando a reflexão sobre os mais variados temas.

Lembrando que a história do teatro começa na Grécia Antiga mas até hoje ainda é uma das principais linguagens artísticas, seja para contar uma história ou para fazer refletir.

Por isso, muita gente se interessa em estudar teatro, seja por hobby ou para iniciar uma profissão, que pode ser em diferentes áreas de atuação.

A história do Teatro

A história do teatro começou lá atrás, mais precisamente, na Grécia Antiga, em torno do século VI a.C., quando eram realizados rituais em louvor ao Deus Dionísio (mitologia), surgindo, então, em consequência dessas festas.

Essas celebrações ao Deus Dionísio chegavam a durar dias, ocorrendo sempre na época da colheita, justamente, como agradecimento ao alimento e vinho.

E foi durante essas celebrações que surgiu Téspis, um cantor grego que teve papel fundamental para o surgimento do teatro ocidental, pois resolveu  vestir uma máscara, se destacando dos demais que faziam parte do coro, dizendo ser o próprio Deus Dionísio, iniciando assim um diálogo com o “coro”.

Assim, por toda essa ousadia, acabou sendo reconhecido como o “criador do teatro” e primeiro ator e produtor teatral.

A partir de então, o teatro evoluiu e acabou por influenciar fortemente o teatro romano e outras culturas.

Quanto à arquitetura, a estrutura dos primeiros teatros era parecida, com as apresentações sendo feitas ao ar livre, em construções de formato semicircular.

Mas, vale frisar que, apesar do teatro ocidental ter origem reconhecida na Grécia Antiga, esse tipo de manifestação, no entanto, já existia desde os tempos mais remotos.

Assim, na própria pré-história, por exemplo, os seres humanos possuíam diferentes maneiras de se comunicar, sendo a imitação uma delas, o que se deduz que, provavelmente, os homens das cavernas imitavam os gestos dos animais, encenavam caçadas, para contar aos demais como as situações ocorreram.

Da mesma forma, se atribui a essa época os primeiros passos de dança, a criação de músicas e desenhos.

O Perfil de um profissional de Teatro

Primeiramente, vale lembrar que o profissional de teatro não se restringe ao trabalho de ator, pode ser o cenógrafo, o diretor, o figurinista.

Mas, de uma forma mais específica, focando no trabalho de ator, o profissional de teatro precisa ter, em sua essência, a sensibilidade aguçada, para perceber as muitas nuances de personalidade dos personagens aos quais dará vida.

Embora muita gente considere a timidez um impeditivo, na prática, porém, o que se percebe é que o teatro, mais especificamente, o trabalho como ator, não só ajuda qualquer pessoa a vencer a timidez como, também,  não impede que possa dar vida a todo tipo de personagem.

No mais, o profissional de Teatro deve ter facilidade de se expressar com palavras e com o corpo, além de saber trabalhar em equipe e lidar com todo tipo de pessoa.

Quais as áreas de atuação para quem estuda teatro

Como foi dito, quem faz teatro não precisa, necessariamente, trabalhar como ator, existem muitas possibilidades para quem faz curso de teatro, tais como:

Arteterapia: pode ajudar pessoas com problemas psicológicos ou emocionais a se tratarem através da arte!

Cenografia: responsável pela criação, desenvolvimento e construção de cenários.

Direção Teatral: trabalhar como diretor, orientando os atores, a equipe de iluminação, figurino e etc.

Dramaturgia: pode escrever, criando ou adaptando, peças teatrais, filmes, novelas, enfim, roteiros, de uma forma geral.

Dublagem: pode trabalhar como dublador, aliás, esse é um campo muito em alta, para dar voz a um personagem animado ou traduzir as falas de personagens de filmes e séries.

Ensino: quem quiser ainda pode investir em licenciatura para ser um professor, dando aulas de teatro para alunos do Ensino Fundamental e Médio, ou mesmo, cursos livres. Ou também, investir em mestrado/doutorado, para dar aula nas faculdades de Teatro.

Figurino e Indumentária: profissional responsável pela pesquisa e adequação do roteiro nas roupas que serão usadas pelas personagens.

Interpretação: É a parte mais conhecida e desejada do teatro, poder trabalhar como ator/atriz.

Iluminação: É o responsável  pela iluminação do palco e até mesmo do teatro dando o clima de cada cena.

Produção: para trabalhar com a parte da viabilização das peças, procurando patrocinadores, cuidando do dinheiro envolvido na peça e fazendo as compras necessárias.

Sonoplastia: para trabalhar produzindo as trilhas e efeitos sonoros, ajudando a dar o clima das cenas, mas também pode ser o responsável pela mesa de som, controlando o áudio das peças.

Teoria teatral: para trabalhar como crítico, escrever livros sobre o tema.

Mercado de Trabalho para quem faz Teatro

Felizmente, o mercado de trabalho para quem faz teatro é bem eclético, e ainda mais com a lei que exige que os canais de TV fechada exibam uma porcentagem de produções nacionais, isso contribui para aumentar a procura por profissionais de Teatro.

E não podemos esquecer da Lei que torna obrigatório o ensino dessa forma de arte nas escolas de ensino básico, aumentando a possibilidade de emprego para professores de Teatro.

E, claro, temos hoje a internet que é um mar de possibilidades, com muitos profissionais tendo a chance de abrir seus próprios canais no YouTube, que pode ser até a principal fonte de renda do ator.

Mas as oportunidades não param por aí, o próprio setor público, secretarias de cultura, volta e meia lançam diferentes projetos, os quais precisam de atores, enfim, muitos eventos.

Já, quanto às melhores oportunidades, sem dúvida, a maior concentração de vagas é no Rio de Janeiro e em São Paulo, principalmente, por causa das emissoras de televisão, embora o país todo esteja, constantemente, investindo em produções para cinemas e curta metragens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.