Como calcular a média do Enem 2021

Milhões de participantes aguardavam ansiosos pela divulgação das notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), edição de 2021. Essas notas podem decidir o futuro de muitos estudantes.

As notas do Enem 2021 estavam previstas para serem divulgadas a partir dessa sexta-feira, do dia 11 de fevereiro de 2022, mas o Ministério da Educação (MEC) decidiu antecipar a divulgação para às 19h de hoje, 09 de fevereiro. Os estudantes inscritos no exame poderão acessar os seus resultados por meio da Página do Participante.

Muitos participantes relatam não ter conseguido acessar o resultado na  Página do Participante. As notas que foram alcançadas pelos estudantes nas provas vão poder ser aplicadas em programas de acesso ao ensino superior que são oferecidos pelo Ministério da Educação – MEC, além dos programas próprios que algumas universidades, sejam públicas ou privadas, mantêm.

Como são calculadas as notas do Enem?

As notas do Enem são obtidas a partir da Teoria de Resposta ao Item (TRI), que se trata de um modelo estatístico que permite comparar avaliações diferentes aplicadas aos estudantes. É por isso que o Inep pode aplicar mais de uma edição do Enem em um mesmo ano e classificar os estudantes utilizando estas notas.

Pela TRI, um candidato pode acertar a mesma quantidade de questões que outro candidato, mas obter nota diferente, uma vez que é considerado, entre outros parâmetros, o nível de dificuldade das questões.

As notas do Enem são divididas em 4 áreas de conhecimento, além da redação:

  • Ciências Humanas e suas tecnologias
  • Linguagens, Códigos e suas tecnologias
  • Matemática e suas Tecnologias
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias
  • Redação

De modo geral, as universidades utilizam a média simples das notas obtidas nas áreas para realizar a classificação. Sendo assim, a nota do candidato final seria a soma de todas as notas dividido por cinco. É importante ressaltar que algumas universidades ou cursos estabelecem pesos nas áreas.

Como calcular a média do Enem 2021

De modo geral, as universidades utilizam a média simples das notas obtidas nas áreas para realizar a classificação. Sendo assim, a nota do candidato final seria a soma das notas obtidas nas 4 áreas de conhecimento do Enem (Ciências Humanas e suas Tecnologias; Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; Ciências da Natureza e suas Tecnologias; Matemática e suas Tecnologias) incluindo a redação, e dividir por cinco. Como exemplo, vamos supor que suas notas de cada caderno de prova sejam essas:

  • Ciências Humanas e suas Tecnologias: 625
  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias: 800
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias: 730
  • Matemática e suas Tecnologias: 650
  • Redação: 900

Para realizar o cálculo, você vai somar a nota de cada prova:
Exemplo: 625+800+730+650+900= 3705

Após a soma, você irá dividir o resultado por cinco. O resultado dessa fração será sua nota do Enem 2021.
Exemplo: 3705/5= 741,0

É importante ressaltar que algumas universidades ou cursos estabelecem pesos nas áreas. Podendo aumentar sua nota.

Agora que você já terá seu resultado do Enem 2021, com certeza vai querer saber se poderá ingressar em uma faculdade com a nota, certo?

Como ver as notas do Enem 2021?

Para consultar a nota do Enem 2021, siga os passos indicados abaixo e veja o resultado:

  • Acesse a página oficial do Enem
  • Insira seu número de CPF
  • Digite sua senha cadastrada
  • Clique na figura solicitada
  • Finalize clicando em “Enviar”
Página do Participante para acessar as notas do Enem 2021

Esta página do participante solicita o Cadastro de Pessoa Física (CPF) e a senha cadastrados no momento da inscrição do Enem 2021. Uma vez informados, o sistema será carregado e exibirá o resultado com as notas do Enem 2021.

Com o resultado do Enem 2021 em mãos, o candidato poderá se cadastrar em diversos programas: Sistema de Seleção Unificada (Sisu), Programa Universidade Para Todos (ProUni), Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), entre outras. Veja abaixo as oportunidades a partir da utilização das notas do Enem.

Inscrições do SISU 2022

Sistema de Seleção Unificada (SISU) é um programa em que as vagas ofertadas são de universidades públicas e gratuitas. Por meio do sistema, um conjunto amplo de universidades públicas de ensino superior oferece vagas para os estudantes inscritos na última edição do ENEM, desde que tenham tirado uma nota maior do que ZERO na Prova de Redação e que não tenham participado da prova na condição de treineiro.

No Sisu, o candidato tem o direito de escolher até duas opções de cursos para concorrer a uma vaga. E para além disso, também há o sistema de cotas, definido pela Lei nº 12.711, de 2021, dentre outras normativas que foram aprovadas na última década com o objetivo de garantir o acesso mais democrático de estudantes de escolas públicas nas universidades que também são mantidas pelo Poder Público.

No caso dos candidatos que não forem aprovados na 1ª ou na 2ª opção de curso, vai haver a possibilidade de manifestar o interesse em participar da Lista de Espera.

Calendário SISU 2022

  • Inscrições: 15 a 18 de fevereiro
  • Resultado: 22 de fevereiro
  • Matrícula: 23 a 28 de fevereiro
  • Lista de espera: 22 a 28 de fevereiro (manifestar interesse em participar).

Inscrições Fies 2022

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) é um fundo de financiamento que permite que as pessoas estudem e paguem a faculdade somente depois de formadas. Neste ano de 2022, o Fies está com a oferta de um total de 110.925 vagas.

Calendário do FIES 2022

  • Inscrições: 8 a 11 de março
  • Resultado dos pré-selecionados em chamada única: 15 de março
  • Complementação da inscrição:
    16 a 18 de março (para pré-selecionados na chamada única)
    16 de março a 28 de abril (de pré-selecionados por meio da lista de espera).

Inscrições ProUni 2022

O Programa Universidade para Todos (ProUni) é outro programa muito popular entre os candidatos a uma vaga no ensino superior. Esse é um programa que oferece bolsas parciais e bolsas integrais para os estudantes.

Calendário ProUni 2022

  • Inscrições: 22 a 25 de fevereiro
  • Resultado dos pré-selecionados:
    1ª chamada – 2 de março
    2ª chamada – 21 de março
  • Comprovação das informações da inscrição:
    1ª chamada – 3 a 14 de março
    2ª chamada – 21 a 29 de março
  • Lista de espera:
    4 e 5 de abril (manifestar interesse em participar)
    7 de abril (divulgação dos pré-selecionados em lista de espera)
    8 a 13 de abril (comprovação das informações dos pré-selecionados em lista de espera).

Como fazer a inscrição nos programas?

As inscrições para o SISU, ProUni e Fies devem ser feitas exclusivamente pela internet, diretamente no site do MEC.

No caso do SISU e do ProUni, a nota utilizada é da última edição do Enem. Porém, no caso do Fies, é possível usar a nota do Enem das edições de 2010 até 2021.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.