Questões sobre Segunda Lei de Mendel

01)(UFPR/2020)  Considere o cruzamento parental entre dois indivíduos de linhagens puras e contrastantes para duas características: pelos pretos e longos x pelos brancos e curtos. A geração F1 era constituída por 100% de indivíduos com pelos pretos e longos. Considerando que as características de cor e comprimento dos pelos são condicionadas cada uma por um gene e que esses genes têm segregação independente, a proporção esperada entre 240 indivíduos da F2 é:
A) 135 pelos pretos e longos – 45 pelos pretos e curtos – 45 pelos brancos e curtos – 15 pelos brancos e longos.
B) 180 pelos pretos e longos – 60 pelos brancos e curtos.
C) 135 pelos pretos e longos – 45 pelos pretos e curtos – 45 pelos brancos e longos – 15 pelos brancos e curtos.
D) 180 pelos pretos e curtos – 60 pelos pretos e longos.
E) 135 pelos pretos e curtos – 105 pelos brancos e longos.

02) (Enem/2013 – PPL) A mosca Drosophila, conhecida como mosca-das-frutas, é bastante estudada no meio acadêmico pelos geneticistas. Dois caracteres estão entre os mais estudados: tamanho da asa e cor do corpo, cada um condicionado por gene autossômico. Em se tratando do tamanho da asa, a característica asa vestigial é recessiva e a característica asa longa, dominante. Em relação à cor do indivíduo, a coloração cinza é recessiva e a cor preta, dominante.

Em um experimento, foi realizado um cruzamento entre indivíduos heterozigotos para os dois caracteres, do qual foram geradas 288 moscas. Dessas, qual é a quantidade esperada de moscas que apresentam o mesmo fenótipo dos indivíduos parentais?
A) 288
B) 162
C) 108
D) 72
E) 54

03) (UFRGS/2018) A mosca Drosophila melanogaster é um organismo modelo para estudos genéticos e apresenta alguns fenótipos mutantes facilmente detectáveis em laboratório. Duas mutações recessivas, observáveis nessa mosca, são a das asas vestigiais (v) e a do corpo escuro (e).

Após o cruzamento de uma fêmea com asas vestigiais com um macho de corpo escuro, foi obtido o seguinte:

F1 – todos os machos e fêmeas com fenótipo selvagem.
F2 – 9/16 selvagem; 3/16 asas vestigiais; 3/16 corpo escuro; 1/16 asas vestigiais e corpo escuro.

Assinale com V (verdadeiro) ou F (falso) as afirmações abaixo, referentes aos resultados obtidos para o cruzamento descrito.

( ) As proporções fenotípicas obtidas em F2 indicam ausência de dominância, pois houve alteração nas proporções esperadas.
( ) Os resultados obtidos em F2 indicam um di-hibridismo envolvendo dois genes autossômicos com segregação independente.
( ) As proporções obtidas em F2 estão de acordo com a segunda Lei de Mendel ou Princípio da segregação independente dos caracteres.
( ) Os pares de alelos desses genes estão localizados em cromossomos homólogos.

A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é
A) V – V – F – F.
B) V – F – V – F.
C) V – F – F – V.
D) F – F – V – V.
E) F – V – V – F.

04) (Unicid/2015) Em sementes de ervilha, os alelos V e R condicionam, respectivamente, coloração amarela e a textura lisa, e os alelos v e r condicionam, respectivamente, a coloração verde e a textura rugosa. Tais alelos são autossômicos e segregam de forma independente.

Para obtenção de plantas em F1, que produzam sementes com fenótipos amarelos lisos, amarelos rugosos, verdes lisos e verdes rugosos, em igual proporção, é necessário cruzar parentais cujos genótipos são:
A) VvRR × Vvrr.
B) VvRr × VvRr.
C) vvRr × vvrr.
D) VVRR × vvrr.
E) Vvrr × vvRr.

05) (UEPG/2016) A figura abaixo esquematiza dois dos sete pares de cromossomos homólogos de uma célula de ervilha. A cor da pétala da ervilha é determinada pelos alelos dominante (B) para púrpura e recessivo (b) para cor branca. O alelo dominante (R) determina a forma lisa da ervilha, enquanto o recessivo (r) gera formato rugoso.

Com relação aos conceitos fundamentais em genética e mendelismo, assinale o que for correto.

01) A frequência e tipos de gametas formados a partir da célula representada na figura é de 25% BR, 25% Br, 25% bR e 25% br.
02) O número 2 aponta a condição heterozigota para a característica da cor da pétala da ervilha.
04) O loco gênico para a forma da ervilha é mostrado em 3.
08) A combinação genotípica demonstrada na figura resulta em fenótipo de cor da pétala branca e forma da ervilha rugosa.
16) Em 1, as linhas apontam o par de cromossomos homólogos.

06) (UFRGS/2016) No milho, grãos púrpura são dominantes em relação a amarelos, e grãos cheios são dominantes em relação a murchos. Do cruzamento entre duas plantas, foi obtida uma prole com as seguintes proporções: 25% de grãos púrpura e cheios; 25% de grãos amarelos e cheios; 25% de grãos púrpura e murchos; 25% de grãos amarelos e murchos.

Sabendo que uma das plantas parentais era totalmente homozigota, assinale a alternativa correta.
A) Os dois genes citados não estão segregando de forma independente.
B) A planta homozigota era dominante para as duas características.
C) Uma das plantas parentais era heterozigota para as duas características.
D) A prole seria mantida na proporção 1:1:1:1, se as duas plantas parentais fossem duplo heterozigotas.
E) Os resultados obtidos são fruto de recombinação genética.

07) (UECE/2016.2) Como dinâmica de aula durante a exposição do assunto genética mendeliana, a professora construiu o seguinte modelo para demonstrar a 2ª Lei de Mendel

Se o R é o gene dominante que expressa uma característica semente do tipo lisa; o r o gene recessivo que expressa uma característica semente do tipo rugosa; V o gene dominante que expressa a característica cor verde da semente e v o gene recessivo que expressa a característica cor amarela, então é correto afirmar que
A) em um cruzamento do tipo RRVv x RRVV os descendentes serão todos sementes lisas e amarelas.
B) no cruzamento R_V_ x RRVV pode-se determinar os genótipos possíveis.
C) todas as sementes verdes do cruzamento RrVv x RrVv são lisas.
D) a leitura da proporção para o cruzamento exemplificado no quadro acima é de 9: 3: 2: 1.

08)(Unissalesiano/2022 – Medicina)   A meiose é um processo de divisão celular em que ocorre uma diversidade de fenômenos citológicos. Dentre esses fenômenos, dois deles estão descritos a seguir:
Fenômeno A: A movimentação cromossômica proporcionada pela retração dos fusos faz com que os pares de cromossomos homólogos sejam separados ao final do processo.
Fenômeno B: O emparelhamento dos cromossomos com seus respectivos homólogos garante a independência entre os pares, de modo que a separação dos elementos de cada par de homólogos não interfere na separação dos demais pares.

Considerando as descrições dos fenômenos citológicos A e B, assinale a alternativa correta.
A) O fenômeno A ocorre na meiose I e o fenômeno B, na meiose II.
B) Ambos os fenômenos, A e B, ocorrem durante a meiose II.
C) Ambos os fenômenos, A e B, explicam a Primeira Lei de Mendel.
D) O fenômeno A explica a Primeira Lei de Mendel, e o fenômeno B, a Segunda Lei.

Gabarito das Questões sobre Segunda Lei de Mendel

01) De acordo com o enunciado:
P) Linhagem pura pelos pretos e longos x Linhagem pura pelos brancos e curtos

F1)                                       100% pelos pretos e longos (características dominantes).

Usando genótipos, tem-se:
P) BBCC x bbcc

F1)        100% BbCc

 Cruzando F1 x F1 (BbCc x BbCc)

Proporção fenotípica esperada:
9/16 pretos e longos ⇒ 9/16 x 240 = 135
3/16 pretos e curtos = 3/16 x 240 = 45
3/16 brancos e longos = 3/16 x 240 = 45
1/16 brancos e curtos = 1/16 x 240 = 15
Resp.: C

02) Admitindo:
V = asa longa e v = asa vestigial
C = cor preta e c = cor cinza

Como os dois indivíduos são heterozigotos para as duas características, tem-se o seguinte cruzamento:
VvCc x VvCc (ambos com asa longa e corpo preto)

A questão pode ser resolvida por etapas, usando uma característica de cada vez.
Então:
Vv x Vv => deste cruzamento surgem 3 indivíduos com asa longa : 1 indivíduo com asa vestigial
Cc x Cc => deste cruzamento surgem 3 indivíduos com corpo preto : 1 indivíduo com corpo cinza
Probabilidade de nascer um descendente com asa longa e corpo preto = ¾ x ¾ = 9/16
Como são 288 descendentes, o total esperado com asa longa e corpo preto (fenótipo dos parentais) é : 9/16 x 288 = 162
Resp.: B

03) A proporção 9:3:3:1 obtida na geração F2, indica que os indivíduos da geração F1 eram duplo-heterozigotos, e que os genes em questão (para tipo de asa e cor do corpo) segregam-se independentemente, ou seja, um par de alelos está um par de homólogos, enquanto o outro par de alelos (do outro gene) está em outro par de homólogos.
Resp.: E

04) Fenótipos desejados:
* amarelos lisos → V-R-
* amarelos rugosos → V-rr
* verdes lisos → vvR-
* verdes rugosos → vvrr

Como foi pedido que os descendentes ocorram na mesma proporção (1:1:1:1), isso acontecerá sempre que os indivíduos cruzantes forem heterozigotos para uma das características e homozigoto recessivo para outra (Vvrr x vvRr).

Analisando cada alternativa, também chega-se à resposta sem a necessidade de realizar cruzamentos. Veja:
A) Não sai descendente rugoso (RR x rr → 100% Rr = liso)
B) Os indivíduos cruzantes são duplo-heterozigotos, o que dá a proporção de 9:3:3:1.
C) Não sai descendente liso (rr x rr →100% rr = rugoso)
D) Todos os descendentes serão amarelos e lisos (VVRR x vvrr → 100% VvRr = amarelos e lisos)
Resp.: E

05) Tem-se, no esquema, a representação do genótipo BbRr, com genes independentes (genes em cromossomos não homólogos). Trata-se de um indivíduo com pétalas púrpuras (presença do alelo B) e lisa (presença do alelo R).
Indivíduos com genótipo BbRr (sendo os genes independentes) produzem 4 tipos diferentes de gametas: BR, Br, bR e br, na proporção de 1:1:1:1.

A figura mostra, ainda, o locus de cada gene (listra preta na figura) indicado pelo número 3 na representação.
Estão corretos os itens 01, 02 e 04.

06) Observe que a descendência apresenta a proporção de 1:1:1:1. Admitindo P (Púrpura) e p (amarelo) e M (grãos cheios) e m (grãos murchos), essa proporção será obtida do cruzamento entre uma planta Ppmm x ppMm ou entre uma planta duplo heterozigota (PpMm) e outra duplo recessivo (ppmm). Além disso, essa proporção indica que os genes estão localizados em cromossomos diferentes (trata-se, portanto, de um caso de segregação independente).
Resp.: C

07) Analisando cada item:
A) Falso. Do cruzamento entre Vv x VV, 100% dos descendentes carregarão o alelo V e, portanto, terão cor verde.
B) Se o R-V- for RRVV, 100% dos descendentes terão genótipo RRVV. Por outro lado, se o indivíduo R-V- tiver genótipo RrVv, surgirão descendentes com os seguintes genótipos: RRVV; RRVv; RrVV e RrVv. Portanto, é possível determinar os genótipos dos descendentes.
C) Falsa. Do cruzamento RrVv x RrVv, é possível obter descendentes verdes (V-) e rugosas (rr), na proporção de 3/16.
D) Falsa. A leitura da proporção para o cruzamento exemplificado no quadro é de 9:3:3:1.
Resp.: B

08) A separação dos cromossomos homólogos na meiose explica a 1ª Lei de Mendel, segundo a qual, cada característica é condicionada por um par de fatores (alelos) que se separam na formação dos gametas.
Já  independência entre os pares de homólogos (a separação dos elementos de cada par de homólogos não interfere na separação dos demais pares) explica a 2ª Lei de Mendel. De acordo com a segunda lei de Mendel (Lei da Segregação Independente), os pares de fatores (alelos) para duas ou mais características segregam-se de forma independente na forma dos gametas.
Resp.: D

2 thoughts on “Questões sobre Segunda Lei de Mendel

  • 25 de julho de 2022 em 20:12
    Permalink

    Gostaria que tivesse gabarito, para ajudar .

    Resposta
    • 2 de agosto de 2022 em 13:40
      Permalink

      A resolução das questões está no final da página, após todos os exercícios.

      Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.