MEC abre consulta pública para criar o 'Enem online'

Atualizada em: 03/03/2015

Mais de 2,2 mil contribuições já foram enviadas; prazo termina dia 17.
Ministério quer criar banco de questões para fazer várias provas

O Ministério da Educação abriu na terça-feira, dia 03, uma consulta pública para que todos possam apresentar sugestões para o novo formato do Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem Online. Até as 18h da quarta-feira foram mais de 2,2 mil contribuições. A consulta pública receberá contribuições até o próximo dia 17 no site enemdigital.mec.gov.br.

O ministro da Educação, Cid Gomes já havia anunciado que pretende reformatar o exame do MEC para que a prova não seja mais realizada em um único fim de semana por ano, mas "toda hora, todo dia". Em janeiro o ministro anunciou que a ideia é implementar o Enem Online ainda em 2015.

De acordo com o ministro, uma das condições para que o Enem Online vire realidade é a expansão do número de questões do banco de dados. O objetivo é que ele chegue a 32 mil questões, incluindo oito mil questões de cada uma das quatros provas objetivas (ciências humanas, ciências da natureza, linguagens e matemática). Dessa forma haverá um número de itens suficiente para que várias provas sejam criadas seguindo a mesma metodologia de avaliação do exame.


Como participar da consulta pública do Enem Online

Quem quiser participar deve responder um formulário com três perguntas.

1) Qual é a sua sugestão para a ampliação do banco de itens nas quatro áreas de conhecimento do Enem (linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; matemática e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias)?

2) Qual a sua sugestão para o aprimoramento da logística, segurança e aplicação da prova?

3) Gostaria de fazer algum outro comentário acerca do tema? É possível ainda anexar um arquivo ao formulário.


Após a consulta pública para a criação do banco, será preciso orçar uma infraestrutura que seja capaz de disponibilizar a provas para os estudantes que estão concluindo o ensino médio dentro de um período específico do ano. Os demais candidatos que quiserem testar conhecimento, poderão realizar a prova em qualquer período.

No momento da prova, feita em salas credenciadas pelo MEC, seriam sorteadas perguntas para cada candidato. Como o teste é de múltipla escolha, o resultado sairia instantaneamente.

Para a aplicação da prova de redação ainda deve-se discutir a forma como isso ocorreria, uma vez que a mesma precisa ser corrigida.