UERJ 2022: Dicas para se preparar para o vestibular

A aprovação no vestibular da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), assim como qualquer outro vestibular de média a alta concorrência no país, exige muito mais do que simplesmente dominar as disciplinas do Ensino Médio, e ter bons conhecimentos no geral.

Um importante fator de decisão e que muitas vezes pode passar desapercebido por muitos estudantes é, de fato, conhecer o perfil das provas e, principalmente, a forma como cada conteúdo é cobrado pela universidade.

Nesse sentido, embora o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) seja a forma principal de acesso ao Ensino Superior no Brasil, algumas universidades de todas as regiões do país realizam os seus vestibulares de forma independente e, em suas provas específicas, cobram conteúdos também específicos, com uma abordagem própria e especialmente direcionada para aquilo que se espera do seu ingressante.

Um exemplo de universidade que, apesar de também utilizar a nota do ENEM em alguns casos, continua a realizar o seu vestibular próprio é a Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP). E a prova de acesso aos cursos de graduação da UERJ é também um destes exemplos.

Sobre a UERJ, é válido destacar que o vestibular da universidade ganhou algumas novidades durante a pandemia do novo vírus que atinge o mundo há pouco mais de 2 (dois) anos.

Desde a edição do ano passado (2020), por exemplo, com o principal objetivo de evitar a formação de aglomerações, o vestibular da UERJ passou a contar com apenas 1 (uma) etapa, sendo então composta por 1 (uma) prova objetiva de 60 (sessenta) questões e uma Prova de Redação. Ambas sendo aplicadas exatamente no mesmo dia. Nesse sentido, é muito importante que o aluno consiga direcionar a sua rotina de estudos, de forma a entender o perfil da prova que ele vai realizar.

Nesse aspecto, é importante ressaltar que a prova da UERJ é bem diferente da prova do ENEM. Inclusive, chega a ser difícil fazer uma comparação entre essas duas avaliações. Afinal, se trata de provas que contam com divisões e tamanhos diferentes. E até mesmo os conteúdos que são cobrados em cada uma, assim como a forma que a Redação é proposta, são distintos.

Conhecer o modelo de cada prova que se irá prestar, direcionando os próprios estudos, são formas que o estudante pode seguir para entender como os conteúdos vão aparecer nas avaliações. Com isso, o estudante evita perder tempo com eixos de conteúdos que dificilmente serão cobrados em uma prova ou na outra.

Fazer simulados e listas de exercícios nos mesmos formatos do vestibular do qual irá participar também pode fazer toda a diferença.

Outra dica importante é analisar as provas e os conteúdos que foram cobrados nas edições anteriores do vestibular. Fazer isso pode ter um papel decisivo na própria preparação de quem sonha em ocupar uma vaga em uma universidade pública. Outra atitude interessante é assistir vídeos e acessar resumos sobre os temas que mais caem na prova da UERJ.

Ao seguir todas as dicas que foram apresentadas anteriormente, o estudante chega no dia da prova com maior clareza sobre como ele poderá se sair no vestibular e, principalmente, como ele vai ser avaliado. Com toda a certeza, isso conta muito para que o estudante alcance um bom desempenho no vestibular da UERJ.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.