prova resolvida - ufv 2011

prova resolvida ufv 2011




Compartilhe a VWP


Prova resolvida: UFV Língua Portuguesa e Literatura 2011

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA - VESTIBULAR 2011 - PROVA DISCURSIVA

Observe a tirinha abaixo e responda às questões 01 e 02:

Prova resolvida Português Literatura UFV 2011

01) Com base na leitura da tirinha, faça o que se pede:

a) Identifique a informação que ocasiona a ambiguidade na tirinha.

b) Por que essa ambiguidade gera o humor?

 

Resolução:

a) A informação que ocasiona a ambigüidade na tirinha é o tamanho dos cães. O cão pequeno ataca todo mundo e o cão grande não ataca ninguém. Os proprietários  acreditam que seus animais precisam de tratamento.

b) A ambigüidade gera humor porque pelo senso comum um cão pequeno é dócil e ataca todo mundo. Já o cão grande provoca medo por seu tamanho porém não ataca ninguém.

 

02) Observe o título da tirinha e responda:

Que relação de sentido existe entre a expressão “problemas de comportamento”, no título, e as falas dos personagens?

 

Resolução:

A relação entre a expressão “problemas de comportamento” e as falas dos personagens é de oposição.  A fala do primeiro personagem  é de um sujeito calma porém com animal feroz e a fala do segundo personagem é de um sujeito truculento que espera que seu animal seja igual ao dono , contudo, a informação não procede.

 

03) Leia a passagem abaixo, extraída do romance Os Ratos, de Dionélio Machado:

− Tu tens alguma outra ideia?

− Não – respondeu Naziazeno. A sua ideia era sempre “uma pessoa”: o diretor, o Duque... como isso o humilhava! Qualquer daqueles seus amigos, com menos cabeça do que ele, mexia-se. Ele se limitava a recorrer a um ou outro... “– Eu sei que há muitos homens que arranjam um biscate depois que largam o serviço” – dissera-lhe uma vez a mulher. “ – Por que não consegues um pra ti?” – Realmente, por que não “produzir” como os demais, como todo o mundo? Agora mesmo, toda essa manhã perdida em busca de uma e outra pessoa, quando podia estar agenciando, cavando... Certa ocasião ele vira o Duque ganhar oitenta mil réis pra pagar o aluguel atrasado aproximando dois sujeitos: um que queria vender um terreno, outro que queria comprá-lo. Foi uma transação limpa e rápida. Ainda os sujeitos ficaram sorrindo pra o Duque, um sorriso de admiração bondosa...
Mas onde estão os negócios? Onde estão? Ele nunca “via nada”; era a aptidão que lhe faltava...

(MACHADO, Dionélio. Os ratos. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1966. p. 32. Grafia atualizada.)

O narrador de Os Ratos não explica a falta de aptidão de Naziazeno, antes, deixa ao leitor o trabalho de percebê-la na leitura atenta das falas e atitudes do personagem. A partir da leitura do romance, explique o motivo dessa falta de aptidão.

 

Resolução:

O dinheiro para Naziazeno não vinha do trabalho. Ele sempre acreditava que poderia arrumar o que faltava com amigos e com isso sofria com humilhações. Ele não tinha aptidão para arrumar um “biscate” e aumentar a renda familiar e só via como solução pedir dinheiro emprestado.



04) Das narrativas que fazem parte da obra Contos de Aprendiz, de Carlos Drummond de Andrade, o conto“Flor, Telefone, Moça” pode ser classificado como fantástico. Por quê?

 

Resolução:

O conto fantástico narra ações cotidianas, comuns e naturais; mas em um momento determinado aparece um fato surpreendente  e inexplicável  desde o ponto de vista das leis da natureza.

Ainda que baseia-se em elementos da realidade -por exemplo, um mistério por resolver, um tesouro escondido- apresenta os factos de uma maneira diferente ao modo habitual de ver as coisas, de uma maneira espantosa e, muitas vezes, sobrenatural. Esta situação provoca desconcerto e inquietude no leitor.

No conto “Flor, telefone, moça” , Drummond utiliza do conto fantástico parte de um fato cotidiano _ visita a um cemitério e posteriormente colher um flor_ a partir daí uma voz insiste em pedir a moça a flor que ela pegou. A vida da moça se transforma e passa esperar o telefonema. Não aguentando a pressão exercida pelos telefonemas a moça morre. Um fato inexplicável do ponto de vista da realidade.



Resolução:

Profa. Carla Fagundes - Licenciada em Letras (Português/Inglês) pela UNIPAC. Pós-graduada latu-sensu em Língua Portuguesa (UFV), Linguística (PUC-MG), Produção de texto (UFMG) e Literatura (UFJF). É professora de Língua Portuguesa da 3ª série do Ensino Médio, Literatura da 1ª, 2ª e 3ª séries do Ensino Médio e Pré-Vestibular do CSCM-Ubá.

Vestibulando Web - Copyright 1999-2011. Todos os direitos reservados.
Provas resolvida: Língua Portuguesa e Literatura Discursivas - UFV 2011

Ponto.Br