UFAM abre vagas para o Processo Seletivo para o Interior de 2022

A Universidade Federal do Amazonas (UFAM) abriu, nesta terça-feira, 31 de maio, inscrições para o Processo Seletivo para o Interior (PSI) 2022. Prazo vai até o dia 28 de junho.

O valor da taxa de inscrição é de R$100,00 (cem reais). Interessados tiveram até o dia 18 de maio para realizar a solicitação de isenção e a lista de contemplados já foi divulgada.

As provas serão aplicadas nos dias 7 e 8 de agosto, das 8h15 às 13h15 (horário oficial de Manaus), nas cidades de Benjamin Constant, Coari, Humaitá, Itacoatiara e Parintins, onde estão localizados os campi com os cursos ofertados para esse processo seletivo.

O exame será composto por uma prova objetiva, com 120 questões de múltipla escolha, e uma redação. Todos os candidatos realizarão a mesma prova, mas haverá atribuição diferenciada de pesos às disciplinas, de acordo com o curso pretendido.

Os concorrentes deverão utilizar caneta esferográfica de material transparente, obrigatoriamente na cor preta, para preencher a folha de respostas.

A previsão é que o resultado seja divulgado no dia 13 de setembro.

São 600 vagas disponibilizadas nas seguintes unidades da UFAM: Instituto de Natureza e Cultura (INC), em Benjamin Constant; Instituto de Saúde e Biotecnologia (ISB), em Coari; Instituto de Educação, Agricultura e Ambiente (IEAA), em Humaitá; Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia (ICET), em Itacoatiara; e Instituto de Ciências Sociais, Educação e Zootecnia (ICSEZ), em Parintins.

A universidade tem vagas reservadas para o sistema de cotas, destinadas a pessoas que realizaram o Ensino Médio na rede pública, autodeclarados pretos, pardos e indígenas, pessoas com deficiência e candidatos de baixa renda.

Os alunos egressos de escolas da rede pública de municípios do estado do Amazonas, com exceção de Manaus, têm direito a um acréscimo referente à Bonificação para o Interior, conforme definido pela Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (PROEG). Assim, a nota final do candidato será calculada com a aplicação de um Coeficiente de Bonificação para o Interior.

Campus da Universidade Federal do Amazonas – UFAM (Foto: Reprodução/UFAM)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.