Questões sobre Reprodução Humana, Ciclo Menstrual e Métodos Contraceptivos

Por Atualizado em 19/10/2019 14:54

01) (UNCISAL/2019)  A pílula do dia seguinte é um contraceptivo de emergência que deve ser utilizado somente em último caso, como, por exemplo, quando a camisinha estoura no momento da ejaculação ou quando a mulher se esquece de tomar a pílula anticoncepcional durante dois, três dias e só se lembra no momento da relação sexual. Há relatos de que a pílula vem sendo ingerida por mulheres que sofreram estupro. Entretanto, não se deve fazer de seu uso um hábito nem tomar mais que uma dose por mês. O uso da pílula tem diminuído em mais de 50% a taxa de gravidez indesejada e evitado milhares de abortamentos.

Disponível em: https://drauziovarella.com.br. Acesso em: 21 nov. 2018 (adaptado).

Qual o principal efeito que a pílula do dia seguinte, utilizada para evitar uma gravidez indesejada, causa no organismo da mulher?
A) Estimula a ovulação, alterando o ciclo ovulatório.
B) Altera o ciclo menstrual, antecipando o momento da menstruação.
C) Elimina os espermatozoides por meio de substâncias espermicidas.
D) Inibe a motilidade dos espermatozoides, impedindo o contato com o óvulo.
E) Impede a implantação do embrião, liberando testosterona sintética no organismo.

02) (UFPE) Observe o gráfico, relacionado ao ciclo menstrual humano onde estão indicados: o período da menstruação, a variação da concentração de hormônios (curvas A, B, C e D) e uma das fases do referido ciclo (E). Analise as correspondências estabelecidas nas proposições abaixo.

0-0) A variação da concentração do hormônio FSH é mostrada na curva A.
1-1) A variação da concentração do hormônio LH é mostrada na curva B.
2-2) A variação da concentração de estrogênio é mostrada na curva C.
3-3) A variação da concentração de progesterona é mostrada na curva D.
4-4) A fase folicular é mostrada no intervalo representado em E.

03) (UNIFACISA/2018-2)

O sexo é ancestral. Mas ele não é o mesmo desde que vivíamos em cavernas

O médico francês Henri Scoutetten descreveu em 1843 o tratamento com ducha fria na vulva de suas pacientes que sofriam de uma doença que acometia 75% das mulheres da época: a histeria. A “hidromassagem” demandava um equipamento caro e complexo para aqueles tempos, e prometia controlar vários sintomas daquele “mal”. As crises histéricas ganharam diagnóstico e tratamento específicos quando o médico grego Hipócrates, no século 5 a.C., estabeleceu que essa “doença feminina” – histeria deriva da palavra grega histeros (útero) – deveria ser curada com massagem genital. Para Galeno, médico de extrema influência no Império Romano no fim do século 2, o problema era causado pela retenção de fluidos no útero, que precisavam ser liberados pelo marido. O tratamento eficiente virou o casamento, para haver penetração e liberação dos “demônios interiores” precursores de todos esses problemas de saúde. Na falta do “remédio” ou como terapia complementar, uma parteira ou um médico poderiam fazer uma massagem na vulva e na vagina para alívio temporário. Tudo em nome da purgação do corpo.

Fonte: https://super.abril.com.br/historia/a-evolucao-tecnologica-do-sexo/(adaptado)

Segundo a reportagem, a referida doença acometia partes do aparelho genital feminino, cuja fisiologia de cada estrutura do referido sistema foi previamente conhecida. Sobre essa temática é correto afirmar que
A) a vulva, massageada pela parteira ou médico, apresenta-se envolvida pelo clitóris e desenvolve-se logo após a puberdade, devido ao aumento do hormônio progesterona.
B) o útero é um órgão maciço, em forma de pera invertida, achatado no sentido posterior-anterior, que se encerra na bexiga, cuja função é permitir o desenvolvimento do embrião fecundado.
C) a vagina é um canal que se estende da cérvix uterina até o útero, em que se encontra o hímen na porção posterior desse canal.
D) a penetração tratada no texto refere-se ao ato de o pênis adentrar na vulva e provocar a liberação de hormônios, como a serotonina, que provocam sensação de bem-estar físico após o ato sexual.
E) a massagem genital para curar a histeria era administrada nos grandes lábios da vulva que envolvem o clitóris, presente na vagina feminina.

04) (CESMAC/2019-2) A fecundação na espécie humana depende de uma série de fatores para ter sucesso, como, por exemplo:
A) o útero deve estar revestido de muco cervical espesso e pouco fluído, rico em fibras.
B) a ejaculação do homem deve conter grande volume de sêmen e baixo número de espermatozoides.
C) os óvulos devem se encontrar dentro do ovário no momento da fertilização.
D) o ovócito II deve permitir a penetração de vários espermatozoides.
E) os espermatozoides devem penetrar o útero somente no período fértil da mulher.

05) (UFV) Correlacione alguns dos métodos de anticoncepção com seus respectivos mecanismos de ação.

Métodos de anticoncepção
(I) Diafragma
(II) Laqueadura
(III) Dispositivo intra-uterino
(IV) Vasectomia

Mecanismos de ação
(  ) impede a liberação dos gametas da gônada para a uretra.
(  ) impede a nidação no endométrio.
(  ) impede que os gametas cheguem ao terço distal das tubas.
(  ) impede a passagem dos gametas da vagina para o útero.

Assinale a alternativa que apresenta a seqüência CORRETA:
A) I, II, III, IV.
B) IV, III, II, I.
C) II, III, I, IV.
D) III, II, IV, I.

06) (UEL) A pílula anticoncepcional é utilizada como método contraceptivo, porque sua ação é capaz de bloquear a ovulação no organismo feminino humano. Portanto, a pílula anticoncepcional é uma combinação dos hormônios:

A) Estrógeno e progesterona que inibem a produção de folículo-estimulante e de luteinizante na hipófise.
B) Estrógeno e progesterona que estimulam a produção de folículo-estimulante e de luteinizante na hipófise.
C) Folículo-estimulante e luteinizante que estimulam a produção de estrógeno e de progesterona nos ovários.
D) Folículo-estimulante e luteinizante que inibem a produção de estrógeno e de progesterona nos ovários.
E) Progesterona e luteinizante que inibem a produção de folículo-estimulante e de estrógeno na hipófise.

07) (UFV) O gráfico abaixo representa a variação nos níveis de concentração de três hormônios durante o processo normal da gestação humana.

Pelos dados do gráfico é INCORRETO afirmar que:
A) no início do parto, as concentrações de HCG, progesterona e estrógeno são altas.
B) durante a gravidez, as concentrações de progesterona e estrógeno aumentam gradativamente.
C) aproximadamente no segundo mês de gestação, a concentração de HCG é máxima.
D) no quinto mês de gestação,  a concentração de HCG é inferior às de progesterona e estrógeno.
E) no final da gestação, ocorre diminuição nas concentrações de progesterona e estrógeno.

08) (UFMG) Diferentes métodos de controle de natalidade têm sido usados pela população. Um desses métodos está ilustrado nesta figura:

Considerando-se a utilização desse método, é CORRETO afirmar que ele pode implicar
A) a inibição das glândulas que produzem sêmen.
B) a manutenção de espermatogônias.
C) a redução da libido.
D) o aumento da produção de testosterona.

09) (UFSM) Sabe-se que um óvulo pode sobreviver cerca de 48 horas e um espermatozoide, cerca de 72 horas. Um casal cuja mulher possui um ciclo menstrual padrão e que deseja evitar, com boa margem de segurança, a gravidez, não deve manter relações sexuais durante:
A)  o 10º e o 18º dia do ciclo
B)  o 12º e o 20º dia do ciclo
C)  o 8º e o 16º dia do ciclo
D)  o 1º e o 8º dia do ciclo
E)  o 20º e o 28º dia do ciclo.

10) (UFSJ) Observe a seguinte tabela:
ANO E DISTRIBUIÇÃO DE PRESERVATIVOS  (em milhões)

PRESERVATIVOS DISTRIBUÍDOS

Preservativo Masculino

Preservativo Feminino

2000

2001

2002

2003

2000

2001

2002

2003

78,4

125,6

138,0

256,7

1,4

0,5

2,0

2,5

Fonte: Programa Nacional de DST/Aids/Ministério da Saúde.

Analise as afirmativas abaixo.
I. O aumento da distribuição de preservativos (camisinha), pode refletir na redução do crescimento populacional e na disseminação de DSTs (doenças sexualmente transmissíveis).
II. O número de preservativos femininos distribuído reflete a ineficiência do método tanto na contracepção quanto na prevenção de DSTs.
III. Do ponto de vista prático o preservativo masculino é mais eficiente na prevenção de DSTs, uma vez que, o preservativo feminino é exclusivamente vaginal, não protegendo os parceiros em outras modalidades sexuais.
IV. Não é recomendado o uso simultâneo de ambos os preservativos (masculino e feminino), pois o atrito entre os preservativos pode rompê-los, anulando sua eficiência.
V. A pílula do dia seguinte é um método eficaz de prevenção de DSTs, uma vez que sua ação além de evitar a concepção, elimina eventuais vírus e bactérias infectantes. O custo desse método, entretanto, não permite sua popularização.

De acordo com essa análise, estão CORRETAS apenas as afirmativas:
A) II, III e V
B) I, III e IV
C) II, IV e V
D) I, III e V

11) (UNIFESP) Um homem dosou a concentração de testosterona em seu sangue e descobriu que esse hormônio encontrava-se num nível muito abaixo do normal esperado. Imediatamente buscou ajuda médica, pedindo a reversão da vasectomia a que se submetera havia dois anos. A vasectomia consiste no seccionamento dos ductos deferentes presentes nos testículos. Diante disso, o pedido do homem
A) não tem fundamento, pois a testosterona é produzida por glândulas situadas acima dos ductos, próximo à próstata.
B) não tem fundamento, pois o seccionamento impede unicamente o transporte dos espermatozoides dos testículos para o pênis.
C) tem fundamento, pois a secção dos ductos deferentes impede o transporte da testosterona dos testículos para o restante do corpo.
D) tem fundamento, pois a produção da testosterona ocorre nos ductos deferentes e, com seu seccionamento, essa produção cessa.
E) tem fundamento, pois a testosterona é produzida no epidídimo e dali é transportada pelos ductos deferentes para o restante do corpo.

12) (UFU) Com relação à reprodução humana, marque a alternativa correta.
A) Indivíduos vasectomizados têm os ductos seminíferos seccionados, o que impede a passagem dos espermatozoides.
B) Na criptorquidia, a temperatura do local onde os testículos se alojam é maior que a ideal para a espermatogênese, o que leva à esterilidade masculina.
C) A fecundação, que em condições normais acontece na cavidade uterina dois dias antes da nidação, depende da ação de enzimas hidrolíticas.
D) Os ovários localizam-se atrás do útero. Para a produção constante de ovócitos é necessário que os ovários estejam 2 °C abaixo da temperatura abdominal.

13)  (UFLA) A figura abaixo representa as transformações de um folículo ovariano ao longo de um ciclo menstrual.

Com base na figura, responda:
a) Cite o nome da estrutura A e sua função.
b) O que ocorre na fase indicada em C?
c) Qual a função da progesterona na fase indicada em D?
d) Ocorreu ou não a fecundação?

14) (UFRJ) A eficiência dos métodos anticoncepcionais mais utilizados pode ser verificada observando-se o quadro a seguir:

Método% de casos em que ocorreu gravidez
1- Tabela20,0
2- Interrupção do coito antes da ejaculação16,0
3- Camisinha2,0
4- Diafragma com espermicida2,0
5- Ligação das trompas0,4
6- Pílula anticoncepcional0,5
7- Vasectomia0,4

a) Explique por que o método da tabela é um dos menos seguros.
b) O método da pílula anticoncepcional diferencia-se dos demais em relação à forma pela qual se evita a gravidez. Explique por quê.

15) (UFRJ/2008) A figura a seguir mostra como é feita a vasectomia, um procedimento cirúrgico simples que envolve a interrupção dos vasos deferentes.
Essa interrupção impede que os espermatozoides produzidos nos testículos atinjam a uretra, tornando os homens inférteis. A vasectomia não inibe o ato sexual. Para que um homem se mantenha sexualmente ativo, é preciso que haja produção e secreção do hormônio testosterona. A testosterona, que também é produzida nos testículos, é responsável pela indução do desejo sexual (libido) e é também necessária para que ocorra a ereção do pênis.
Por que a vasectomia não bloqueia os efeitos da testosterona, uma vez que esse hormônio também é produzido nos testículos?

Gabarito das Questões sobre Reprodução Humana, Ciclo Menstrual e Métodos Contraceptivos

01 – B; 02 – VVVF; 03 – D; 04 – E; 05 – B; 06 – A; 07 – A; 08 – B; 09 – A; 10 – B; 11 – B; 12 – B

13) a) Nome:: Corpo lúteo
Função: produzir progesterona
b) Ovulação
c) Promover a irrigação do endométrio, possibilitando a nidação.
d) Sim, uma vez que não ocorreu descamação do endométrio.

14) a) Porque o ciclo menstrual das mulheres não é sempre regular.
b) A pílula é o único método que impede a liberação do gameta, através da ação de hormônios que interferem no ciclo menstrual.

15) Porque como todo hormônio, a testosterona é liberada diretamente no sangue; por esse motivo, ela continua atuando normalmente sobre as células mesmo após a interrupção (corte) dos vasos deferentes.


GUIA DO ENEM 2019

O Portal VestibulandoWeb reuniu as principais informações para quem vai fazer as provas do Enem 2019. Cadastre-se e receba o Guia do Enem 2019 em seu email, GRATUITAMENTE.


Comentários