Questões comentadas sobre Membrana Plasmática – Estrutura e Especializações

Por Atualizado em 03/05/2020 11:16

01) (Enem/2019) A fluidez da membrana celular é caracterizada pela capacidade de movimento das moléculas componentes dessa estrutura. Os seres vivos mantêm essa propriedade de duas formas: controlando a temperatura e/ou alterando a composição lipídica da membrana.
Neste último aspecto, o tamanho e o grau de insaturação das caudas hidrocarbônicas dos fosfolipídios, conforme representados na figura, influenciam significativamente a fluidez. Isso porque quanto maior for a magnitude das interações entre os fosfolipídios, menor será a fluidez da membrana.

Assim, existem bicamadas lipídicas com diferentes composições de fosfolipídios, como as mostradas de I a V.

 

Qual das bicamadas lipídicas apresentadas possui maior fluidez?
A) I
B) II
C) III
D) IV
E) V

02) (Enem/2018) Visando explicar uma das propriedades da membrana plasmática, fusionou-se uma célula de camundongo com uma célula humana, formando uma célula híbrida. Em seguida, com o intuito de marcar as proteínas de membrana, dois anticorpos foram inseridos no experimento, um específico para as proteínas de membrana do camundongo e o outro para as proteínas de membrana humana. Os anticorpos foram visualizados ao microscópio por meio de fluorescência de cores diferentes.

A mudança observada da etapa 3 para a etapa 4 do experimento ocorre porque as proteínas
A) movimentam-se livremente no plano da bicamada lipídica.
B) permanecem confinadas em determinadas regiões da bicamada.
C) auxiliam o deslocamento dos fosfolipídios da membrana plasmática.
D) são mobilizadas em razão da inserção de anticorpos.
E) são bloqueadas pelos anticorpos.

03) (UECE/2018) Analise as seguintes afirmações sobre a membrana plasmática e assinale-as com V ou F conforme sejam verdadeiras ou falsas.

( ) Cada tipo de membrana possui proteínas específicas que funcionam como portas de entrada e saída de moléculas do meio interno para o meio externo à célula, e vice versa.
( ) Mosaico fluido é o modelo válido para explicar a membrana plasmática, mas não para as membranas que envolvem as organelas celulares.
( ) As proteínas periféricas se encontram embutidas nas membranas, interagindo fortemente com as porções hidrofóbicas dos lipídios e, por essa razão, são de difícil isolamento em laboratório.
( ) O2, CO2, ácidos graxos e hormônios esteroides são substâncias que entram e saem da célula por difusão simples, pois o movimento acontece apenas pela força do gradiente de concentração.

A sequência correta, de cima para baixo, é:
A) V, F, V, F
B) F, V, F, V
C) V, F, F, V
D) F, V, V, F

04) (UERJ/2018) A composição assimétrica da membrana plasmática possibilita alguns processos fundamentais para o funcionamento celular. Um processo associado diretamente à estrutura assimétrica da membrana plasmática é:
A) síntese de proteínas
B) armazenamento de glicídios
C) transporte seletivo de substâncias
D) transcrição da informação genética

05) (UERJ/2017)   Os diferentes tipos de transplantes representam um grande avanço da medicina. Entretanto, a compatibilidade entre doador e receptor nem sempre ocorre, resultando em rejeição do órgão transplantado. O componente da membrana plasmática envolvido no processo de rejeição é:
A) colesterol
B) fosfolipídeo
C) citoesqueleto
D) glicoproteína

06) (FGV/2017) As setas 1, 2 e 3, na figura seguinte, indicam biomoléculas com ponentes da membrana plasmática de uma célula animal.


(<https://brasilescola.uol.com.br>. Adaptado.)

Com base nas funções desempenhadas pela membrana em diferentes tipos celulares, é correto afirmar que
A) a biomolécula 1 é um carboidrato componente do glicocálix e atua no reconhecimento intercelular.
B) a biomolécula 2 é um fosfolipídio componente da bicamada e atua no transporte de gases respiratórios nos eritrócitos.
C) a biomolécula 3 é um polissacarídeo componente da parede celular e confere resistência e sustentação às células ósseas.
D) as biomoléculas 1 e 3 são proteínas da bicamada e realizam a contração e o relaxamento nas células musculares.
E) as biomoléculas 2 e 3 são aminoácidos do glicocálix e atuam na síntese de secreções nas células epiteliais.

07) (Unimontes) Penfigoide é um tipo de doença autoimune, caracterizada pela formação de anticorpos contra os desmossomos do tecido epitelial. A propriedade tecidual que estará mais comprometida nessa patologia é
A) transporte através da membrana.
B) comunicação entre as células.
C) adesão celular.
D) síntese de proteínas.

08)(Acafe/2016) A membrana plasmática, também denominada membrana celular ou plasmalema é a estrutura que delimita todas as células vivas, tanto as procariontes como as eucarióticas.
A seguir está representado, esquematicamente, o modelo sugerido por dois pesquisadores, Singer e Nicholson, para a constituição da membrana plasmática, denominado Modelo Mosaico Fluido.

Acerca do tema, é correto afirmar:
A) A membrana celular apresenta três funções principais: revestimento, proteção e permeabilidade seletiva. Na face externa da membrana
plasmática dos animais encontramos o glicocálix que, entre outras funções, é responsável pelo reconhecimento celular, sendo, por isso, de grande importância em transplantes.
B) Segundo o Modelo Mosaico Fluido, a membrana celular é formada basicamente por uma bicamada lipídica e por proteínas. A bicamada
lipídica é constituída por fosfolipídios, colesterol e glicolipídios. Os fosfolipídios são os lipídios mais abundantes, constituídos de “caudas” polares (hidrofílica) e por ácidos graxos “cabeça” apolar (hidrofóbica).
C) Como a membrana plasmática representa a superfície das células, muitas vezes necessita adaptações especiais, denominadas especializações da membrana. Entre essas especializações, encontram-se as microvilosidades, cuja função é aumentar a superfície de contato com o meio externo, possibilitando a adesão entre as células. São encontradas no epitélio do intestino delgado humano.
D) A capacidade de uma membrana de ser atravessada por algumas substâncias e não por outras define a sua permeabilidade. A passagem de substâncias através das membranas celulares envolve vários mecanismos, como o transporte ativo, onde algumas substâncias podem atravessar a membrana plasmática de forma espontânea, sem gasto de energia, e o transporte passivo, onde ocorre o gasto de energia (ATP).

Resolução das Questões sobre Membrana Plasmática – Estrutura e Especializações

01) De acordo com o enunciado, quanto maior o contato entre duas moléculas, menor a fluidez da membrana. Seguindo este raciocínio, quanto menor o contato entre duas moléculas de fosfolipídios, maior será a fluidez da membrana.
A magnitude das interações entre os fosfolipídios diminui com o tamanho da cadeia e com o aumento das insaturações. Dentre as opções oferecidas, em II têm-se menores cadeias carbônicas e mais ramificações sendo, portanto, a de maior fluidez.
Resp.: B

02) A mudança observada de 3 para 4 é na distribuição das proteínas de membrana do camundongo e do ser humano. Isso acontece porque a membrana plasmática é fluida (modelo mosaico fluido) e, portanto, ocorre uma movimentação das proteínas no plano da bicamada lipídica.
Resp.: A

03) A segunda e a terceira afirmativas estão erradas.
Além da membrana plasmática, a membrana das organelas citoplasmáticas e demais membranas da célula tem composição lipoproteica.
As proteínas integrais (transmembranas) é que interagem fortemente com a porção hidrofóbica dos fosfolipídios, sendo difíceis de serem extraídas em laboratório.
Resp.: C

04) O transporte de muitas substâncias através da membrana plasmática depende da presença de proteínas que se encontram distribuídas pela membrana. Tais proteínas apresentam terminações com propriedades químicas distintas e, portanto, controlam o fluxo de substâncias que devem atravessar a membrana. Como as proteínas que se encontram na face interna diferem daquelas que se encontram na face externa, isso garante uma diferença de composição entre o meio intracelular e o meio extracelular.
Resp.: C

05) O reconhecimento entre as células ocorre por meio das glicoproteínas presentes na membrana plasmática. Dessa forma, incompatibilidade entre essas substâncias entre células de diferentes organismos provocam a chamada rejeição a transplantes.
Resp.: D

06) As estruturas indicadas são:
1:  carboidrato (glicídio)
2: Proteína
3: Fosfolipídio
Como indicado na letra A,  1 representa um carboidrato que, associado a proteínas forma o glicocálix, camada glicoproteica externa à membrana plasmática de células animais, envolvida no reconhecimento celular.
Resp.: A

07) Os desmossomos são especializações da membrana que aumentam a adesão entre as células, sendo abundante no tecido epitelial de revestimento.
Resp.: C

08) A alternativa A está correta.
B) A cauda dos fosfolipídios é apolar (hidrofóbica), enquanto a “cabeça” dos fosfolipídios é polar (hidrofílica).
C) As microvilosidades contribuem para aumento da superfície de absorção.
D) O transporte ativo envolve gasto de energia metabólica pela célula.
Resp.: A


Cadastro Newsletter Assine nossa Newsletter Gratuitamente As notícias que você não pode perder diretamente em seu email. Inscreva-se e recebe a Newsletter.

Comentários