Liberado edital do SiSU 2021/1

Disponibilizado no dia 11 de fevereiro, no Diário Oficial da União, o edital da 1ª edição de 2021 do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) já esta liberado para acesso na página oficial do MEC. No edital é possível verificar as regras do Sistema, como também o cronograma com suas respectivas datas.

As inscrições no SiSU 2021/1 ficarão disponíveis para os candidatos no período de 6 de abril de 2021 até as 23 horas e 59 minutos do dia 9 de abril de 2021, observado o horário oficial de Brasília-DF. O resultado da chamada regular será divulgado no dia 13 de abril do mesmo mês. E dos dias 13 a 19 de abril será o prazo para o participante, que foi não selecionado na chamada regular, em uma de suas opções de vaga, manifestar interesse na lista de espera.

Segundo o edital da prova, o resultado oficial para os participantes do Enem 2020 (Exame Nacional do Ensino Médio) será divulgado em 29 de março de 2021. É necessário destacar que, o SiSU 2021/1 será exclusivo para quem realizou a edição de 2020 do exame.

Menor número de vagas

Com o novo calendário de programas do Governo Federal, o Sisu 2021 será o único a aceitar as notas do Enem 2020, de forma que o Prouni e o Fies utilizaram notas de exames anteriores.

Após as inscrições do Sisu 2021 serem adiadas de janeiro para abril, por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), diversas universidades públicas optaram pelo próprio vestibular como forma de ingresso, para que não haja comprometimento no calendário acadêmico desse primeiro semestre.

Abaixo confira a lista das universidades e instituições que não utilizarão o Sisu 2021 como forma de ingresso:

  • Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS)
  • Universidade do Estado do Amazonas (UEA)
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)
  • Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL)
  • Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)
  • Universidade Estadual Paulista (Unesp)
  • Universidade Estadual de Maringá (UEM)
  • Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG)
  • Universidade Estadual do Maranhão (UEMA)
  • Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA)
  • Universidade Regional do Cariri (Urca)
  • Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS)
  • Instituto Federal de São Paulo (IFSP)
  • Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT)
  • Instituto Federal de Goiás (IFG)
  • Instituto Federal do Ceará (IFCE)
  • Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM)

Disponibilizada desde o ano passado, a expectativa do MEC é que a modalidade de cursos a distância (EaD) aumente sua oferta no SiSU 2021/1. Entretanto, a adesão ainda é pequena. O prazo para que as instituições ingressassem ao SiSU foi até dia 12 de janeiro.

SiSU

Criada pelo Ministério da Educação (MEC), o Sistema de Seleção Unificada (SiSU) é uma plataforma virtual para selecionar estudantes para o ensino superior público oferecendo vagas gratuitas em instituições públicas de ensino, como universidades federais, Institutos e centros tecnológicos por meio do resultado no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

As inscrições para o SiSU abrem duas vezes ao ano, geralmente uma em janeiro, que oferta mais de 230 mil vagas e outra em junho, que oferece cerca de 50 mil, para ingresso no primeiro e segundo semestre, respectivamente. As vagas são ofertadas em ampla concorrência e cotas – estudantes que fizeram todo o ensino médio em escolas públicas, tendo percentual para pretos, pardos e indígenas e pessoas de baixa renda. Algumas instituições possuem ações afirmativas próprias.

O estudante pode mudar suas opções de curso e concorrência até às 23h59 do último dia de inscrições. O SiSU realiza apenas uma chamada regular feita pelo MEC, no próprio site da seleção. Os convocados devem se matricular dentro do prazo definido para que não percam a vaga. Caso a vaga não seja preenchida, ela retorna ao sistema e volta a ficar disponível para os candidatos que venham a manifestar interesse pela lista de espera.

A lista de espera é repassada para as instituições que definem as próximas chamadas e os respectivos calendários. Vale ressaltar que aqueles que ficarem na lista de espera deverão acompanhar a seleção pelas próprias páginas das instituições de ensino que se candidataram.  Podem participar do SiSU os estudantes que fizeram o último Enem, aplicado no início do ano de 2021, para o SiSU 2021 valerá o Enem 2020, e não tiraram zero na redação.

SiSU 2021/2

De acordo com o diretor de políticas e programas de Educação Superior do MEC, Edimilson Costa Silva, possíveis datas para a realização da edição do SiSU do segundo semestre de 2021.

A previsão das datas sugeridas para as inscrições é para os dias 07 a 10 de junho, com resultado no dia 14 e matrículas de 15 a 21 do mesmo mês. Este seria apenas um planejamento, podendo o mesmo ser adiado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.