Inep recebe pedido de isenção do Enem 2020


O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) recebe, a partir dessa segunda-feira, 06 de abril, os pedidos de isenção da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. O prazo vai até o dia 17 de abril, tanto para a prova tradicional quanto para a digital. Os pedidos deverão ser feitos pela Página do Participante do Enem 2020. A gratuidade da taxa do Enem 2020 é exclusiva para três grupos de estudantes:

  • Que estão no último ano do ensino médio em escola pública;
  • Que cursaram todo o ensino médio em escola pública ou em colégio particular como bolsista integral e que tenham renda familiar mensal de até 1,5 salário mínimo por pessoa (R$ 1.567,50);
  • Que possuem renda familiar mensal de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 522,50) ou total de até três salários mínimos (R$ 3.135) – neste caso é necessário informar o Número de Identificação Social (NIS).

Justificativa de ausência

Os estudantes de baixa renda que conseguiram a isenção de taxa no Enem 2019 e não compareceram às provas deverão justificar a ausência para terem o benefício novamente no Enem 2020. Quem não tem a intenção de participar do Enem este ano não precisa justificar.

O prazo para que os candidatos solicitem a justificativa de ausência é o mesmo para os pedidos de isenção, de 6 a 17 de abril. A justificativa deve ser acompanhada de documentos que comprovem o motivo da ausência. Os motivos aceitos são:

  • Acidente de Trânsito;
  • Assalto ou furto;
  • Casamento;
  • Morte na família;
  • Acompanhamento de cônjuge;
  • Saúde ou emergência médica;
  • Maternidade;
  • Paternidade;
  • Privação de liberdade (prisão);
  • Trabalho;
  • Intercâmbio acadêmico;
  • Atividade curricular.

Documentação

Os documentos para isenção de taxa e justificativa de ausência devem ser digitalizados e enviados nos seguintes formatos: PDF, JPG ou PNG – tamanho máximo de 2MB.

LEIA TAMBÉM  IFG recebe inscrições para Vestibular 2020/2 via Enem

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) analisará a documentação e, a qualquer momento, poderá pedir outros documentos comprobatórios. Se for constatada alguma informação falsa, o participante será excluído do Enem e terá que arcar com os custos referentes à taxa de inscrição, além de poder responder criminalmente.

Resultado do Enem 2020

A previsão é de que o resultado dos pedidos de isenção de taxa e das justificativas de ausência seja divulgado no dia 24 de abril. Quem não conseguir a isenção do Enem 2020 poderá entrar com recurso entre os dias 27 de abril e 1º de maio. Os resultados finais serão liberados no dia 7 de maio.

Vale lembrar que todos os candidatos devem efetuar a inscrição no Enem 2020, mesmo aqueles que obtiveram a isenção da taxa de inscrição do exame. As inscrições serão realizadas entre 11 e 22 de maio. A taxa para os não isentos será de R$ 85.

Enem 2020

Na edição 2020 do Enem os candidatos poderão optar pela prova digital. Elas serão aplicadas nos dias 11 e 18 de outubro, antes das provas impressas, marcadas para os dias 1 e 8 de novembro. A outra novidade do Enem 2020 é a obrigatoriedade de enviar uma foto digital no ato de inscrição. Mais informações podem ser obtidas no Edital do Enem 2020.

Poderão participar do Enem Digital 2020 apenas os estudantes que estão no terceiro ano do ensino médio ou já concluíram o ensino médio, exceto pessoas que necessitam de atendimento especial. Até 100 mil inscritos poderão fazer a prova digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *