IFG discute retorno das aulas presenciais

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG) deve aprovar um “Plano de Ação Geral para o Retorno Seguro e Gradual das Atividades Presenciais Acadêmicas e Administrativas no IFG“, já a partir da semana que vem.

Porém, ao mesmo tempo, não há qualquer referência a uma data de retorno até o presente momento, uma vez que este tipo de calendário de retomada deve variar de acordo com o campus. Ou seja, enquanto algumas unidades do IFG devem voltar mais cedo para as aulas presenciais, outras unidades do instituto devem optar por um retorno mais tardio.

O plano em questão ainda vai ser avaliado pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Conepex) e contar com a aprovação final do Conselho Superior (Consup). E a previsão oficial é de que isso venha a ocorrer, no máximo, até os primeiros quinze dias do mês de outubro. Ou seja, o prazo está próximo.

Dessa forma, o planejamento geral deve estabelecer os indicadores de saúde e de segurança sanitária, que devem, portanto, serem observados no momento de criação dos planos locais para este retorno das aulas presenciais. Assim sendo, não existe uma previsão de data para isso acontecer de fato, de acordo com o que informa a assessoria do IFG.

Plano Geral para o retorno das aulas presenciais em cada campus do IFG

De acordo com o que foi informado pela própria assessoria de comunicação do instituto, logo depois da criação do Plano Geral, os campus é que terão então a responsabilidade de definir, com base na situação sanitária de cada município em que a unidade do IFG se encontra instalada em relação à pandemia do novo vírus, como vai funcionar o retorno das aulas presenciais e, principalmente, definir a data em que isso vai acontecer.

Nesse sentido, é importante destacar que, na última segunda-feira, dia 20 de setembro de 2021, foi dado o ponto de partida, por meio de uma reunião virtual com os representantes da Comissão Central, das Comissões Locais dos Campus e do Comitê de Mitigação e Biossegurança, para o processo de discussão das aulas presenciais.

No encontro remoto que foi realizado, os integrantes da reunião debateram os primeiros passos que devem ser dados na direção da implementação gradual do retorno para as aulas presenciais. A discussão girou em torno principalmente da questão da segurança que deve estar envolvida nesta retomada. Porém, apesar disso, nenhuma data chegou a ser confirmada no encontro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.