Questões comentadas sobre Cadeias Alimentares

01) (Enem/2020 – PPL)  As leis brasileiras de regulamentação das atividades pesqueiras destacam a importância da preservação de vegetais hidróbios pertencentes ao fitoplâncton. Esses organismos raramente são citados quando o assunto é a preservação da biodiversidade, mas desempenham papel ecológico fundamental.

ICMBIO. Disponível em: www.icmbio.gov.br.
Acesso em: 19 out. 2015 (adaptado).

Esses organismos devem ser preservados porque
A) transferem O2 do ar para a água.
B) mantêm a temperatura da água estável.
C) competem com algas que são tóxicas para os peixes.
D) aceleram a decomposição de matéria orgânica na água.
E) estabelecem a base da cadeia alimentar de ambientes aquáticos.

02) (Unesp/2022) As aranhas comem cobras pelo mundo inteiro, revela estudo surpreendente

Uma aranha consegue matar e comer uma cobra? Esta pergunta é o tema de um novo estudo publicado na Journal of Arachnology. A resposta é um grande “sim”. “As aranhas que comem cobras podem ser encontradas em todos os continentes (exceto no Antártico). Para compreender completamente o papel importante das aranhas no equilíbrio da natureza, é crucial compreender todo o espectro dos seus hábitos alimentares”, diz Martin Nyffeler, líder do estudo e especialista em aranhas da Universidade de Basileia, na Suíça.

(www.natgeo. Adaptado.)

A reportagem apresenta uma situação peculiar em uma teia alimentar, na qual as aranhas comem cobras, que por sua vez comem aranhas. Contudo, outros organismos integram essa teia alimentar, como exemplificado no esquema a seguir.

Considerando as informações do texto e a teia alimentar do esquema,
A) a biomassa obtida das plantas se mantém de maneira cíclica na teia alimentar.
B) os gafanhotos e os pássaros transferem para a teia parte da energia obtida dos produtores.
C) a maior quantidade de energia química transferida estará disponível nas aranhas.
D) toda biomassa obtida dos pássaros pelas cobras será transferida para as aranhas.
E) a energia flui de maneira cíclica e se mantém sem perdas entre as cobras e as aranhas.

03) (São Lucas – Medicina /2015.2) Analise a teia alimentar a seguir.

É correto afirmar que o (a)
A) cobra, ao se alimentar do sapo, se encontra no terceiro nível trófico.
B) coruja, ao se alimentar do pássaro, se encontra no quarto nível trófico.
C) sapo e o roedor servem de alimento para a cobra e são consumidores secundários.
D) cobra é consumidor terciário e se encontra no quarto nível trófico nesta teia alimentar.
E) inseto, que serve de alimento para o sapo e o pássaro, se encontra no primeiro nível trófico.

04) (FPS/2013) As comunidades de seres vivos podem interagir de várias formas em um ecossistema, mas a importância dessas relações ecológicas varia com o grau de dependência que as populações possuem entre si. Sobre este assunto, analise as interações ecológicas mostradas na figura abaixo.

É correto afirmar que:
A) o homem apresenta relação trófica de consumidor secundário e relação ecológica de herbivoria.
B) a solitária apresenta relação trófica de consumidor secundário e relação ecológica de parasitismo.
C) a galinha apresenta relação trófica de consumidor primário e relação ecológica de herbivoria.
D) o porco apresenta relação trófica de consumidor terciário e relação ecológica de predação.
E) o milho apresenta relação trófica de produtor e relação ecológica de inquilinismo

05) (Enem/2013 – PPL)

A posição ocupada pela vaca, na interação apresentada na tirinha, a caracteriza como
A) produtora.
B) consumidora primária.
C) consumidora secundária.
D) consumidora terciária.
E) decompositora.

06) (UFRR) Os índios da etnia Yanomami fazem uso de mais de 20 espécies de cogumelos, que crescem sobre troncos caídos no chão da floresta, cujas hifas nutrem-se das moléculas orgânicas componentes da madeira morta. Ao ingerirem os corpos de frutificação dos basidiomicetos, estes índios estão se comportando como:
A) Consumidores secundários.
B) Consumidores primários.
C) Consumidores terciários.
D) Produtores.
E) Decompositores.

07) (UNIFOR) O esquema abaixo representa as relações tróficas encontradas em determinado ecossistema.

Sobre o esquema fizeram-se as seguintes afirmações:
I. Os camarões e as rãs pertencem ao mesmo nível trófico.
II. Somente as aves são consumidores terciários.
III. O extermínio dos caramujos ocasionará aumento na população de peixes carnívoros.
Está correto o que se afirma em
A) I, somente.
B) II, somente.
C) III, somente.
D) II e III, somente.
E) I, II e III.

08) (Enem) Os personagens da figura estão representando uma situação hipotética de cadeia alimentar.

Suponha que, em cena anterior à representada, o homem tenha se alimentado de frutas e grãos que conseguiu coletar. Na hipótese de, nas próximas cenas, o tigre ser bem-sucedido e, posteriormente, servir de alimento aos abutres, tigre e abutres ocuparão, respectivamente, os níveis tróficos de
A) produtor e consumidor primário
B) consumidor primário e consumidor secundário
C) consumidor secundário e consumidor terciário
D) consumidor terciário e produtor
E) consumidor secundário e consumidor primário.

09) (Unicesumar/2014) O esquema a seguir representa uma teia alimentar marinha.

Sabe-se que quando os nutrientes são abundantes, as grandes diatomáceas predominam no nível trófico do produtor, e os copépodes substituem sua dieta de protistas ciliados por diatomáceas. Quando os níveis de nutrientes são baixos, a proliferação de pequenas algas supera a das grandes diatomáceas, de modo que os copépodes trocam sua dieta e passam a se alimentar de ciliados. Verifica-se, pois, que as alterações nos níveis de nutrientes regulam de modos diferentes o sistema descrito.

A respeito dessa teia alimentar, assinale a alternativa INCORRETA.

A) Quando há poucos nutrientes disponíveis, a água-viva predadora comporta-se como consumidor terciário.
B) Quando há poucos nutrientes disponíveis, a predação exercida pela água-viva favorece, indiretamente, um aumento populacional de pequenas algas.
C) Quando há muitos nutrientes disponíveis, a predação exercida pela água-viva favorece, indiretamente, um aumento populacional de grandes diatomáceas.
D) Quando há muitos nutrientes disponíveis, a população de ciliados aumenta, o que provoca uma redução na população de pequenas algas.
E) Quando há muitos nutrientes disponíveis, os copépodes comportam-se como consumidores primários.

10) (FASM/2013)  Suponha uma mesma lagartixa em duas situações diferentes, na primeira situação ela se alimenta de um pernilongo macho herbívoro e, na segunda situação, ela se alimenta de um pernilongo fêmea hematófago.

Ao considerar essas duas situações, é correto afirmar que a lagartixa ocupará o
A) 2.º nível trófico na primeira situação e o 3.º nível trófico ou superior na segunda situação.
B) 2.º nível trófico na primeira situação e o 4.º nível trófico ou superior na segunda situação.
C) 1.º nível trófico na primeira situação e o 2.º nível trófico ou superior na segunda situação.
D) 1.º nível trófico na primeira situação e o 3.º nível trófico ou superior na segunda situação.
E) 3º nível trófico na primeira situação e o 4.º nível trófico ou superior na segunda situação.

11) (Fadip/2015 – Medicina) Sobre a teia alimentar a seguir, marque V para as afirmativas verdadeiras e F para as falsas.

(  ) A ave de rapina, quando se alimenta do sapo ou do coelho, atua como consumidor secundário.
(  ) O gambá, quando se alimenta do pintinho, se encontra no segundo nível trófico.
(  ) O gafanhoto nesta teia alimentar é consumidor primário e se encontra no segundo nível trófico.
(  ) A serpente, quando se alimenta do coelho e do sapo, se encontra no terceiro e quarto nível trófico desta teia alimentar.
(  ) O coelho e o gafanhoto são consumidores primários e estão no primeiro nível trófico.

A sequência está correta em
A) F, V, F, F, V.
B) V, F, F, V, F.
C) F, F, V, V, F.
D) V, F, V, F, V.

12) (ALBERT EINSTEIN/2019)  Um garoto montou dois ecossistemas em recipientes fechados, ambos com terra úmida e um pequeno pé de alface.

Em um deles foram colocadas também algumas lesmas e no outro, algumas minhocas. Os recipientes foram mantidos em ambientes com temperatura, umidade e luminosidade adequadas à sua manutenção. Depois de algumas semanas, verificou-se que o pé de alface

A) foi beneficiado no ecossistema com lesmas e prejudicado no ecossistema com minhocas.
B) foi beneficiado pelos animais nos dois ecossistemas.
C) foi prejudicado pelos animais nos dois ecossistemas.
D) foi beneficiado no ecossistema com minhocas e prejudicado no ecossistema com lesmas.
E) não foi impactado pela presença dos animais em nenhum dos ecossistemas.

13) (UERJ/2019)  Em determinados casos, populações de consumidores terciários são menores do que as populações de consumidores primários e secundários. Observe a imagem, que representa a relação entre o número de cada um dos membros de uma mesma cadeia alimentar.

A população de falcões é reduzida em comparação com a de tordos e a de caramujos em função do seguinte fator:
A) perda energética ao longo dos níveis tróficos
B) demanda elevada de vegetais pelos herbívoros
C) digestão lenta de celulose pelos decompositores
D) competição interna por recursos entre os predadores

Gabarito das Questões comentadas sobre Cadeias Alimentares

01) O fitoplâncton constitui a base das cadeias alimentares dos ecossistemas aquáticos, servindo de alimento para o zooplâncton.
Além disso, o fitoplâncton tem papel importante na liberação de gás O2 para a atmosfera.
Resp.: E

02) Em uma cadeia alimentar, a energia tem fluxo unidirecional e decrescente (não há reaproveitamento de energia); assim, cada indivíduo transfere ao nível trófico seguinte parte da energia que recebeu do nível trófico anterior.
Resp.: B

03) Ao se alimentar do pássaro, a coruja atua como consumidor terciário (integrante do 4º nível trófico). O primeiro nível trófico está representado pela planta; o segundo nível trófico está representado pelos insetos; o terceiro nível trófico está representado pelo pássaro.
Resp.: B

04) Analisando o esquema, verifica-se que a galinha alimenta-se do milho (que corresponde ao produtor nesta teia alimentar). Dessa forma, a galinha acaba se comportando como consumidor primário e a relação ecológica que ela estabelece com o milho é do tipo herbivoria.
Resp.: C

05) Ao se alimentar do pasto (capim), a vaca atua como consumidor primário, uma vez que o capim é o produtor.
Resp.: B

06) Os fungos nutrem-se de compostos orgânicos presentes na madeira morta, ou seja, atuam como consumidores primários. Dessa forma, ao se alimentar desses fungos, os índios Yanomami comportam-se como consumidor secundário.
Resp.: A

07)
I. Falso. Os camarões atuam como consumidores primários, enquanto as rãs atuam como consumidores secundários.
II. Verdadeiro. Ao se alimentar de peixes carnívoros ou de rãs, as aves comportam-se como consumidores terciários.
III. Falso, pois, os peixes carnívoros são predadores dos caramujos
Resp.: B

08) Ao se alimentar de frutas, o homem atua como consumidor primário. Logo, o tigre, ao se alimentar do homem, comporta-se como consumidor secundário, enquanto o abutre, ao se alimentar do tigre, comporta-se como consumidor terciário.
Resp.: C

09) Quando há pouca disponibilidade de alimento, ao se alimentar dos copépodes, haverá aumento da população de de ciliados (predadores das pequenas algas); dessa forma, favorecerá indiretamente uma redução da população de pequenas algas.
Resp.: B

10) Ao se alimentar de um pernilongo macho herbívoro, a lagartixa comporta-se como consumidor secundário (3º nível trófico); ao se alimentar de um pernilongo fêmea hematófogo, ela se comporta, no mínimo, como consumidor terciário (4º nível trófico).
Resp.: E

11) (F) O sapo é consumidor secundário; logo, ao se alimentar do sapo, a ave de rapina se comporta como consumidor terciário.
(F) Ao se alimentar do pintinho, o gambá ocupa o terceiro nível trófico (cadeia: milho → pintinho → gambá).
(V)
(V)
(F) Coelho e gafanhoto são consumidores primários; logo, ocupam o 2º nível trófico.
Resp.: C

12) A minhoca auxilia na aeração do solo, além de contribuir para o aumento da fertilidade do solo, o que beneficiará o pé de alface. Já a lesma é predadora de plantas, o que prejudicará o pé de alface.
Resp.: D

13) Ao longo da cadeia alimentar ocorre perda de energia; assim, os níveis tróficos mais distantes dos produtores dispõem de pequena quantidade de energia.
Resp.: A

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.