Questões comentadas sobre Vírus #2

Os vírus são o assunto do momento. Há alguns anos o assunto “vírus” vem integrando os noticiários diariamente. E, a partir de 2020, com o surgimento do Sars-Cov-2, o assunto é frequente em todos os jornais e rodas de conversa.   Portanto, é um tópico com grande possibilidade de aparecer em provas de vestibulares e do Enem.

Ao estudar o assunto o vestibulando deve primar por alguns pontos básicos:

  • Os vírus são seres acelulares;
  • Sofrem mutações;
  • Reproduzem-se (somente dentro de uma célula viva à são parasitas intracelulares obrigatórios);
  • Possuem apenas 1 tipo de ácido nucleico (há vírus de DNA e vírus de RNA).  No caso do vírus da gripe tipo A, temos um vírus de RNA.
  • São constituídos por uma cápsula proteica (capsídeo) e um miolo de material genético.
  • Reconhecem a célula a ser infectada através de interações entre proteínas do capsídeo e proteínas da membrana plasmática da célula a ser infectada.

É importante um conhecimento sobre algumas viroses, tais como: SIDA, hepatite (A, B e C), herpes, dengue, febre amarela e gripe, dentre outras. Propusemos várias questões envolvendo esses tópicos. Bons estudos e sucesso nas provas!

01) (UERJ) A gripe conhecida popularmente como gripe suína é causada por um vírus influenza A.
Esse tipo de vírus se caracteriza, dentre outros aspectos, por:
– ser formado por RNA de fita simples (-), incapaz de atuar como RNA mensageiro ou de sintetizar DNA nas células parasitadas;
– os RNA complementares do RNA viral poderem ser traduzidos em proteínas pelo aparelhamento celular.
Os esquemas a seguir apresentam um resumo de etapas dos processos de replicação de alguns dos vírus RNA, após penetrarem nas células.

O tipo de replicação encontrado no vírus infuenza A está representado no esquema de número:
A) I
B) II
C) III
D) IV

02) (SANTA CASA -SP/2021) Todos os vírus dependem, obrigatoriamente, de uma célula hospedeira específica para se reproduzir. Isso somente acontece porque o vírus
A) possui substâncias no envelope ou capsídeo que têm afinidade química com a membrana da célula hospedeira.
B) possui moléculas de DNA e de RNA na membrana, que devem ser reconhecidas pelos ribossomos da célula hospedeira.
C) possui sequências gênicas de íntrons de RNA capazes de inibir o mecanismo de defesa da célula hospedeira.
D) possui uma molécula de DNA ou de RNA, que atua como endonuclease e ativa os genes da célula hospedeira.
E) sintetiza as enzimas antes de se ligar às proteínas da membrana e invadir a célula hospedeira.

03) (UNIFAL)  Os estudos sobre as formas de replicação dos vírus intensificaram-se nos últimos anos, objetivando encontrar meios mais eficientes de prevenção e tratamento de doenças virais nos seres humanos. Tais estudos têm demonstrado que existem diferentes tipos de vírus e diferentes formas de replicação. Os vírus de RNA de cadeia simples podem ser divididos em três tipos básicos, conhecidos como vírus de cadeia positiva, vírus de cadeia negativa e como retrovírus.

Com relação aos diferentes tipos de replicação dos vírus, analise as afirmativas abaixo.
I – Os retrovírus contêm cadeias simples de RNA, enzima transcriptase reversa e produzem DNA tendo como modelo o RNA viral.
II – Os vírus de cadeia negativa possuem RNA genômico com as mesmas sequências de bases nitrogenadas dos RNA mensageiros (RNAm) formados. Dessa maneira, moléculas de RNA servem de modelo para a síntese de moléculas de RNA complementares à cadeia molde.
III – Os vírus de cadeia positiva possuem RNA genômico com sequências de bases nitrogenadas complementares às dos RNAm formados. Desta maneira, moléculas de RNA servem de modelo para a síntese do RNAm.
IV – Os retrovírus contêm uma cadeia de RNA dupla hélice que serve de base para a transcrição do DNA necessário à replicação.

Marque a alternativa correta.
A) Somente II e III são corretas.
B) Somente IV é correta.
C) Somente I é correta.
D) Somente I, II e III são corretas.

04) (FMC/2021) A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou, em 30 de janeiro de 2020, que o surto da doença causada pelo novo coronavírus (COVID-19) constitui uma Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional – o mais alto nível de alerta da Organização, conforme previsto no Regulamento Sanitário Internacional. Em 11 de março de 2020, a COVID-19 foi caracterizada pela OMS como uma pandemia.
Disponível em: https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=6101:covid19&Itemid=875. Acesso em: 21 maio 2020. Adaptado.

O material genético desse vírus é constituído por uma molécula de
A) RNA positivo.
B) RNA negativo.
C) RNA de dupla fita.
D) DNA de fita simples.
E) DNA de dupla fita.

05) (UFScar)“Nesta cidade, vacinação antirrábica. Não deixe de levar seus cães e gatos”.
A Vigilância Sanitária promove, ao longo do ano, campanha para a vacinação antirrábica de cães e gatos. Nessas campanhas, as pessoas não são vacinadas porque
A) com os animais vacinados, é menor a probabilidade dos humanos contraírem a doença.
B) a raiva só ocorre em humanos quando contraída através da mordida de morcegos.
C) ainda não existe uma vacina específica para os humanos.
D) a raiva é uma doença exclusiva de cães e gatos.
E) já foram imunizadas com a vacina tríplice tomada quando criança.

06) (UEPG/2021) – A palavra vírus deriva do latim e significa “veneno”. Há diversas variedades de vírus causadores de doenças
infecciosas humanas. Em dezembro de 2019, uma doença denominada COVID-19, causada por uma nova espécie de vírus, o coronavírus 2 (SARS-CoV-2), foi descrita pela primeira vez na cidade de Wuhan, na China, e se espalhou por todo o globo, caracterizando uma pandemia mundial. Sobre os vírus, assinale o que for correto.
01) Os vírus são organismos intracelulares obrigatórios com capacidade de invadir as células de diferentes seres vivos como plantas, bactérias e animais.
02) Os vírus bacteriófagos, também chamados de fagos, são pluricelulares e apresentam capacidade de infectar seres humanos, causando doenças graves como a malária.
04) A transmissão de doenças causadas por vírus pode ocorrer de diferentes maneiras, entre elas: o contato direto, transmissão por gotículas
respiratórias expelidas ao falar, tossir ou espirrar, além da ingestão de água e alimentos contaminados.
08) São exemplos de doenças causadas por vírus: AIDS, sarampo, hepatite, gripe, esquistossomose e febre amarela.

07)(UNIVASF)  Da tabela abaixo constam distintas doenças virais, juntamente com alguns de seus mecanismos de transmissão e de prevenção. A esse propósito, assinale a alternativa incorreta.

Doenças Transmissão Prevenção
A) Hepatite A Água ou alimentos contaminados pelo vírus Saneamento básico, vacinação.
B) Rubéola, sarampo e toxoplasmose Gotículas eliminadas por tosse, espirro e fala. Vacinação e fuga ao contato com doentes.
C) Hepatite B Transfusão de sangue, contato sexual, materiais contaminados Evitar contágio por sangue e materiais contaminados e vacinação.
D) Dengue e febre amarela urbana Picada de mosquito Aedes aegypti. Combate ao mosquito e vacinação (quando existente).
E) Raiva Mordedura por animais, principalmente, gatos e cães infectados pelo vírus. Vacinação de animais transmissores

08) (FUVEST) Considere as seguintes características atribuídas aos seres vivos:

I. Os seres vivos são constituídos por uma ou mais células.
II. Os seres vivos têm material genético interpretado por um código universal.
III. Quando considerados como populações, os seres vivos se modificam ao longo do tempo.

Admitindo que possuir todas essas características seja requisito obrigatório para ser classificado como “ser vivo”, é correto afirmar que
A) os vírus e as bactérias são seres vivos, porque ambos preenchem os requisitos I, II e III.
B) os vírus e as bactérias não são seres vivos, porque ambos não preenchem o requisito I.
C) os vírus não são seres vivos, porque preenchem os requisitos II e III, mas não o requisito I.
D) os vírus não são seres vivos, porque preenchem o requisito III, mas não os requisitos I e II.
E) os vírus não são seres vivos, porque não preenchem os requisitos I, II e III.

09) (Unesp) Em 2008, a Secretaria Estadual de Saúde e pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz, ambas do Rio de Janeiro, confirmaram um caso de dengue adquirida durante a gestação. A mãe, que havia adquirido dengue três dias antes do parto, deu à luz uma garotinha com a mesma doença. O bebê ficou internado quase um mês, e depois recebeu alta.

Pode-se afirmar corretamente que esse caso
A) contradiz a hipótese de que a criança em gestação receba, por meio da barreira placentária, anticorpos produzidos pelo organismo materno.
B) contradiz a hipótese de que a dengue é uma doença viral, uma vez que pode ser transmitida entre gerações sem que haja a participação do Aedes aegypti.
C) confirma que a dengue é uma doença infecto-contagiosa, que só pode ser transmitida de pessoa para pessoa através de um vetor.
D) demonstra a possibilidade da transmissão vertical, de pessoa para pessoa, através do contato da pessoa sadia com secreções da pessoa doente.
E) demonstra a possibilidade de o vírus da dengue atravessar a barreira placentária, sem que seja necessária a presença de um vetor para sua transmissão.

10)(UTFPR) Em 25 anos o HIV matou 25 milhões de pessoas e está presente em outros 40 milhões. É a segunda doença infecciosa que mais faz vítimas no mundo, logo atrás da tuberculose. Em 2005, 3 milhões de pessoas morreram devido a AIDS; dessas vítimas, 570 mil eram crianças. Dentre as características biológicas citadas a seguir a única que pode ser encontrada no vírus da AIDS é
A) parede celular formada por substâncias mucocomplexas.
B) DNA de fita simples.
C) pequenos anéis de DNA, os plasmídeos, dispersos no capsídeo.
D) membrana externa lipoprotéica.
E) enzima especial, a transcriptase reversa, para produzir DNA.

11) (PUC-RJ)  A dengue continua sendo um problema de saúde pública para o Estado do Rio de Janeiro. Assim, conhecendo-se o causador da dengue e seu vetor, podemos usar como medidas profiláticas a
A) vacinação em massa da população contra a bactéria causadora dessa doença.
B) exterminação de ratos vetores do vírus causador dessa doença.
C) eliminação dos insetos vetores da bactéria causadora dessa doença.
D) eliminação dos insetos vetores do vírus causador dessa doença.
E) distribuição de antibióticos contra a bactéria causadora dessa doença.

12) (UEL/2019) Os vírus não pertencem a nenhum dos cinco reinos.
Pesquisadores se dividem entre aqueles que não os consideram seres vivos, pois não possuem metabolismo próprio, e os que consideram que a capacidade de replicação, a hereditariedade e a evolução já são suficientes para considerá-los como tais.

Com base nos conhecimentos sobre vírus, considere as afirmativas a seguir.

I. Os vírus são constituídos por uma ou várias moléculas de ácido nucleico, protegidas por uma cápsula de proteína.
II. Os vírus se reproduzem assexuadamente por bipartição, primeiramente duplicando seu material genético e, em seguida, dividindo-se.
III. O vírus do cólera, doença transmitida pela saliva de seus portadores, causa fraqueza muscular progressiva, lesões na pele e nas mucosas.
IV. Os vírus podem ser combatidos por vacinas fabricadas com agentes infecciosos atenuados, que promovem a reação do organismo ao produzir anticorpos específicos.

Assinale a alternativa correta.
A) Somente as afirmativas I e II são corretas.
B) Somente as afirmativas I e IV são corretas.
C) Somente as afirmativas III e IV são corretas.
D) Somente as afirmativas I, II e III são corretas.
E) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.

Questões Discursivas

01)(UFC) A Inglaterra anunciou que meninas entre 12 e 13 anos poderão receber vacina contra o HPV (papilomavírus humano), que causa grande parte dos tipos de câncer do colo do útero, além do condiloma acuminado. Com base nessa informação, responda ao que se pede.
a) Cite dois métodos que podem impedir a contaminação por essa doença e ao mesmo tempo evitar uma gravidez não planejada.
b) Considerando a diversidade de opção sexual, vacinar apenas indivíduos do sexo feminino será uma medida eficaz para acabar com a transmissão da doença condiloma acuminado na população? Justifique.
c) A descoberta e a utilização de uma vacina para uma determinada doença é um grande avanço para a saúde pública. Porém, além das vacinas existe também o soro como forma de imunizar a população. Qual a diferença entre vacina e soro e qual é o mais indicado para uma situação na qual o antígeno já está no organismo?
d) O HPV é um vírus, e os vírus não são considerados como seres vivos por muitos cientistas. Qual a principal justificativa para não se considerar vírus como um ser vivo?

02) (UFRJ) O herpes genital é uma doença infecciosa causada pelo vírus HSV-2, geralmente transmitido por meio de relações sexuais. Quando um médico detecta o HSV-2 em uma mulher grávida, costuma recomendar que o parto seja realizado por cesariana, uma intervenção cirúrgica que extrai o feto diretamente do útero.
Apresente a razão desse cuidado.

03) (UFRJ) O gráfico a seguir mostra a variação do número de um tipo de leucócitos, os linfócitos T CD4, e da quantidade de vírus HIV no sangue de um indivíduo ao longo do tempo. Esse indivíduo, portador da síndrome de imunodeficiência causada pelo vírus HIV (AIDS/ SIDA), não teve acesso a tratamento algum durante o período mostrado.
Note que, somente após cerca de 60 meses, apareceram, nesse indivíduo, infecções oportunistas por fungos, parasitas e bactérias. Foram essas infecções, e não o vírus propriamente dito, que levaram o paciente à morte. Por que pacientes infectados com HIV e não tratados sofrem, em geral, de infecções oportunistas?

Resolução das Questões sobre Vírus

01) Analisando cada figura:
I) O material genético, dentro da célula, foi responsável pela formação de proteína virais e, também, serviu de molde para a produção de DNA (não é o caso do vírus da Influenza, segundo o enunciado da questão).
II) O material genético viral, dentro da célula, serviu de molde para a síntese de uma nova molécula de RNA. Essa nova molécula de RNA é que participou do processo de síntese proteica e, também, serviu de molde para produção de novas moléculas de RNA (material genético dos novos vírus). Atende o proposto no enunciado.
III) O material genético viral participou do processo de síntese proteica –> incoerente com o enunciado da questão.
IV) A figura mostra um RNA de dupla hélice –> incoerente com o enunciado da questão (vírus Influenza apresenta RNA de cadeia simples).
Resp.: B

02) Os vírus não possuem organelas (são acelulares); dessa forma, usam todo o equipamento celular (enzimas; aminoácidos; nucleotídeos; ribossomos…) para a síntese de proteínas e para sua replicação.
A entrada dos vírus na célula depende de uma interação entre proteínas do capsídeo e proteínas da membrana plasmática da célula a ser infectada. Em muitos casos, essa interação é muito específica e, por isso, alguns vírus infectam apenas certos tipos celulares.
Resp.: A

03) 
I. Verdadeira. A presença da transcriptase reversa é, inclusive, uma característica exclusiva dos retrovírus.
II. Falsa. Os vírus de cadeia  negativa possuem RNA genômico complementar ao do RNAm;  precisa, portanto, ser copiado no RNAm complementar de sentido positivo para que as proteínas possam ser feitas. É o que ocorre, por exemplo, com o vírus da Influenza, do sarampo e da caxumba.
III. Falsa. Os vírus de cadeia positiva possuem RNA genômico com a mesma sequência de bases nitrogenadas do RNAm. É o que ocorre, por exemplo, com o Sars-Cov-2.
IV. Falso. Os retrovírus possuem um RNA de cadeia simples, que serve de molde para a síntese do DNA, por ação da transcriptase reversa.
Resp.: C

04) O Sars-Cov-2 é um vírus de RNA senso positivo, ou seja, o RNA viral tem a capacidade de atuar como RNA mensageiro e desencadear a síntese de proteínas virais.
Resp.: A

05) A forma mais comum de contaminação pela raiva é através da mordida de animais contaminados (cães / gatos / morcegos) ou mesmo através de contato direto com material contaminado(saliva / sangue) do animal doente.
Com a vacinação de cães e de gatos, diminui muito a probabilidade de uma pessoa se contaminar.
Resp.: A

06) Estão INCORRETOS os itens 02 e 08.
02: Os vírus são acelulares;
08: A esquistossomose é uma verminose.
Resp.: 05 (01 + 04)

07) O item B está incorreto ao colocar a toxoplasmose como uma doença viral; trata-se de uma protozoose.
Resp.: B

08) Os vírus são organismos acelulares, logo, não se enquadram no item I.
Tanto vírus como bactérias possuem um material genético e sofrem mutações. Assim, os itens II e III são válidos tanto para vírus como para bactérias, enquanto o item I é válido somente para bactérias.
Resp.: C

09) A dengue é uma virose cuja forma de contaminação ocorre por meio da picada do mosquito Aedes aegypti contaminado. O caso relatado mostra a possibilidade de contaminação sem a presença do vetor (mosquito).
Resp.: E

10) O vírus HIV é um retrovírus; esses vírus apresentam como característica a presença de uma enzima chamada transcriptase reversa, que possibilita a formação de uma molécula de DNA tendo o RNA viral como molde.
Resp.: E

11) Ainda não há vacina disponível à população, com elevada eficácia (atualmente existe a Dengvaxia, restrita à rede particular e que só pode ser aplicada a quem já teve a doença); dessa forma, a principal medida profilática para a dengue consiste na eliminação do vetor (inseto que dissemina o vírus às pessoas).
Resp.: D

12)
I. Verdadeira. Há vírus, como a da gripe, com várias moléculas de RNA em sua composição.
II. Falsa. Os vírus só se reproduzem dentro de uma célula viva, utilizando material bioquímico da célula.
III. Falsa. A cólera é uma doença bacteriana.
IV. Verdadeira.
Resp.: B

Gabarito das Questões discursivas

01)
a) preservativo masculino / preservativo feminino / abstinência sexual;
b) Não, pois casais homossexuais masculinos que se relacionam sem preservativo podem transmitir e/ou contrair o HPV;
c) c1- A vacina contém o antígeno em forma atenuada, enfraquecido, ou com micro-organismos mortos. Já o soro contém os anticorpos.
c2- Soro;
d) A ausência de célula.

02) A cesariana evita o contato, que provavelmente aconteceria no parto normal, do recém-nascido com o tecido infectado pelo vírus HSV-2.

03) O vírus HIV infecta e destrói os linfócitos T CD-4, componentes importantes da imunidade. Essa grande redução nos indivíduos infectados com HIV permite o estabelecimento de infecções oportunistas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.