USP vai oferecer 11.147 vagas no Vestibular de 2023

O Conselho Universitário aprovou, em sessão realizada no dia 21 de junho, a tabela de vagas dos cursos de graduação da USP para o vestibular de 2023.

No próximo ano, serão oferecidas 11.147 vagas, das quais 8.230 destinadas para seleção pelo vestibular da Fuvest e 2.917 vagas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), voltado aos candidatos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

De acordo com a resolução nº 7.373/2017, que estabelece as formas de ingresso na Universidade, para 2022, 50% das vagas de cada curso de graduação e turno estão reservadas para candidatos egressos de escolas públicas (EP).

Nesse porcentual incide reserva de vagas para candidatos pretos, pardos e indígenas (PPI) equivalente à proporção desses grupos no Estado de São Paulo, segundo o último censo da Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que é de 37,5%. Essa reserva considera, conjuntamente, os dois processos de seleção da Universidade: o vestibular da Fuvest e o Sisu.

Do total de 8.230 vagas oferecidas pela Fuvest este ano, 4.961 serão reservadas para candidatos na modalidade Ampla Concorrência; 2.173 vagas para candidatos EP; e 1.096 para EP/PPI. Para a seleção do Sisu estão sendo destinadas 2.917 vagas: 599 serão para Ampla Concorrência; 1.233 para estudantes EP e 1.085 para estudantes EP/PPI.

O Conselho aprovou também a alteração de período dos cursos de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP), que passam de noturno para integral; e do curso de Bacharelado em Física Médica, oferecido pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP), que passa de noturno para integral.

Também foi aprovada a alteração do número de vagas do curso de Bacharelado em Ciências Econômicas diurno, de 45 para 60 vagas; e do curso de Bacharelado em Finanças e Negócios noturno, de 70 para 55 vagas. Ambos os cursos são oferecidos pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEA-RP).

Fonte: Adriana Cruz, do Jornal da USP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.