Estudar Fonoaudiologia: entenda como funciona a profissão

Por Atualizado em 13/08/2020 16:39

O profissional de Fonoaudiologia é capaz de atuar na prevenção, habilitação e reabilitação da voz, audição, motricidade oral, leitura e escrita.  Ao se formar, o aluno se especializa em diagnóstico e tratamento de dificuldades como surdez, gagueira, dicção incorreta e outras alterações que dificultam a correta comunicação. Para isso, é fundamental compreender a constituição humana e suas relações sociais.

Já no mercado de trabalho, ele atuará em clínicas, creches, consultórios, escolas, hospitais, teatro e emissoras de rádio e televisão. Saiba que escolhendo esta profissão, você trabalhará em conjunto com profissionais como médicos, psicólogos, dentistas, fisioterapeutas, assistentes sociais ou educadores.

E os tipos de formação para o curso são: bacharelado e pós-graduação. Ficou com vontade de ingressar na profissão e deseja saber mais?  Então te convido a prosseguir a leitura do artigo para saber mais sobre o assunto!

Como é o curso de Fonoaudiologia?

Problemas como: gagueira, dificuldade para engolir, falta de articulação ao pronunciar sons ou até mesmo zumbido chato no ouvido: a Fonoaudiologia é capaz de resolver.

E não só a prevenir, mas também a buscar soluções para esses distúrbios relacionados aos processos de comunicação.

Isso engloba a fala, audição ou aqueles distúrbios relacionados a movimentos, como a deglutição.

De acordo com estatísticas, o curso está cada vez mais requisitado no mercado de trabalho.

Afinal, esses profissionais se preocupam, antes de mais nada, em cuidar da saúde das pessoas.

E de acordo com as Diretrizes Curriculares Nacionais estabelecidas pelo Ministério da Educação, os cursos de Fonoaudiologia possuem um conteúdo dividido basicamente em três grandes áreas:

  • Ciências Biológicas e da Saúde;
  • Ciências Sociais e Humanas;
  • Ciências Fonoaudiológicas.

Com isso, o aluno abrangerá melhor a constituição humana, as relações sociais, o psiquismo e a linguagem.

O aluno saberá assim reconhecer, avaliar, prevenir e tratar com bases científicas as questões que diagnosticar nos pacientes. O estágio deverá acontecer nos dois últimos anos de formação.

Como em grande parte das graduações, o MEC exige a apresentação de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) sob orientação docente.

Por pertencer à área da saúde, você estudante terá contato com diversas disciplinas voltadas ao segmento, como anatomia, fisiologia, neurologia e psicologia. Grande parte do conteúdo das estruturas das aulas são voltadas para questões específicas da Fonoaudiologia.

Um dos destaques do curso envolve o desenvolvimento da linguagem oral e escrita, voz, motricidade orofacial, patologias da comunicação e saúde pública.

Perfil do profissional e mercado de trabalho da Fonoaudiologia

O profissional como estamos vendo lida diretamente com as pessoas no intuito de auxiliá-las nos processos de comunicação.

Para isso, gostar de cuidar de outras pessoas e ter um bom relacionamento interpessoal são fundamentais para seu trabalho.

E normalmente os tratamentos podem ser demorados ou de difícil execução por parte dos pacientes, por isso ter paciência e sensibilidade para motivar as pessoas a persistirem com o tratamento é essencial.

E o mercado de trabalho para a Fonoaudiologia foca em aspectos da comunicação humana, ou seja, a linguagem oral e escrita, a fala, a voz e a audição, além dos movimentos relacionados à mastigação, deglutição e respiração.

Visto isso, você será responsável por elaborar atividades voltadas à saúde, prevenção, avaliação, diagnóstico, orientação e terapia de seus pacientes.

Ao formar, se especialize em diversos ramos e, podendo trabalhar na área clínica ou educacional, bem como na área estética. Este último campo de atuação refere-se ao ensino de técnicas e habilidades para falar em público.

A boa notícia é que o mercado de trabalho é amplo, pois este profissional pode se especializar em diferentes áreas de atuação.

E existem fatores que contribuem para o aumento da demanda, tais como: o envelhecimento da população, lei que obriga os convênios médicos a cobrirem sessões de Fonoaudiologia e o avanço das políticas públicas de saúde.

E uma das áreas que vem se destacando é a de preparação da voz.

Afinal de contas, profissionais que possuem a voz como instrumento de trabalho, como cantores, apresentadores, atores, buscam o trabalho de um fonoaudiólogo para melhorar sua dicção.

Além disso, eles buscam o fonoaudiólogo para acabar com os sotaques e aperfeiçoar a entonação e pronúncia correta das palavras.

Ao concluir graduação na área e possuir registro ativo no Conselho Regional de Fonoaudiologia.

Especialidades da Fonoaudiologia

  •  Audiologia

Responsável pela saúde auditiva, gera programas de prevenção e promoção do bem-estar, realizando diagnósticos e reabilitação do paciente;

  • Linguagem

Trata de distúrbios relacionados à capacidade de fala e escrita.

  •  Motricidade orofacial

Exerce a prevenção, o diagnóstico, a habilitação e a reabilitação de todas as funções ligadas à respiração, sucção, mastigação e deglutição;

  • Voz

Atua com atores, cantores, jornalistas e professores, sendo responsável por auxiliar a trabalharem sua postura vocal.

  • Fonoaudiologia educacional

Atua no processo de ensino e aprendizagem;

  • Fonoaudiologia neurofuncional

Voltado para pessoas com alterações neurofuncionais, atuando no tratamento de sequelas e danos ao sistema nervoso central ou periférico.

  • Neuropsicológica

Voltada para a prevenção e o tratamento de distúrbios relacionados à comunicação e sua conexão cognitivas.

Interessou em seguir a carreira da Fonoaudiologia ou acha que esta área não é para você? Deixe sua opinião para nós no espaço abaixo!


Newslatter

Cadastro Newsletter Assine nossa Newsletter Gratuitamente As notícias que você não pode perder diretamente em seu email. Inscreva-se e recebe a Newsletter.

Comentários