Sisu 2020: parcial aponta 474 mil inscritos

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep) iniciou nesta terça-feira, 21 de janeiro, as inscrições no site do Sisu 2020. Desde a madrugada estudantes relataram lentidão e dificuldades para se candidatar às vagas das universidades públicas. O sistema permite que o estudante concorra a 237,1 mil vagas em universidades públicas de todo o país.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, divulgou, no final da tarde desta terça-feira (21), em sua rede social, o balanço do primeiro dia de inscrição do Sisu. Segundo ele, até as 18h30, 474 mil pessoas haviam se inscrito.

Weintraub disse, também, que 827.000 inscrições a vagas foram realizadas – (cada candidato pode eleger duas opções, por isso, o número de candidaturas as vagas é maior do que o número de pessoas inscritas).

No vídeo postado, o ministro também justificou a dificuldade de acesso que os candidatos passaram ao longo do dia. “Houve uma demanda, muito acima do que era prevista, do que era do (ano) passado. Já trabalhávamos com um incremento na demanda, mas não tão grande”, anunciou.

Ele explicou que o sistema foi colocado em nuvem de dados – o que, segundo ele, expandiu o atendimento para mais de 150.000 pessoas simultaneamente – mas, mesmo assim, não aguentou a quantidade de acesso.

Os concorrentes podem se inscrever até as 23h59 do próximo domingo (26). O prazo, que antes se encerraria na sexta (24), foi prorrogado após erros nas correções de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que, de acordo com o ministro afetou quase 6 mil candidatos, mas foi corrigido um pouco antes da abertura das inscrições do Sisu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.