13 dicas que podem ajudar a escolher qual área cursar na faculdade

Conquistar o diploma no ensino superior é o sonho de muitas pessoas, mas nem sempre todas sabem qual área desejam atuar. São diversas as opções de cursos nas instituições, mas é preciso escolher um que você se identifique, a fim de evitar desistências ou problemas futuros na atuação de sua profissão. Conheça as 13 dicas que podem ajudar a escolher qual área cursar na faculdade.

Como escolher qual área cursar na faculdade

1 – Teste vocacional:

O primeiro passo é realizar um teste vocacional para avaliar quais as suas habilidades, aptidões e interesses, valores e traços de personalidade. No teste são realizadas questões que ajudam a dar um resultado com as opções de cursos que mais combinam com você.

2 – Siga o seu desejo:

Ás vezes, você pode estar indeciso sobre mais de uma opção, mas no fundo sabe qual o curso mais te chama atenção, só que não o escolheu ainda porque está avaliando possibilidades que pareçam mais seguras.

Nesse sentido é preciso não pensar demais, pois existem muitas possibilidades de carreiras, as que possuem o melhor salário, com maior demanda no mercado e as que são menos ou pouco reconhecidas que outras.

Pense no que sempre desejou fazer, no que mais te deixa curioso e interessado, para definir o curso que vai fazer.

13 dicas que podem ajudar a escolher qual área cursar na faculdade

3 – Não julgue um curso pelo título:

Muitos estudantes se vêem em cursos completamente diferentes do que imaginavam, com base na impressão do título do curso ou nas imagens chamativas do prospecto. Isso geralmente contribui para o abandono do primeiro ano.

4 –  A pesquisa é fundamental:

Estude todos os aspectos do programa, ou seja, a grade curricular do curso em questão e sua duração. Analise os módulos abordados e identifique os que são mais interessantes ou relevantes para a sua aspiração profissional.

5 – Visite o campus:

Você pode ter perdido o dia de visita aberta, mas ainda há tempo para visitar a faculdade na qual pretende se inscrever. Isso pode ajudá-lo a ter uma ideia do lugar em que você pode passar quatro ou mais anos de sua vida.

  1. Não desista do curso em questão apenas pela fama da faculdade:

Muitas pessoas desejam estudar em uma faculdade renomada “X”, quando a mesma não possui o curso que deseja, acaba optando por outra modalidade, mas sem trocar de instituição.

Não se apegue tanto a isso, busque a faculdade pelo curso que deseja, não somente pela fama da mesma.

7 –  Os detalhes mais refinados:

Descubra como cada módulo é avaliado. São exames, cursos, apresentações ou uma combinação dos três? Você ganha experiência de trabalho? Você pode adquirir algumas habilidades mais amplas, como planilhas ou processamento de texto? Considere o prêmio que você receberá ao concluir o curso e descubra se ele é reconhecido no campo em que você espera ingressar.

8 – Pense de maneira mais ampla:

Se você acha que não será oferecido um lugar no seu curso preferido em uma determinada universidade, talvez considere cursos pós-certificado de conclusão dentro do campo. Você pode decidir se esse é o plano de carreira que você precisa ou não, e avançar para o curso preferido no ano seguinte.

9 – Feira de profissões:

Pesquise pelas feiras de profissões e palestras, as quais apresentam os diferentes segmentos de atuação no mercado e como funciona o curso.

10 – Aprenda com os erros de outras pessoas:

A cada ano, um novo relatório é divulgado, destacando o número de alunos que abandonam os cursos ou não avançam desde o primeiro ano. Os principais motivos apresentados sempre incluem a escolha do curso errado.

11 – Não é para sempre:

Tente evitar pensar nisso como uma decisão à qual deve se apegar pelo resto da vida. Enquadrar-se a essa decisão dessa maneira torna o período emocionante num momento assustador e debilitante para muitos e pode tornar-se impossível realmente fazer uma escolha.

12 – É bom conversar:

Fale com as pessoas sobre suas possíveis escolhas. Converse com seu orientador, que pode ajudá-lo a examinar todas as opções disponíveis. Converse com pessoas que trabalham no campo escolhido. O site do LinkedIn pode ser uma grande ajuda para encontrar pessoas assim.

13 – Fique calmo:

Não pense em muitas coisas, nem se cobre tanto, é preciso ficar calmo. Expectativas demais e cobranças excessivas podem frustrá-lo em qualquer curso que deseje fazer.

 

Gostou do artigo? Caso ainda tenha dúvidas quanto a qual carreira seguir e queira mais informações sobre o mercado de trabalho, o site “Oportunidades Profissionais” possui ótimas matérias que podem te ajudar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.