UFMS muda regras e prevê retorno de 100% das aulas presenciais

A Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) liberou o novo documento versão 5.0 do seu Plano de Biossegurança.

O documento em questão apresenta uma série de mudanças em relação ao transporte, à ampliação da participação nas atividades práticas e teóricas, e previsão do tele trabalho, de acordo com as orientações específicas do Ministério da Economia. Isso, dentro de uma série de outras informações que foram atualizadas a partir deste novo documento publicado pela UFMS.

Mudanças

No que se refere ao transporte, anteriormente, a restrição nos ônibus da Universidade e no Capi Shuttle, que faz o transporte dos estudantes entre os diferentes setores da chamada Cidade Universitária, era de 50% da ocupação.

A partir de agora, com o novo documento, o Plano faz a previsão de que seja seguida a política municipal de transporte público de cada cidade onde há um campus da UFMS.

Com relação à ampliação da participação presencial nas atividades práticas e teóricas, o pró-reitor explicou que, anteriormente, as aulas teóricas estavam previstas para voltar somente no modelo híbrido.

A partir de então, o retorno das aulas presenciais será definido de acordo com a etapa de probabilidade da disseminação do novo vírus.

Na 1ª etapa, pode haver até 50% de ocupação do espaço. Na 2ª etapa, até 70%. E na 3ª etapa, até 100%.

Dessa forma, foram também alteradas as recomendações para as aulas práticas. Antes, as aulas estavam limitadas aos níveis de 30%, 50% e 70%, de acordo com a etapa. Agora, está previsto o rodízio, de forma a respeitar as normas de biossegurança. Porém, é permitida a ocupação de até 100% dos espaços nos laboratórios, entre outros locais, indica o documento.

Além disso que foi citado anteriormente, as porcentagens de ocupação foram também alteradas para as atividades dos projetos de ensino, pesquisa, extensão, empreendedorismo, inovação, eventos, processos seletivos, concursos públicos, processos de avaliação e de matrículas presenciais, sendo então permitidas que sejam feitas em até 100% presencial, desde que sejam respeitadas as demais medidas que se encontram previstas no Plano de Biossegurança da UFMS, assim como de cada um dos seus campus universitários.

Novas Alterações

As orientações para as atividades esportivas foram também ampliadas. Antes eram permitidas somente as atividades que não envolviam contato físico. Agora, estas podem ser autorizadas, de acordo com a etapa e com até 100% de ocupação do local em que a prática vai ser realizada.

Os espaços coletivos e os locais que comportam um grande número de pessoas, como os restaurantes universitários por exemplo, bem como o Teatro Glauce Rocha, também poderão ter até 100% de ocupação conforme a etapa.

Por outro lado, os espaços de maior circulação de pessoas, onde anteriormente a orientação era específica para as marcações de distanciamento de acordo com a etapa, agora contam com marcação unificada de, pelo menos, 1 metro e meio.

Nesse sentido, o pró-reitor da UFMS informou o seguinte: “Em relação às medidas de proteção individual, antes era obrigatório o trabalho remoto para servidores e estudantes que fazem parte dos grupos de risco, agora neste momento, isso é opcional. Ou seja, eles podem escolher, desde a etapa 1, se vão ou não realizar as suas atividades de forma remota“.

As reuniões, por sua vez, precisam seguir, de preferência, pelo uso das TICs (Tecnologias da Informação e Comunicação), mas são autorizadas a serem feitas de modo presencial, desde que sejam respeitadas as normas de biossegurança da universidade.

Além disso, o Comitê Operativo de Emergências (COE) também atualizou os graus de risco de diferentes setores da UFMS. Isso foi feito a partir de uma revisão das escalas que estavam definidas anteriormente.

O novo plano foi criado, desenvolvido e atualizado de acordo com os critérios do COE, que foi formado logo no início da pandemia do novo vírus, ainda no ano de 2020, com o principal objetivo de acompanhar a situação sanitária vigente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.