UFPel abre inscrições para o PAVE 2022

A Universidade Federal de Pelotas (UFPel), no Rio Grande do Sul, divulgou, nesta terça-feira, 5 de julho, a abertura das inscrições para seu Programa de Avaliação da Vida Escolar (PAVE) 2022. O prazo finaliza no dia 30 de setembro.

Candidatos que realizarem inscrição até o dia 31 de agosto terão desconto no valor da taxa.

A inscrição para a 1ª etapa custa R$35 (trinta e cinco reais) até 31 de agosto e, posteriormente, o valor é de R$60 (sessenta reais). Para a 2ª etapa, o valor com desconto é de R$50 (cinquenta reais) e, posteriormente, passa a R$75 (setenta e cinco reais). Para a 3ª etapa, a taxa é de R$65 (sessenta e cinco reais) com desconto e, após 31 de agosto, passa a ser de R$90 (noventa reais).

O período para pedidos de isenção no valor da taxa vai de 5 de julho a 20 de agosto. Têm direito ao benefício os estudantes da rede pública de ensino e membros de família de baixa renda, inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico).

Aqueles que desejarem solicitar a participação em uma das etapas do PAVE sem ter realizado a etapa anterior têm até o dia 12 de setembro, data limite também para requerimentos de migração – por motivo de reprovação, alteração na estrutura do Ensino Médio (de 3 para 4 anos letivos) ou atraso no calendário escolar.

O Formulário Digital específico para os requerimentos está disponível em anexo no edital. Uma vez deferidos, é necessário que o candidato realize sua inscrição no Processo Seletivo até 30 de setembro.

A prova da Etapa 1, destinada a estudantes matriculados no 1º ano do Ensino Médio regular (que tem duração de 3 anos) ou no 2º ano do Ensino Médio (com duração de 4 anos), será aplicada em 3 de dezembro, sábado.

Já as provas das Etapas 2 e 3 serão aplicadas no domingo, 4 de dezembro.

A previsão é que a lista dos aprovados na Etapa 3, referente aos alunos que estão no último ano do Ensino Médio, seja divulgada no dia 6 de fevereiro de 2023.

A UFPel está oferecendo, para esta edição do PAVE, 1.033 vagas divididas em seus cursos de graduação, sendo 90% delas direcionadas ao Programa de Ações Afirmativas, que contempla estudantes de escolas públicas, membros de famílias de baixa renda, autodeclarados pretos, pardos e indígenas, além de pessoas com deficiência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.