Analista de Sistemas: como é a profissão

A profissão de análise de sistemas é uma das mais promissoras carreiras que um profissional pode ter. Além de ter um grande conhecimento técnico em relação a diversos tipos de tecnologias, o analista de sistemas também entende uma boa parte das regras de negócio da empresa. Com este perfil tecnológico e ligado a negócios, torna o profissional cada vez mais essencial para diversos segmentos.

Como veremos mais a fundo neste artigo, o profissional deve ter uma rotina de aprendizado contínuo tanto nas últimas tecnologias de desenvolvimento de software, ter um bom conhecimento de infraestrutura de servidores e também treinar funcionários e clientes para utilizar sistemas de forma correta.

Em geral, analistas de sistemas podem ajudar diversas organizações a utilizarem a tecnologia da informação ao seu favor. Podem incorporar novas tecnologias de sistemas e trazer decisões mais inteligentes a estes negócios.

É comum que o analista de sistemas também seja desenvolvedor de software. Desta forma, eles além de diagnosticar problemas e propor automação de processos, estes profissionais também podem escrever códigos de software que atendam a necessidade da empresa sob medida.

Perfil do profissional

O perfil do profissional em análise de sistemas é um perfil ligado a tecnologia e a negócios.

Os interessados em ingressar na área devem gostar de desafios constantes, ser autodidata, além de ter interesse por programação e lógica.

É importante que o profissional também tenha uma boa comunicação, especialmente para parte de levantamento de requisitos, onde o contato e entendimento com os usuários são fundamentais para o sucesso de um projeto de sistema.

Destacamos as seguintes competências para o perfil do profissional:

  • Ter domínio de lógica de programação;
  • Ter um bom conhecimento de tecnologia;
  • Ter aprendizado autodidata;
  • Boa comunicação escrita e verbal;
  • Ter atenção aos detalhes;
  • Saber trabalhar em equipe;
  • Competências interpessoais;
  • flexibilidade;
  • Adaptabilidade;
  • Iniciativa

Como funciona a profissão de analista de sistemas?

Analistas de sistemas trabalham para otimizar a experiência do usuário com sistemas, além de implementar as regras de negócio e tornar a empresa mais produtiva e competitiva.

Estes profissionais aconselham empregadores e clientes que tipo de tecnologia precisam, implementam software de acordo com as necessidades de negócio, e treinam usuários para garantir que seus sistemas funcionem conforme o esperado.

Além disso, eles precisam analisar o trabalho que está sendo feito por uma organização para identificar as maneiras em que melhorar o trabalho com o uso de um sistema.

Grandes empresas do mercado tem sua própria equipe de analistas de sistemas. No entanto, empresas menores podem terceirizar o serviço, usando empresas especializadas em sistemas.

Veja algumas das responsabilidades mais comuns para analistas de sistemas:

  • Analisar os custos e benefícios de novas tecnologias;
  • Realizar consultoria técnica de clientes;
  • Identificar as necessidades organizacionais em sistemas de TI;
  • Projetar e adicionar funcionalidades aos sistemas;
  • Podem supervisionar as instalações em servidores e outros ambientes;
  • Treinar usuários

Entendimento das regras de negócio

Um grande diferencial nesta profissão, é que o analista de sistemas pode trabalhar em qualquer indústria, o que faz o profissional flexível para entender com profundidade cada tipo de negócio.

As regras de negócio são diretrizes específicas que levam a compreensão de todas as partes de um processo ou negócio. Essas regras são frequentemente referenciadas no dia-a-dia do trabalho.

O analista de sistemas consegue entender as regras de um modo lógico e também organizá-las em um documento com riqueza de detalhes. Através desta organização, os analistas de sistemas podem criar requisitos e desenvolver uma solução para o negócio.

Como é o nível educacional exigido para analistas de sistemas

A maioria dos empregadores preferem candidatos com diploma de nível superior. As formações mais comuns para esta carreira são a Ciência da Computação, Engenharia da Computação, Gestão de TI e Análise e Desenvolvimento de Sistemas.

A universidade pode ajudar um profissional a desenvolver as habilidades necessárias para se iniciar na área. No entanto, novas técnicas e tecnologias são introduzidas todos os anos, o que significa que a aprendizagem nunca pára para os analistas de sistemas.

Por isso, é importante ter em mente que, ao escolher esta profissão, o profissional precisará ter uma rotina de estudo para não ficar desatualizado.

Além do diploma superior, muitos empregadores preferem contratar profissionais com experiência, inclusive, em áreas específicas onde eles estarão trabalhando. Por exemplo, um analista de sistemas que trabalha em empresas de seguros de vida, podem ser realmente disputados por outros empresas do mesmo segmento.

Como é o ambiente de trabalho

Os analistas de sistemas normalmente trabalham em tempo integral apenas durante os dias úteis. No entanto, exceções podem acontecer quando o profissional precise trabalhar acima de 40 horas por semana, dependendo da urgência da entrega do projeto.

Muitas vezes também, a função do analista de sistemas também pode ser exercida à distância. Não é raro encontrar analistas de sistemas trabalhando em home-office, por exemplo.

Além disso, o analista de sistemas também pode trabalhar para empresas fora do país com vínculo empregatício, e/ou trabalhar como freelancer, autônomo ou criar seu próprio negócio.

Como é o mercado para analistas de sistemas

A área de análise de sistemas é cada vez mais concorrida e seus profissionais são cada vez mais bem remunerados. Os salários de um analista de sistema pode chegar acima de 9 mil reais mensais de acordo com o relatório da consultoria Robert Half.

Por isso, é possível que um estudante ou um analista de sistemas iniciantes possam experimentar alguma dificuldade para entrar no mercado.

É possível conquistar boas oportunidades se utilizado bem o networking. Portanto, eventos sobre linguagens de programação e também cursos, são ótimos canais para entrar no mercado de trabalho.

Há também uma crescente demanda em diversas empresas para diminuir custos, o que traz o profissional de análise de sistemas uma grande oportunidade para automação de processos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.