Questões comentadas sobre Engenharia Genética

Por Atualizado em 14/06/2020 14:57

01) (FATEC/2020) Embora há milhares de ano o ser humano utilize a Biotecnologia tradicional na produção de vinhos, vinagres, queijos e iogurtes, a partir de organismos vivos como são encontrados na natureza, foram os conhecimentos em diversas áreas científicas, como a Química, a Biologia, a Física, a Informática e, em especial, as áreas relacionadas à molécula de DNA, que revolucionaram o modo de manipular os organismos por meio da Engenharia Genética ou da tecnologia do DNA recombinante.
Assim, a Biotecnologia moderna tem uma formação multidisciplinar com conhecimentos em várias áreas, podendo atuar em vários setores, como na saúde, na microbiologia, no meio ambiente, na indústria, na agricultura, etc.
Atualmente, sabe-se que certas enzimas bacterianas podem cortar moléculas de DNA em pontos específicos, gerando fragmentos de DNA com tamanhos definidos. Esses fragmentos podem ser separados por meio de um processo específico realizado em uma placa de gelatina especial (gel). Esse processo permite identificar pessoas.
Assinale a alternativa que associa correta e respectivamente os nomes das enzimas bacterianas e do processo específico referidos no texto.

02) (UFJF – Pism/ 2019)  O jornal Folha de São Paulo, em junho deste ano, publicou uma notícia com a seguinte manchete:

Polícia federal usa bituca de cigarro e DNA para apurar ataque de facção”.

A notícia tratava do uso da genética molecular para identificar criminosos por meio de identificação de DNAs presentes na cena de um crime.

Sobre esse assunto é CORRETO afirmar que:
A) As mutações e a mitose (que embaralha as diferentes combinações genéticas) são os processos responsáveis pela geração de variabilidade genética na espécie humana, o que permite identificar cada pessoa como sendo única.
B) Nós possuímos variabilidade genética, como, por exemplo, temos um número de cromossomos diferentes, o que permite, em uma análise genética de DNA presente na cena de um crime, identificar um criminoso.
C) A identificação de pessoas por meio de análise de DNA baseia-se no uso de enzimas de restrição, que são moléculas capazes de sequenciar o DNA, assim demonstrando de quem é o DNA presente na cena de um crime.
D) Na eletroforese, os fragmentos de DNA maiores, por serem mais pesados, correm em uma maior velocidade ao longo do gel e se depositam, portanto, mais proximamente ao polo positivo no final do processo.
E) A eletroforese de fragmentos de DNA é um dos métodos utilizados para identificar pessoas. O uso de enzimas de restrição para cortar o DNA gera um padrão de fragmentos que é característico de cada pessoa (impressão digital molecular).

03) (Enem 2019 – PPL) 

Disponível em: www.repositorio.uniceub.br.
Acesso em: 3 maio 2019 (adaptado).

A sequência de etapas indicadas na figura representa o processo conhecido como
A) mutação.
B) clonagem.
C) crossing-over.
D) terapia gênica.
E) transformação genética.

04) (Enem/2018) Considere, em um fragmento ambiental, uma árvore matriz com frutos (M) e outras cinco que produziram flores e são apenas doadoras de pólen (DP1, DP2, DP3, DP4 e DP5). Foi excluída a capacidade de autopolinização das árvores. Os genótipos da matriz, da semente (S1) e das prováveis fontes de pólen foram obtidos pela análise de dois locos (loco A e loco B) de marcadores de DNA, conforme a figura.

A progênie S1 recebeu o pólen de qual doadora?
A) DP1
B) DP2
C) DP3
D) DP4
E) DP5

05) (SL Mandic/2016)  A engenheira de alimentos, Rosana Goldbeck, conseguiu identificar, em sua tese de doutorado, microrganismos silvestres isolados de frutos do Cerrado, entre os quais os Acremonium strictum, que sinalizam um potencial para o desenvolvimento de celulases (enzimas) empregadas na produção de álcool de segunda geração, que é o bioetanol, produzido a partir de diversas fontes de biomassa vegetal, preferencialmente para matérias-primas não destinadas ao consumo humano. As enzimas estudadas são capazes de degradar a celulose (um polímero) em glicose, que poderá ser posteriormente convertida em etanol.

“Esse processo é bastante recente”, situa a autora. “É uma inovação trabalhar com microrganismos engenharados (geneticamente modificados), a partir dos genes isolados e sequenciados de Acremonium strictum, cujo objetivo é fazer a sacaraficação e fermentação simultaneamente – degradar a celulose em glicose e depois convertê-la em etanol”.

(Jornal da Unicamp, nº 541, 07/08/2015. Adaptado.)

Uma das grandes vantagens de se produzir o álcool de segunda geração é o fato de que:
A) o bagaço resultante da produção do álcool de cana, até então descartado pelas usinas, passa a ser reaproveitado e a ter uma utilidade econômica.
B) a produção do biocombustível não necessita da ampliação da área de cultivo de cana-de-açúcar.
C) não se amplia o Efeito Estufa, já que no processo de produção do álcool celulósico não há liberação de gases estufa.
D) a celulase liberada por esses microrganismos não atua sobre outros vegetais.
E) a celulose, após ser hidrolisada, libera a frutose, uma macromolécula que libera mais combustível.

06) (CESMAC/2016.2) A tecnologia do DNA recombinante permitiu a criação do milho Bt, resistente ao ataque de determinados tipos de insetos. Considerando que foi introduzido um gene da bactéria Bacillus thuringiensis, que promove na planta a produção de uma proteína tóxica aos insetos, mas inofensiva aos mamíferos, é correto afirmar que o milho Bt é resultado de técnica de:
A) clonagem gênica.
B) transgênese.
C) terapia gênica.
D) eletroforese.
E) cruzamento interespecífico.

07) (Enem/2017 – 2ª aplicação)  Um geneticista observou que determinada plantação era sensível a um tipo de praga que atacava as flores  da lavoura. Ao mesmo tempo, ele percebeu que uma erva daninha que crescia associada às plantas não era destruída. A partir de técnicas de manipulação genética, em laboratório, o gene da resistência à praga foi inserido nas plantas cultivadas, resolvendo o problema.

Do ponto de vista da biotecnologia, como essa planta
A) Clone.
B) Híbrida.
C) Mutante.
D) Dominante.
E) Transgênica.

08) (Enem/2016 – 3ª aplicação)  Após a germinação, normalmente, os tomates produzem uma proteína que os faz amolecer depois de colhidos. Os cientistas introduziram, em um tomateiro, um gene antissentido (imagem espelho do gene natural) àquele que codifica a enzima “amolecedora”. O novo gene antissentido bloqueou a síntese da proteína amolecedora.

SIZER, F.; WHITNEY, E. Nutrição: conceitos e controvérsias. Barueri: Manole, 2002 (adaptado).

Um benefício ao se obter o tomate transgênico foi o fato de o processo biotecnológico ter
A) aumentado a coleção de proteínas que o protegem do apodrecimento, pela produção da proteína antissentido.
B) diminuído a necessidade do controle de pragas, pela maior resistência conferida pela nova proteína.
C) facilitado a germinação das sementes, pela falta da proteína que o leva a amolecer.
D) substituído a proteína amolecedora por uma invertida, que endurece o tomate.
E) prolongado o tempo de vida do tomate, pela falta da proteína que o amolece.

09) (UNIVAG/2019) As enzimas de restrição são amplamente utilizadas nas pesquisas biotecnológicas, pois são capazes de cortar a molécula de DNA em pontos específicos, denominados palíndromos.
Um trecho de dupla fita de DNA correspondente a um palíndromo é:
A) TACTAC
ATGATG
B) AAACCC
TTTGGG
C) TTAAGG
AATTCC
D) GAATTC
CTTAAG
E) GAGAGA
CTCTCT

10) (UERJ/2019-2)  Determinadas sequências de DNA presentes no material genético variam entre os indivíduos.
A análise dessa variação possibilita, por exemplo, a identificação dos pais biológicos de uma criança. Considere os esquemas a seguir de sequenciamentos de trechos de DNA, separados por gel de eletroforese, de uma família formada por um casal e quatro filhos.

Com base nos sequenciamentos, o filho biológico dessa mãe com pai diferente do apresentado é o de número:
A) 1
B) 2
C) 3
D) 4

11)(FAI/2016)  Em biotecnologia, uma das formas de manipular o material genético é utilizando-se a tecnologia do DNA recombinante, empregada nos procedimentos de
A) clonagem terapêutica.
B) produção de células-tronco.
C) terapia celular com células-tronco.
D) terapia gênica.
E) clonagem de animais.

12) (Fupac/2015) Observe a figura a seguir, que mostra um procedimento médico de diagnóstico pré-natal.

Com base na análise da figura, assinale a alternativa correta.
A) A figura mostra o exame das vilosidades coriônicas e tem como objetivo identificar o sexo do bebê, quando o mesmo não é evidenciado pelo exame clássico de ultrassonografia.
B) A seringa colhe sangue da placenta sem, portanto, atravessar o âmnio.
C) O exame, conhecido como amniocentese, permite a análise dos cromossomos do feto.
D) A imagem refere-se à fetoscopia e mostra detalhes morfológicos do feto.
E) A técnica analisa o líquido amniótico, com o objetivo de analisar o quanto de nutrientes está sendo transferido da mãe para o feto.

13) (São Camilo/2014) Um gene de uma espécie de água-viva foi inserido no genoma de camundongos. O resultado do experimento foi percebido quando esses roedores ficaram expostos à luz ultravioleta e, devido à presença de certas proteínas, brilharam.

A técnica pode ser usada para marcar células cancerosas e com isso identificá-las no corpo de uma pessoa. De acordo com o experimento realizado e os desdobramentos dessa pesquisa, é correto afirmar que
A) as proteínas sintetizadas pelo camundongo teriam que ser injetadas em um tumor e elas se difundiriam para as demais células, permitindo marcá-las.
B) ocorreu a produção de proteínas, que ficaram fluorescentes nas células do camundongo, revelando que houve expressão dos genes da água-viva.
C) houve a inserção de moléculas de RNA da água-viva no genoma do camundongo e elas se expressaram produzindo as proteínas fluorescentes.
D) os genes da água-viva promoveram a formação de ribossomos nas células do camundongo e estes conseguiram produzir proteínas fluorescentes.
E) as pessoas com câncer teriam que ingerir as proteínas fluorescentes para que fossem identificadas as células com tumores.

14) (UFJF – Pism/2019)  A determinação de paternidade pelo DNA foi introduzida no Brasil trinta anos atrás, em 1988, com a contribuição do Núcleo de Genética Médica de Minas Gerais. Desde então o procedimento alavancou uma verdadeira revolução judicial e social, agilizando a solução de milhares de casos de determinação de paternidade e permitindo a solução de problemas de paternidade na esfera extrajudicial, no seio das famílias.

(PENA, Sérgio. Considerações bioéticas sobre a determinação da paternidade pelo DNA. Minas Faz Ciência, edição especial Bioética, nov. 2018.)

Marque a alternativa INCORRETA sobre características hereditárias e testes genômicos:
A) O teste de paternidade é possível a partir de análises comparativas entre o DNA nuclear da mãe, do filho e do suposto pai.
B) O teste de paternidade compara os alelos do filho aos do suposto pai, sendo que, para a confirmação da paternidade, todos os alelos do filho devem corresponder aos do suposto pai.
C) O teste de maternidade é 100% confiável, já que o DNA mitocondrial do ser humano é herdado apenas do genitor feminino.
D) O teste de paternidade pressupõe que a constituição genética do filho é gerada a partir de metade dos cromossomos da mãe e metade dos cromossomos do pai.
E) A determinação da paternidade constitui uma aplicação prática das informações sobre a variabilidade genética humana obtidas através do Projeto Genoma Humano.

15) (UEPG/2018) Os organismos que recebem e incorporam genes de outra espécie são chamados de transgênicos. Assinale o que for
correto sobre as características e os processos envolvidos na criação de um organismo geneticamente modificado.
01) Atualmente, os organismos geneticamente modificados estão descartados do mercado, visto que os benefícios prometidos durante a confecção dos transgênicos não foram atingidos. Por exemplo, os transgênicos de milho e soja, resistentes ao ataque de insetos, são inviáveis.
02) As enzimas de restrição, obtidas a partir do genoma humano, são essenciais para as etapas de clonagem de genes de interesse em bactérias. As bactérias são os únicos organismos geneticamente modificados que tiveram sucesso em técnicas de transgenia, visto que são de fácil crescimento e manutenção em laboratório.
04) Animais transgênicos são produzidos pela injeção de um gene de interesse em zigotos da espécie que se deseja transformar, logo após a fertilização. Esses embriões são então implantados no útero da fêmea onde se desenvolvem.
08) A manipulação genética de plantas é mais simples que a de animais. O gene que se deseja introduzir na planta é ligado ao plasmídio Ti de Agrobacterium tumefaciens, que tem capacidade de integrar-se ao cromossomo da planta. Pode-se ainda introduzir DNA exógeno à planta, bombardeando-a com partículas contendo DNA aderido na superfície.
16) A injeção de DNA geneticamente modificado (a partir de uma espécie “A”) no núcleo de ovos de uma espécie “B”, onde ele será implantado, permite a obtenção de um organismo transgênico totalmente diferente de “A” ou “B”, chamado de organismo “C”.

 

RESOLUÇÃO:
01) As enzimas de restrição (ou endonucleases) são enzimas que cortam o DNA em pontos específicos, de modo a obter fragmentos de DNA que podem ser separados pela técnica de eletroforese. Por este processo, por exemplo, obtém-se um padrão de bandas de fragmentos de DNA, que podem ser usados para identificação de pessoas.
Resp.: D

02) O uso de várias endonucleases faz com que determinada molécula de DNA seja quebrada em vários fragmentos, que podem ser separados pela técnica de eletroforese, de modo a obter um padrão de distribuição desses fragmentos, semelhante a um “código de barras”, o que possibilita a identificação de pessoas.
Resp. : E

03) O esquema representa o procedimento conhecido como terapia gênica, que consiste em colocar em um paciente uma cópia de um gene saudável, para corrigir determinado problema genético.
Resp.: D

04) Analisando a distribuição das bandas de DNA obtidas na eletroforese, observa-se que a progênie S1 possui 2 bandas em comum com a doadora D5, correspondentes ao alelo 2 e ao alelo 3.
Resp.: E

05) Ao utilizar outras fontes de matéria-prima, como o bagaço de cana, o procedimento dispensa uma ampliação na área de cultivo da cana-de-açúcar.
Resp.: B

06) A técnica empregada na produção do milho Bt é a transgenia. Neste caso, o milho recebeu e incorporou gene da bactéria Bacillus thuringensis.
Resp.: B

07) A questão cita uma planta cultivada recebendo gene de uma outra espécie de planta, tornando-se resistente a determinada praga. Essa técnica em que uma espécie recebe e incorpora gene de outra espécie é a transgenia.
Resp.: E

08) A questão envolve, basicamente, uma interpretação do enunciado. Ao bloquear a enzima amolecedora dos frutos, estes terão uma maior durabilidade pós-colheita.
Resp.: E

09) Palíndromos são palavras (ou frases) que se lidas da esquerda para a direita (sentido normal da leitura) ou da direita para a esquerda possuem o mesmo significado.
No exemplo acima, tem-se um exemplo de palíndromo na opção D.
Resp.: D

10) O filho da mulher, com o pai diferente do apresentado na figura, não deve apresentar faixas amarelas na mesma posição daquelas apresentadas pelo pai da figura. Dentre os filhos apresentados, o de número 2 não apresenta um padrão de distribuição de bandas amarelas compatível com o pai apresentado.
Resp.: B

11) Dentre as opções apresentadas, a única que envolve manipulação do DNA (com formação de um DNA híbrido, que não ocorreria em condições naturais) é a  terapia gênica. Neste processo, por exemplo, há manipulação do DNA quando o gene de interesse é “ligado” ao DNA do vetor (ex.: vírus), que levará o gene às células de interesse.
Resp.: D

12) O exame representado na imagem é conhecido como amniocentese. Ocorre retirada de líquido amniótico, onde encontram-se células do bebê. Essas células são cultivadas em meio apropriado e são usadas para análise do cariótipo, em que podem ser identificadas anomalias em decorrência de alterações no número ou  estrutura dos cromossomos.
Resp.: C

13) O brilho apresentado pelos camundongos é devido à presença de alguma proteína codificada pelo gene da água-viva, que foi incorporado ao genoma dos camundongos e se expressou.
Resp.: B

14) Na identificação de filhos, pelo teste do DNA fingerprint, metade das bandas de DNA visualizadas na placa de gel (técnica de eletroforese) é de origem materna e a outra metade é de origem paterna.
Resp.: B

15) 
01) Falso. Os organismos transgênicos estão em alta no mercado, principalmente, no agronegócio (soja, milho, algodão…).
02) Falso. Em diversos outros organismos, além de bactérias, a técnica de transgenia foi bem sucedida.
04) Verdadeira.
08) Verdadeira. A técnica citada na questão, em que se insere DNA exógeno em uma planta, através de um bombardeamento de microprojéteis contendo DNA aderido a eles recebe o nome de biobalística.
16) Falso. O indivíduo obtido será pertencente à espécie A, podendo apresentar alguma nova característica em decorrência do gene exógeno introduzido. É importante ressaltar que o indivíduo transgênico não é uma nova espécie.
Resp.: 04 + 08 = 12


Newslatter

Cadastro Newsletter Assine nossa Newsletter Gratuitamente As notícias que você não pode perder diretamente em seu email. Inscreva-se e recebe a Newsletter.

Comentários