ProUni 2021/1: resultado da lista de espera

O Programa Universidade Para Todos (ProUni), criado pelo Governo Federal, disponibiliza bolsas de estudos parciais e integrais (50%) em instituições particulares de educação superior reconhecidas pelo MEC aos candidatos aprovados pela nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A seleção dos aprovados no ProUni obedece a uma classificação em ordem decrescente de notas no Enem, com a maior nota o primeiro classificado e, em sequência, no segundo lugar a segunda maior nota, assim sucessivamente até que se ocupe todas as vagas. A convocação dos alunos aprovados acontece em três etapas: primeira chamada, segunda chamada e lista de espera.

Como concorrer a uma bolsa no ProUni

Para ter acesso à bolsa o estudante deve se enquadrar nos critérios socioeconômicos do programa. São eles:

  • Apresentar pontuação mínima de 450 pontos nas provas objetivas e nota acima de zero na redação do Enem.
  • Ter cursado o ensino médio em escola pública ou em escola particular na condição de bolsista integral.
  • Não possuir diploma de ensino superior.
  • Apresentar renda familiar mensal bruta de até três salários mínimos por pessoa.

Como funciona a lista de espera do ProUni

As vagas disponibilizadas na lista de espera são oriundas de candidatos selecionados nas chamadas regulares que não efetuam sua matrícula, seja por perderem os prazos ou por desistência. Assim, abre-se uma lista de espera para selecionar os participantes que não foram aprovados nas primeiras etapas da seleção. Essas bolsas remanescentes ainda disponíveis são distribuídas exclusivamente aos candidatos que demonstram interesse na lista de espera.

Nesta primeira edição, a seleção será de acordo com as notas do Enem de 2019, uma vez que as provas do Enem 2020 foram adiadas em razão da pandemia de Covid-19. Após o cadastro na lista de espera, o MEC envia essa lista para as universidades participantes, que serão as responsáveis por verificar a documentação dos candidatos.

Como saber se fui selecionado?

O resultado da lista de espera do ProUni 2021/1 deve ser consultado tanto no portal do programa quanto o site da universidade onde se inscreveu.

Para fazer a consulta on-line, o candidato deverá informar o número de inscrição e senha do Enem, na página de inscrição.

Caso não consiga acessar a página com o resultado da lista de espera do ProUni, há duas alternativas onde você pode conferir se foi selecionado:

  • Na secretaria da faculdade na qual o interessado está concorrendo à vaga.
  • Pela Central de Informações do MEC, no número 0800-616161.

Fique atento! O Ministério da Educação não envia mensagens com informações sobre a classificação do candidato. Os aprovados devem ficar alerta ao prazo para a apresentar os documentos exigidos no edital.

Matrícula dos aprovados no ProUni

Caso tenha sido selecionado no ProUni, o candidato deve comparecer às instituições de ensino onde foi pré-selecionado para confirmar as informações declaradas na inscrição e fazer a matrícula, no período entre 8 e 12 de março, apresentando cópias simples e originais dos seguintes documentos:

  • Documento de identificação do candidato e membros do grupo familiar.
  • Comprovante de residência.
  • Comprovante de rendimento.
  • Comprovante de separação, divórcio ou óbito dos pais, caso necessário.
  • Comprovante de pagamento de pensão alimentícia, caso necessário.
  • Comprovante de conclusão do ensino médio.
  • Comprovante de professor da educação básica, caso necessário.
  • Comprovante de deficiência física, caso necessário.

Após entregue a documentação, o estudante assina o Termo de Concessão e é inserido no programa de bolsa. A faculdade pode solicitar outras informações para o participante.  Documentos insuficiente ou o não respeito ao prazo podem acarretar na perda do direito à vaga.

Não fui selecionado no ProUni e agora?

Os interessados que ainda não garantiram sua bolsa de estudos, por meio do ProUni, não precisam desistir dos sonhos de uma vaga no curso superior. Muitas instituições disponibilizam bolsas de estudos parciais e integrais aos candidatos que utilizam a nota do Enem no processo seletivo, tal modalidade de seleção é conhecida como ingresso direto.

A bolsa é concedida diretamente pela faculdade ao aluno, sem intermédio de algum programa do governo. A nota mínima do Enem para conseguir uma vaga na maioria dos cursos e conseguir uma bolsa de estudos parcial fica em torno de 300 pontos, menor que a exigida pelo ProUni, e não há requisitos socioeconômicos para aproveitar o benefício.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.