Pela 1ª vez, China não registra novas infecções locais do coronavírus

A China anunciou nesta quinta-feira, dia 19 de março, que não registrou novas infecções locais pela primeira vez desde o início da epidemia, mas as autoridades notificaram 34 casos importados. O número de pessoas infectadas procedentes de outros países é também um recorde diário, indicou o Ministério da Saúde chinês. A maioria dos casos foi identificada em chineses que regressaram de países particularmente atingidos pelo Covid-19.

Desde 11 de março os números de novas infeções e de mortes permanecem abaixo dos 21 diários, de acordo com as estatísticas oficiais. Em 12 de março, o governo chinês declarou que o pico das transmissões tinha terminado no país.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia de Covid-19, infectou mais de 210 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 8.750 morreram. Das pessoas infectadas, mais de 84 mil se recuperaram da doença.

O surto começou na China, em dezembro, e já se espalhou por 170 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar situação de pandemia.

Possível remédio contra o coronavírus

Testes preliminares feitos com um pequeno grupo de pacientes na China sugerem que um medicamento desenvolvido para combater outras doenças virais também poderia ter efeitos positivos contra a atual pandemia de Covid-19, informa a agência de notícias Reuters.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.